Resultados da fase de grupos da Copa Libertadores da América de 2018

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

A fase de grupos da Copa Libertadores da América de 2018 foi disputada entre 27 de fevereiro e 24 de maio.[1] O sorteio dos grupos ocorreu em Luque, no Paraguai, em 20 de dezembro de 2017.[2]

O campeão e o vice de cada grupo ao final de seis jogos disputados dentro dos grupos avançaram à fase final, iniciando a partir das oitavas. Os terceiros colocados de cada grupos foram transferidos para a segunda fase da Copa Sul-Americana de 2018.[2]

As datas e horários dos jogos foram anunciados pela CONMEBOL em 21 de dezembro de 2017.[1]

Critérios de desempate[editar | editar código-fonte]

De acordo com o regulamento estabelecido para as últimas edições, caso duas ou mais equipes empatassem em números de pontos ao final da segunda fase, os seguintes critérios seriam aplicados:[3]

  1. melhor saldo de gols entre as equipes em questão;
  2. maior número de gols marcados entre as equipes em questão;
  3. maior número de gols marcados como visitante entre as equipes em questão;
  4. ranking da CONMEBOL.

Grupos[editar | editar código-fonte]

Equipes classificadas para a fase final
Equipes transferidas para a segunda fase da Copa Sul-Americana de 2018
Equipes eliminadas

Todas as partidas estão no horário local.

Grupo A[editar | editar código-fonte]

Pos.
Equipe
Pts J V E D GP GC SG
1 Brasil Grêmio 14 6 4 2 0 13 2 +11
2 Paraguai Cerro Porteño 13 6 4 1 1 8 8 0
3 Uruguai Defensor Sporting 4 6 1 1 4 5 7 –2
4 Venezuela Monagas 3 6 1 0 5 5 14 –9
  GRE CPO DEF MON
Grêmio 5–0 1–0 4–0
Cerro Porteño 0–0 2–1 3–2
Defensor Sporting 1–1 0–1 3–1
Monagas 1–2 0–2 1–0
27 de fevereiro Monagas Venezuela 0 – 2 Paraguai Cerro Porteño Estádio Monumental de Maturín, Maturín
18:15 (UTC−4)
Relatório Insaurralde Gol marcado aos 26 minutos de jogo 26'
M. Cáceres Gol marcado aos 52 minutos de jogo 52'
Público: 32 058[4]
Árbitro: ArgentinaARG Mauro Vigliano
27 de fevereiro Defensor Sporting Uruguai 1 – 1 Brasil Grêmio Estádio Luis Franzini, Montevidéu
19:15 (UTC−3)
Maulella Gol marcado aos 84 minutos de jogo 84' Relatório Maicon Gol marcado aos 80 minutos de jogo 80' Público: 10 601[5]
Árbitro: ArgentinaARG Fernando Rapallini

13 de março Cerro Porteño Paraguai 2 – 1 Uruguai Defensor Sporting Estádio General Pablo Rojas, Assunção
21:30 (UTC−3)
Churín Gol marcado aos 8 minutos de jogo 8', Gol marcado aos 90+6 minutos de jogo 90+6' Relatório Benavídez Gol marcado aos 46 minutos de jogo 46' Público: 35 000[6]
Árbitro: EquadorECU Roddy Zambrano
4 de abril Grêmio Brasil 4 – 0 Venezuela Monagas Arena do Grêmio, Porto Alegre
19:15 (UTC−3)
Jael Gol marcado aos 50 minutos de jogo 50'
Everton Gol marcado aos 60 minutos de jogo 60'
Luan Gol marcado aos 86 minutos de jogo 86'
Cícero Gol marcado aos 90 minutos de jogo 90'
Relatório Público: 21 250[7]
Árbitro: EquadorECU Carlos Orbe

17 de abril Defensor Sporting Uruguai 3 – 1 Venezuela Monagas Estádio Luis Franzini, Montevidéu
19:15 (UTC−3)
Benavídez Gol marcado aos 57 minutos de jogo 57', Gol marcado aos 64 minutos de jogo 64'
Cabrera Gol marcado aos 68 minutos de jogo 68' (pen)
Relatório Vogliotti Gol marcado aos 63 minutos de jogo 63' Público: 10 000[8]
Árbitro: PeruPER Diego Haro
17 de abril Cerro Porteño Paraguai 0 – 0 Brasil Grêmio Estádio General Pablo Rojas, Assunção
20:30 (UTC−4)
Relatório Público: 46 167[9]
Árbitro: ArgentinaARG Germán Delfino

