Reparo (arquitetura)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Reparo em Montreuil-sur-Mer, na França.

Denomina-se reparo, em arquitetura militar, a um maciço volumoso de terra e alvenarias, erguido à volta de uma fortificação, usualmente com a terra oriunda da escavação do fosso,[1] ou então a qualquer defesa de praça militar, como uma trincheira, por exemplo.[2]

Surgiu no século XVI em substituição às muralhas envolvendo cidades, ou cidadelas. É um elemento característico da arquitetura abaluartada, concebido tendo em conta o ataque, e principalmente a defesa, para resistir aos progressos da artilharia usando balas de ferro.

Contrariamente à muralha espessa inteiramente em alvenaria de pedra dos castelos e vilas medievais, o reparo é um simples muro de suporte contendo uma importante massa de terra, destinado a resistir à artilharia. A massa de terra absorve os choques dos tiros de artilharia recebidos, e amortece as vibrações da artilharia que defende a praça-forte.

Reparo em Campeche, no México.

Normalmente, é composto pelos seguintes elementos: escarpa-interior, terrapleno, banqueta, parapeito, cordão e escarpa.

Commons
O Commons possui imagens e outras mídias sobre Reparo (arquitetura)

Referências

  1. «Reparo». Tesauro. Instituto da Habitação e da Reabilitação Urbana (IHRU). Consultado em 30 abr 2009. 
  2. FERREIRA, A. B. H. Novo Dicionário da Língua Portuguesa. 2ª edição. Rio de Janeiro. Nova Fronteira. 1986. p. 1 486.

Ver também[editar | editar código-fonte]



Ícone de esboço Este artigo sobre arquitetura é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.