Residência de Montanha e Templos Vizinhos em Chengde

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Pix.gif Residência de Montanha e Templos Vizinhos em Chengde *
Welterbe.svg
Património Mundial da UNESCO

Ligong2.jpg
Residência de Montanha
País China
Critérios (ii), (iv)
Referência 703
Coordenadas 40° 59′ N 117° 56′ E
Histórico de inscrição
Inscrição 1994  (18ª sessão)
* Nome como inscrito na lista do Património Mundial.
Chengde Mountain Resort02.jpg

A Residência de Montanha e Templos Vizinhos em Chengde é um Património Mundial em Chengde, China. Era a residência de Verão do imperador Kangxi. A residência ocupa uma área de 5,64 quilómetros quadrados, ou seja, é duas vezes maior que o Palácio de Verão em Pequim. É o maior jardim imperial existente na China. Ela divide-se em quatro áreas: área de residência, área de lagos, área de planície e área de montanhas.

Em 1703, o imperador Kangxi, da dinastia Qing, decidiu construir em Chengde um novo palácio. Em 1792, as obras de construção terminaram depois de 89 anos. O imperador Qianlong baptizou-a "Residência de Verão".

Ligações externas[editar | editar código-fonte]