25 de abril Monagas Venezuela 1 – 0 Uruguai Defensor Sporting Estádio Monumental de Maturín, Maturín
20:45 (UTC−4)
Trejo Gol marcado aos 52 minutos de jogo 52' Relatório Público: 4 000[10]
Árbitro: ColômbiaCOL Andrés Rojas
1 de maio Grêmio Brasil 5 – 0 Paraguai Cerro Porteño Arena do Grêmio, Porto Alegre
19:15 (UTC−3)
Everton Gol marcado aos 27 minutos de jogo 27', Gol marcado aos 71 minutos de jogo 71'
Ramiro Gol marcado aos 30 minutos de jogo 30'
Jael Gol marcado aos 49 minutos de jogo 49'
Cícero Gol marcado aos 81 minutos de jogo 81'
Relatório Público: 44 673[11]
Árbitro: ArgentinaARG Patricio Loustau

15 de maio Defensor Sporting Uruguai 0 – 1 Paraguai Cerro Porteño Estádio Luis Franzini, Montevidéu
19:15 (UTC−3)
Relatório Churín Gol marcado aos 90 minutos de jogo 90' Público: 6 000[12]
Árbitro: ArgentinaARG Néstor Pitana
15 de maio Monagas Venezuela 1 – 2 Brasil Grêmio Estádio Monumental de Maturín, Maturín
20:30 (UTC−4)
Kannemann Gol contra marcado aos 90+1 minutos de jogo 90+1' (g.c.) Relatório Ramiro Gol marcado aos 68 minutos de jogo 68'
Jailson Gol marcado aos 90+6 minutos de jogo 90+6' (pen)
Público: 11 190[13]
Árbitro: ArgentinaARG Fernando Rapallini

23 de maio Cerro Porteño Paraguai 3 – 2 Venezuela Monagas Estádio General Pablo Rojas, Assunção
18:15 (UTC−4)
Churín Gol marcado aos 5 minutos de jogo 5' (pen)
Haedo Valdez Gol marcado aos 47 minutos de jogo 47' (pen), Gol marcado aos 90+1 minutos de jogo 90+1'
Relatório Rojas Gol marcado aos 70 minutos de jogo 70'
Cádiz Gol marcado aos 79 minutos de jogo 79'
Árbitro: ArgentinaARG Fernando Espinoza
23 de maio Grêmio Brasil 1 – 0 Uruguai Defensor Sporting Arena do Grêmio, Porto Alegre
19:15 (UTC−3)
Luan Gol marcado aos 65 minutos de jogo 65' Relatório Público: 18 051[14]
Árbitro: ColômbiaCOL Nicolás Gallo

Grupo B[editar | editar código-fonte]

Pos.
Equipe
Pts J V E D GP GC SG
1 Colômbia Atlético Nacional 10 6 3 1 2 9 3 +6
2 Chile Colo-Colo 8 6 2 2 2 5 5 0
3 Bolívia Bolívar 8 6 2 2 2 6 9 –3
4 Equador Delfín 7 6 2 1 3 6 9 –3
  ATN BOL COL DEL
Atlético Nacional 4–1 0–0 4–0
Bolívar 1–0 1–1 2–1
Colo-Colo 0–1 2–0 0–2
Delfín 1–0 1–1 1–2
27 de fevereiro Colo-Colo Chile 0 – 1 Colômbia Atlético Nacional Estádio Monumental, Santiago
21:30 (UTC−3)
Relatório Hernández Gol marcado aos 66 minutos de jogo 66' Público: 40 034[15]
Árbitro: BrasilBRA Wilton Sampaio
28 de fevereiro Delfín Equador 1 – 1 Bolívia Bolívar Estádio Jocay, Manta
19:45 (UTC−5)
Ordóñez Gol marcado aos 45+1 minutos de jogo 45+1' Relatório Riquelme Gol marcado aos 18 minutos de jogo 18' Público: 15 253[16]
Árbitro: BrasilBRA Rodolpho Toski

