República Socialista Soviética da Armênia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde maio de 2011). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)



Հայկական Սովետական Սոցիալիստական Հանրապետություն
República Socialista Soviética da Armênia

República Soviética

Flag of the First Republic of Armenia.svg
 
Flag of Transcaucasian SFSR.svg
1920 – 1991 Flag of Armenia.svg
Flag Brasão
Bandeira Emblema
Lema nacional
Պրոլետարներ բոլոր երկրների, միացե՜ք (armênio)
Proletarner bolor erkrneri, miac’ek’ (transl.)
‘‘Trabalhadores do mundo, uni-vos!’’
Hino nacional
Hino da RSS da Armênia


Localização de RSS da Armênia
RSS da Armênia (em vermelho) dentro da União Soviética.
Continente Europa
Região Transcaucásia
País Armênia
Capital Erevan
40° 11' N 44° 31' E
Língua oficial Armênio e russo
Outros idiomas Assírio, curdo e línguas helênicas
Governo República socialista[a]
Primeiro Secretário do Partido Comunista da Armênia
 • 1920–1921 (inicial) Gevork Alikhanyan
 • 1991 (último) Aram Sargsyan
Presidente do Conselho de Ministros
 • 1946–1947 (inicial) Aghasi Sargsyan
 • 1990–1991 (último) Vazgen Manukyan
Período histórico Guerra Fria
 • 2 de dezembro de 1920 Proclamação da república
 • 30 de dezembro de 1922 Anexação soviética
 • 5 de dezembro de 1936 Separação da RSFS Transcaucasiana
 • 5 de julho de 1995 Adoção da nova constituição
 • 21 de setembro de 1991 Proclamação de independência
Área
 • 1989 29 800 km2
População
 • 1989 est. 3 287 700 
     Dens. pop. 110,3 hab./km²
Moeda Rublo armênio (1920–23)
Rublo soviético (1936–91)
a. República socialista soviética unipartidária marxista-leninista unitária.

A República Socialista Soviética da Armênia (português brasileiro) ou Arménia (português europeu) (em arménio: Հայկական Սովետական Սոցիալիստական Հանրապետություն; transl.: Haykakan Sovetakan Soc'ialistakan Hanrapetut'yun; em russo: Армя́нская Сове́тская Социалисти́ческая Респу́блика; transl.: Armyanskaya Sovetskaya Sotsialističeskaya Respublika), também conhecida como a Armênia Soviética era uma das repúblicas constituintes da União Soviética localizada na região da Transcaucásia. Sua origem remonta-se na anexação soviética da República Democrática da Armênia em 1920, e sua independência em relação à URSS data de 1991. Também é conhecida como a Segunda República da Armênia, pois sucedeu a Primeira República.

Como parte da União Soviética, a RSS Armênia, de um país majoritariamente agrícola, transformou-se em um importante centro de produção industrial, enquanto que sua população quase quadruplicou, de cerca de 880 000 habitantes em 1926 para 3,3 milhões em 1989 devido tanto ao crescimento populacional natural quanto o grande influxo de sobreviventes do genocídio armênio e seus descendentes. Em 23 de agosto de 1990, mudou de nome para República da Armênia após ter sua soberania declarada, permanecendo, porém, na União Soviética até a proclamação de independência oficial em 21 de setembro de 1991. Sua independência foi reconhecida em 26 de dezembro de 1991, quando da dissolução da União Soviética. A constituição que inaugurou a atual Armênia foi adotada em 1995.

História[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: História da Armênia

A Arménia foi um império regional com uma cultura rica nos anos que antecederam o século I.

Em 301, a Arménia foi o primeiro estado a adoptar formalmente o cristianismo como religião oficial de estado, doze anos antes de Roma. Oscilou entre diversas dinastias, mas depois de uma sucessão de ocupações (pártia (iraniana), romana, árabe, mongol e persa), a Arménia enfraqueceu substancialmente. Em 1454, o Império Otomano e a Pérsia Safávida dividiram a Arménia entre si.

Independência[editar | editar código-fonte]

Em 1813 e em 1828, a Arménia actual (que consiste dos canatos de Erevan e de Karabakh) foi temporariamente incorporada no Império Russo. O mesmo voltou a suceder com a incorporação da Arménia na União Soviética em 1920, na condição de República Socialista Soviética da Armênia, depois de existir brevemente como Estado independente.

Geografia[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Geografia da Armênia

A Arménia é um país interior localizado no sudoeste da Ásia, a leste da Turquia. O terreno é principalmente montanhoso, com rios de fortes correntes e poucas florestas. O clima é continental de altitude: verões quentes e invernos frios. O ponto mais elevado é o monte Aragats, com 4.095 metros, e não há nenhum ponto do território abaixo dos 400 metros de altitude. A poluição de produtos químicos tóxicos, como o DDT, não ajuda a melhorar a qualidade do solo, já de si pobre, em muitas zonas do país. Um bloqueio energético por parte da Turquia, em resultado do conflito com o Azerbaijão, levou à desflorestação.

Subdivisões[editar | editar código-fonte]

A Arménia está dividida em 11 províncias (Marzer, em arménio)

Demografia[editar | editar código-fonte]

A língua oficial é o arménio, língua materna de 93% da população. Existem importantes minorias que falam o azeri e o curdo.

Ver também[editar | editar código-fonte]


Ícone de esboço Este artigo sobre História da Armênia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.