Renato de Châlon, Príncipe de Orange

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde janeiro de 2012). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Renato de Châlon, Príncipe de Orange
Nascimento 5 de fevereiro de 1519
Breda
Morte 15 de julho de 1544 (25 anos)
Saint-Dizier
Cidadania Países Baixos
Progenitores Pai:Henrique III de Nassau-Breda
Cônjuge Ana de Lorena
Ocupação aristocrata

Renato de Châlon (Breda, 5 de Fevereiro de 1519Saint-Dizier, 15 de Julho 1544) foi o último Príncipe de Orange da casa de Châlon e stathouder da Holanda, Zelândia, Utrecht, da Guéldria e da Frísia 1530, ao serviço do imperador Carlos V e Francisco I de França).

Renato de Châlon era filho do Conde Henrique III de Nassau-Breda e de Cláudia de Châlon, tendo herdado o Principado de Orange do tio materno, Filibero de Châlon. Apesar de não ser o sobrenome do pai, Renato passou a ser conhecido como de Châlon como prerequisito para se tornar Príncipe de Orange.

Renato de Châlon casou com Ana da Lorena, filha de António, Duque da Lorena, em 1540 mas a união não teve descendência.

Morreu em batalha e foi sucedido pelo primo Guilherme de Nassau-Dillenburg.

Precedido por
Filiberto de Châlon
Príncipe de Orange
1530 - 1544
Sucedido por
Guilherme, o Taciturno