14 de março Bolívar Bolívia 1 – 1 Chile Colo-Colo Estádio Hernando Siles, La Paz
18:15 (UTC−4)
Arce Gol marcado aos 37 minutos de jogo 37' (pen) Relatório Rivero Gol marcado aos 42 minutos de jogo 42' Público: 18 346[17]
Árbitro: ArgentinaARG Darío Herrera
14 de março Atlético Nacional Colômbia 4 – 0 Equador Delfín Estádio Atanasio Girardot, Medellín
19:45 (UTC−5)
Moreno Gol marcado aos 31 minutos de jogo 31' (pen)
Lenis Gol marcado aos 46 minutos de jogo 46', Gol marcado aos 56 minutos de jogo 56'
Torres Gol marcado aos 52 minutos de jogo 52'
Relatório Público: 30 560[18]
Árbitro: PeruPER Diego Haro

5 de abril Colo-Colo Chile 0 – 2 Equador Delfín Estádio Monumental, Santiago
19:15 (UTC−3)
Relatório Arismendi Gol marcado aos 52 minutos de jogo 52'
Carmona Gol contra marcado aos 90+2 minutos de jogo 90+2' (g.c.)
Público: 30 281[19]
Árbitro: UruguaiURU Daniel Fedorczuk
5 de abril Bolívar Bolívia 1 – 0 Colômbia Atlético Nacional Estádio Hernando Siles, La Paz
20:30 (UTC−4)
Riquelme Gol marcado aos 37 minutos de jogo 37' Relatório Público: 24 700[20]
Árbitro: ArgentinaARG Néstor Pitana

24 de abril Atlético Nacional Colômbia 4 – 1 Bolívia Bolívar Estádio Atanasio Girardot, Medellín
19:30 (UTC−5)
Castellani Gol marcado aos 12 minutos de jogo 12'
Hernández Gol marcado aos 31 minutos de jogo 31'
Moreno Gol marcado aos 33 minutos de jogo 33', Gol marcado aos 65 minutos de jogo 65'
Relatório Riquelme Gol marcado aos 48 minutos de jogo 48' Público: 39 577[21]
Árbitro: BrasilBRA Raphael Claus
2 de maio Delfín Equador 1 – 2 Chile Colo-Colo Estádio Jocay, Manta
19:45 (UTC−5)
Chicaiza Gol marcado aos 78 minutos de jogo 78' Relatório Valdés Gol marcado aos 20 minutos de jogo 20'
Paredes Gol marcado aos 44 minutos de jogo 44' (pen)
Público: 14 900[22]
Árbitro: UruguaiURU Andrés Cunha

15 de maio Delfín Equador 1 – 0 Colômbia Atlético Nacional Estádio Jocay, Manta
17:15 (UTC−5)
Chicaiza Gol marcado aos 19 minutos de jogo 19' Relatório Público: 6 000[23]
Árbitro: PeruPER Víctor Carrillo
15 de maio Colo-Colo Chile 2 – 0 Bolívia Bolívar Estádio Monumental, Santiago
20:30 (UTC−4)
Paredes Gol marcado aos 30 minutos de jogo 30', Gol marcado aos 37 minutos de jogo 37' Relatório Público: 35 000[24]
Árbitro: BrasilBRA Sandro Ricci

24 de maio Atlético Nacional Colômbia 0 – 0 Chile Colo-Colo Estádio Atanasio Girardot, Medellín
19:30 (UTC−5)
Relatório Público: 36 789[25]
Árbitro: ArgentinaARG Néstor Pitana
24 de maio Bolívar Bolívia 2 – 1 Equador Delfín Estádio Hernando Siles, La Paz
20:30 (UTC−4)
Callejón Gol marcado aos 12 minutos de jogo 12', Gol marcado aos 47 minutos de jogo 47' Relatório Raldes Gol contra marcado aos 49 minutos de jogo 49' (g.c.) Público: 20 000[26]
Árbitro: BrasilBRA Wilton Sampaio

Grupo C[editar | editar código-fonte]

Pos.
Equipe
Pts J V E D GP GC SG
1 Paraguai Libertad 13 6 4 1 1 10 4 +6
2 Argentina Atlético Tucumán 10 6 3 1 2 7 6 +1
3 Uruguai Peñarol 9 6 3 0 3 8 5 +3
4 Bolívia The Strongest 3 6 1 0 5 3 13 –10
  PEN LIB STR TUC
Peñarol 2–0 2–0 3–1
Libertad 2–1 3–0 0–0
The Strongest 1–0 1–3 1–2
Atlético Tucumán 1–0 0–2 3–0
13 de março Atlético Tucumán Argentina 0 – 2 Paraguai Libertad Estádio José Fierro, San Miguel de Tucumán
19:15 (UTC−3)
Relatório Salcedo Gol marcado aos 63 minutos de jogo 63'
Alborno Gol marcado aos 78 minutos de jogo 78'
Público: 30 000[27]
Árbitro: BrasilBRA Raphael Claus
15 de março The Strongest Bolívia 1 – 0 Uruguai Peñarol Estádio Hernando Siles, La Paz
18:15 (UTC−4)
Carcelén Gol marcado aos 19 minutos de jogo 19' Relatório Público: 27 579[28]
Árbitro: BrasilBRA Anderson Daronco

3 de abril Libertad Paraguai 3 – 0 Bolívia The Strongest Estádio Dr. Nicolás Leoz, Assunção
18:15 (UTC−4)
Báez Gol marcado aos 58 minutos de jogo 58'
Leiva Gol marcado aos 65 minutos de jogo 65', Gol marcado aos 90+2 minutos de jogo 90+2'
Relatório Público: 8 711[29]
Árbitro: PeruPER Diego Haro
4 de abril Peñarol Uruguai 3 – 1 Argentina Atlético Tucumán Estádio Campeón del Siglo, Montevidéu
19:15 (UTC−3)
C. Rodríguez Gol marcado aos 10 minutos de jogo 10' (pen)
Acosta Gol contra marcado aos 50 minutos de jogo 50' (g.c.)
Rojo Gol marcado aos 82 minutos de jogo 82'
Relatório Rodríguez Gol marcado aos 64 minutos de jogo 64' (pen) Público: 28 605[30]
Árbitro: BrasilBRA Wilton Sampaio

18 de abril The Strongest Bolívia 1 – 2 Argentina Atlético Tucumán Estádio Hernando Siles, La Paz
18:15 (UTC−4)
Ibargüen Gol marcado aos 37 minutos de jogo 37' Relatório Romat Gol marcado aos 11 minutos de jogo 11'
Toledo Gol marcado aos 74 minutos de jogo 74'
Público: 24 907[31]
Árbitro: ChileCHI Julio Bascuñán
18 de abril Libertad Paraguai 2 – 1 Uruguai Peñarol Estádio Dr. Nicolás Leoz, Assunção
20:45 (UTC−4)
Salcedo Gol marcado aos 74 minutos de jogo 74'
Cardozo Gol marcado aos 89 minutos de jogo 89'
Relatório Fernández Gol marcado aos 46 minutos de jogo 46' Público: 9 031[32]
Árbitro: ColômbiaCOL Wilmar Roldán

25 de abril Atlético Tucumán Argentina 3 – 0 Bolívia The Strongest Estádio José Fierro, San Miguel de Tucumán
19:15 (UTC−3)
Díaz Gol marcado aos 30 minutos de jogo 30'
Núñez Gol marcado aos 44 minutos de jogo 44'
Rodríguez Gol marcado aos 89 minutos de jogo 89'
Relatório Público: 30 000[33]
Árbitro: BrasilBRA Luiz de Oliveira
26 de abril Peñarol Uruguai 2 – 0 Paraguai Libertad Estádio Campeón del Siglo, Montevidéu
21:30 (UTC−4)
C. Rodríguez Gol marcado aos 43 minutos de jogo 43' (pen.)
Palacios Gol marcado aos 90 minutos de jogo 90'
Relatório Público: 25 000[34]
Árbitro: BrasilBRA Anderson Daronco

2 de maio Atlético Tucumán Argentina 1 – 0 Uruguai Peñarol Estádio José Fierro, San Miguel de Tucumán
19:15 (UTC−3)
Díaz Gol marcado aos 58 minutos de jogo 58' Relatório Público: 35 000[35]
Árbitro: BrasilBRA Sandro Ricci
3 de maio The Strongest Bolívia 1 – 3 Paraguai Libertad Estádio Hernando Siles, La Paz
20:30 (UTC−4)
Castro Gol marcado aos 47 minutos de jogo 47' Relatório Cardozo Gol marcado aos 21 minutos de jogo 21', Gol marcado aos 90+2 minutos de jogo 90+2' (pen.)
Bareiro Gol marcado aos 85 minutos de jogo 85'
Público: 10 000[36]
Árbitro: BrasilBRA Ricardo Marques

17 de maio Libertad Paraguai 0 – 0 Argentina Atlético Tucumán Estádio Dr. Nicolás Leoz, Assunção
18:15 (UTC−4)
Relatório Público: 4 657[37]
Árbitro: BrasilBRA Wilton Sampaio
17 de maio Peñarol Uruguai 2 – 0 Bolívia The Strongest Estádio Campeón del Siglo, Montevidéu
19:15 (UTC−3)
Palacios Gol marcado aos 19 minutos de jogo 19'
C. Rodríguez Gol marcado aos 37 minutos de jogo 37' (pen)
Relatório Público: 20 000[38]
Árbitro: ColômbiaCOL Andrés Rojas

Grupo D[editar | editar código-fonte]

Pos.
Equipe
Pts J V E D GP GC SG
1 Argentina River Plate 12 6 3 3 0 6 3 +3
2 Brasil Flamengo 10 6 2 4 0 7 4 +3
3 Colômbia Santa Fe 7 6 1 4 1 5 3 +2
4 Equador Emelec 1 6 0 1 5 3 11 –8
  RIV EME FLA SFE
River Plate 2–1 0–0 0–0
Emelec 0–1 1–2 0–3
Flamengo 2–2 2–0 1–1
Santa Fe 0–1 1–1 0–0
28 de fevereiro Flamengo Brasil 2 – 2 Argentina River Plate Estádio Nilton Santos, Rio de Janeiro
21:45 (UTC−3)
Henrique Dourado Gol marcado aos 53 minutos de jogo 53' (pen)
Éverton Gol marcado aos 65 minutos de jogo 65'
Relatório Mora Gol marcado aos 55 minutos de jogo 55'
Mayada Gol marcado aos 86 minutos de jogo 86'
Público: 0 (PF)[39]
Árbitro: PeruPER Michael Espinoza
1 de março Santa Fe Colômbia 1 – 1 Equador Emelec Estádio El Campín, Bogotá
17:15 (UTC−5)
Morelo Gol marcado aos 41 minutos de jogo 41' Relatório Angulo Gol marcado aos 56 minutos de jogo 56' Público: 28 689[40]
Árbitro: VenezuelaVEN Juan Soto

14 de março Emelec Equador 1 – 2 Brasil Flamengo Estádio George Capwell, Guaiaquil
19:45 (UTC−5)
Angulo Gol marcado aos 64 minutos de jogo 64' Relatório Vinícius Júnior Gol marcado aos 77 minutos de jogo 77', Gol marcado aos 84 minutos de jogo 84' Público: 30 000[41]
Árbitro: ParaguaiPAR Mario Díaz de Vivar
5 de abril River Plate Argentina 0 – 0 Colômbia Santa Fe Estádio Monumental de Núñez, Buenos Aires
19:15 (UTC−3)
Relatório Público: 61 000[42]
Árbitro: ChileCHI Julio Bascuñán

18 de abril Flamengo Brasil 1 – 1 Colômbia Santa Fe Estádio do Maracanã, Rio de Janeiro
21:45 (UTC−3)
Henrique Dourado Gol marcado aos 7 minutos de jogo 7' Relatório Morelo Gol marcado aos 30 minutos de jogo 30' Público: 0 (PF)[43]
Árbitro: UruguaiURU Andrés Cunha
19 de abril Emelec Equador 0 – 1 Argentina River Plate Estádio George Capwell, Guaiaquil
19:30 (UTC−5)
Relatório Pinola Gol marcado aos 43 minutos de jogo 43' Público: 26 345[44]
Árbitro: ParaguaiPAR Enrique Cáceres

25 de abril Santa Fe Colômbia 0 – 0 Brasil Flamengo Estádio El Campín, Bogotá
19:45 (UTC−5)
Relatório Público: 20 128[45]
Árbitro: UruguaiURU Daniel Fedorczuk
26 de abril River Plate Argentina 2 – 1 Equador Emelec Estádio Monumental de Núñez, Buenos Aires
19:15 (UTC−3)
Pratto Gol marcado aos 65 minutos de jogo 65'
Martínez Gol marcado aos 73 minutos de jogo 73'
Relatório Preciado Gol marcado aos 90+1 minutos de jogo 90+1' Público: 50 000[46]
Árbitro: PeruPER Víctor Carrillo

3 de maio Santa Fe Colômbia 0 – 1 Argentina River Plate Estádio El Campín, Bogotá
19:30 (UTC−5)
Relatório Pratto Gol marcado aos 23 minutos de jogo 23' Público: 25 000[47]
Árbitro: ChileCHI Roberto Tobar
16 de maio Flamengo Brasil 2 – 0 Equador Emelec Estádio do Maracanã, Rio de Janeiro
21:45 (UTC−3)
Éverton Ribeiro Gol marcado aos 47 minutos de jogo 47', Gol marcado aos 90+1 minutos de jogo 90+1' Relatório Público: 40 390[48]
Árbitro: PeruPER Diego Haro

23 de maio Emelec Equador 0 – 3 Colômbia Santa Fe Estádio George Capwell, Guaiaquil
19:45 (UTC−5)
Relatório Tesillo Gol marcado aos 39 minutos de jogo 39'
Morelo Gol marcado aos 51 minutos de jogo 51'
Pajoy Gol marcado aos 53 minutos de jogo 53'
Árbitro: ChileCHI Piero Maza
23 de maio River Plate Argentina 0 – 0 Brasil Flamengo Estádio Monumental de Núñez, Buenos Aires
21:45 (UTC−3)
Relatório Árbitro: UruguaiURU Andrés Cunha

Grupo E[editar | editar código-fonte]

Pos.
Equipe
Pts J V E D GP GC SG
1 Brasil Cruzeiro 11 6 3 2 1 15 5 +10
2 Argentina Racing 11 6 3 2 1 12 6 +6
3 Brasil Vasco da Gama 5 6 1 2 3 3 10 –7
4 Chile Universidad de Chile 5 6 1 2 3 2 11 –9
  CRU UCH RAC VAS
Cruzeiro 7–0 2–1 0–0
Universidad de Chile 0–0 1–1 0–2
Racing 4–2 1–0 4–0
Vasco da Gama 0–4 0–1 1–1
27 de fevereiro Racing Argentina 4 – 2 Brasil Cruzeiro Estádio El Cilindro, Avellaneda
21:30 (UTC−3)
Martínez Gol marcado aos 13 minutos de jogo 13', Gol marcado aos 44 minutos de jogo 44', Gol marcado aos 62 minutos de jogo 62'
Solari Gol marcado aos 76 minutos de jogo 76'
Relatório De Arrascaeta Gol marcado aos 29 minutos de jogo 29'
Robinho Gol marcado aos 69 minutos de jogo 69'
Público: 35 920[49]
Árbitro: ColômbiaCOL Wilmar Roldán
13 de março Vasco da Gama Brasil 0 – 1 Chile Universidad de Chile Estádio São Januário, Rio de Janeiro
21:30 (UTC−3)
Relatório Araos Gol marcado aos 76 minutos de jogo 76' Público: 17 681[50]
Árbitro: UruguaiURU Daniel Fedorczuk

3 de abril Universidad de Chile Chile 1 – 1 Argentina Racing Estádio Nacional, Santiago
21:30 (UTC−3)
Pizarro Gol marcado aos 9 minutos de jogo 9' Relatório Donatti Gol marcado aos 22 minutos de jogo 22' Público: 45 545[51]
Árbitro: ParaguaiPAR Enrique Cáceres
4 de abril Cruzeiro Brasil 0 – 0 Brasil Vasco da Gama Estádio Mineirão, Belo Horizonte
21:45 (UTC−3)
Relatório Público: 38 019[52]
Árbitro: BrasilBRA Raphael Claus

19 de abril Racing Argentina 4 – 0 Brasil Vasco da Gama Estádio El Cilindro, Avellaneda
19:15 (UTC−3)
Centurión Gol marcado aos 32 minutos de jogo 32'
Martínez Gol marcado aos 38 minutos de jogo 38'
Zaracho Gol marcado aos 51 minutos de jogo 51'
López Gol marcado aos 60 minutos de jogo 60' (pen.)
Relatório Público: 31 893[53]
Árbitro: ParaguaiPAR Ulises Mereles
19 de abril Universidad de Chile Chile 0 – 0 Brasil Cruzeiro Estádio Nacional, Santiago
21:30 (UTC−3)
Relatório Público: 45 084[54]
Árbitro: PeruPER Víctor Carrillo

26 de abril Cruzeiro Brasil 7 – 0 Chile Universidad de Chile Estádio Mineirão, Belo Horizonte
19:15 (UTC−3)
Thiago Neves Gol marcado aos 9 minutos de jogo 9', Gol marcado aos 74 minutos de jogo 74'
Rafinha Gol marcado aos 17 minutos de jogo 17'
Sassá Gol marcado aos 43 minutos de jogo 43' (pen), Gol marcado aos 61 minutos de jogo 61'
De Arrascaeta Gol marcado aos 53 minutos de jogo 53'
Rafael Sóbis Gol marcado aos 80 minutos de jogo 80'
Relatório Público: 34 147[55]
Árbitro: EquadorECU Roddy Zambrano
26 de abril Vasco da Gama Brasil 1 – 1 Argentina Racing Estádio São Januário, Rio de Janeiro
21:30 (UTC−3)
Wagner Gol marcado aos 80 minutos de jogo 80' Relatório Martínez Gol marcado aos 31 minutos de jogo 31' Público: 10 379[56]
Árbitro: PeruPER Diego Haro

2 de maio Vasco da Gama Brasil 0 – 4 Brasil Cruzeiro Estádio São Januário, Rio de Janeiro
21:45 (UTC−3)
Relatório Léo Gol marcado aos 9 minutos de jogo 9'
Thiago Neves Gol marcado aos 24 minutos de jogo 24'
Sassá Gol marcado aos 32 minutos de jogo 32', Gol marcado aos 54 minutos de jogo 54'
Público: 12 973[57]
Árbitro: BrasilBRA Anderson Daronco
3 de maio Racing Argentina 1 – 0 Chile Universidad de Chile Estádio El Cilindro, Avellaneda
19:15 (UTC−3)
Donatti Gol marcado aos 80 minutos de jogo 80' Relatório Público: 20 000[58]
Árbitro: ParaguaiPAR Enrique Cáceres

22 de maio Universidad de Chile Chile 0 – 2 Brasil Vasco da Gama Estádio Nacional, Santiago
20:30 (UTC−4)
Relatório Bruno Silva Gol marcado aos 14 minutos de jogo 14'
Yago Pikachu Gol marcado aos 81 minutos de jogo 81'
Árbitro: BolíviaBOL Gery Vargas
22 de maio Cruzeiro Brasil 2 – 1 Argentina Racing Estádio Mineirão, Belo Horizonte
21:30 (UTC−3)
Thiago Neves Gol marcado aos 2 minutos de jogo 2'
Lucas Silva Gol marcado aos 10 minutos de jogo 10'
Relatório Centurión Gol marcado aos 27 minutos de jogo 27' Público: 43 276[59]
Árbitro: ColômbiaCOL Andrés Rojas

Grupo F[editar | editar código-fonte]

Pos.
Equipe
Pts J V E D GP GC SG
1 Brasil Santos 10 6 3 1 2 6 4 +2
2 Argentina Estudiantes 8 6 2 2 2 6 4 +2
3 Uruguai Nacional 8 6 2 2 2 7 6 +1
4 Peru Real Garcilaso 6 6 1 3 2 2 7 –5
  SAN EST RGA CNF
Santos 2–0 0–0 3–1
Estudiantes 0–1 3–0 3–1
Real Garcilaso 2–0 0–0 0–0
Nacional 1–0 0–0 4–0
28 de fevereiro Nacional Uruguai 0 – 0 Argentina Estudiantes Estádio Gran Parque Central, Montevidéu
19:15 (UTC−3)
Relatório Público: 22 500[60]
Árbitro: ParaguaiPAR Mario Díaz de Vivar
1 de março Real Garcilaso Peru 2 – 0 Brasil Santos Estádio Inca Garcilaso de la Vega, Cusco
17:15 (UTC−5)
Vidales Gol marcado aos 7 minutos de jogo 7'
Ramúa Gol marcado aos 88 minutos de jogo 88'
Relatório Público: 35 190[61]
Árbitro: BolíviaBOL Gery Vargas

14 de março Estudiantes Argentina 3 – 0 Peru Real Garcilaso Estádio Ciudad de La Plata, La Plata
19:15 (UTC−3)
Melano Gol marcado aos 52 minutos de jogo 52'
Pavone Gol marcado aos 74 minutos de jogo 74' (pen), Gol marcado aos 86 minutos de jogo 86'
Relatório Público: 35 932[62]
Árbitro: VenezuelaVEN Alexis Herrera
15 de março Santos Brasil 3 – 1 Uruguai Nacional Estádio do Pacaembu, São Paulo
19:15 (UTC−3)
Eduardo Sasha Gol marcado aos 19 minutos de jogo 19', Gol marcado aos 83 minutos de jogo 83'
Rodrygo Gol marcado aos 47 minutos de jogo 47'
Relatório Oliva Gol marcado aos 82 minutos de jogo 82' Público: 18 077[63]
Árbitro: ParaguaiPAR Ulises Mereles

3 de abril Real Garcilaso Peru 0 – 0 Uruguai Nacional Estádio Inca Garcilaso de la Vega, Cusco
17:15 (UTC−5)
Relatório Público: 33 709[64]
Árbitro: ColômbiaCOL Wilmar Roldán
5 de abril Estudiantes Argentina 0 – 1 Brasil Santos Estádio José Luis Meiszner, Quilmes
21:30 (UTC−3)
Relatório Arthur Gomes Gol marcado aos 18 minutos de jogo 18' Público: 27 904[65]
Árbitro: EquadorECU Roddy Zambrano

24 de abril Santos Brasil 2 – 0 Argentina Estudiantes Estádio Vila Belmiro, Santos
21:30 (UTC−3)
Gabriel Gol marcado aos 43 minutos de jogo 43'
Lucas Veríssimo Gol marcado aos 49 minutos de jogo 49'
Relatório Público: 10 969[66]
Árbitro: ParaguaiPAR Éber Aquino
25 de abril Nacional Uruguai 4 – 0 Peru Real Garcilaso Estádio Gran Parque Central, Montevidéu
19:15 (UTC−3)
Rodríguez Gol marcado aos 39 minutos de jogo 39'
Corujo Gol marcado aos 80 minutos de jogo 80'
Barcia Gol marcado aos 85 minutos de jogo 85'
Bergessio Gol marcado aos 88 minutos de jogo 88'
Relatório Público: 22 000[67]
Árbitro: VenezuelaVEN José Argote

1 de maio Real Garcilaso Peru 0 – 0 Argentina Estudiantes Estádio Inca Garcilaso de la Vega, Cusco
17:15 (UTC−5)
Relatório Público: 29 081[68]
Árbitro: ChileCHI Julio Bascuñán
1 de maio Nacional Uruguai 1 – 0 Brasil Santos Estádio Gran Parque Central, Montevidéu
21:30 (UTC−3)
Barcia Gol marcado aos 57 minutos de jogo 57' Relatório Público: 26 500[69]
Árbitro: ColômbiaCOL Wilmar Roldán

24 de maio Santos Brasil 0 – 0 Peru Real Garcilaso Estádio Vila Belmiro, Santos
19:15 (UTC−3)
Relatório Público: 5 016[70]
Árbitro: VenezuelaVEN Alexis Herrera
24 de maio Estudiantes Argentina 3 – 1 Uruguai Nacional Estádio Ciudad de La Plata, La Plata
19:15 (UTC−3)
Otero Gol marcado aos 61 minutos de jogo 61' (pen), Gol marcado aos 89 minutos de jogo 89' (pen)
Melano Gol marcado aos 68 minutos de jogo 68'
Relatório Zunino Gol marcado aos 3 minutos de jogo 3' Árbitro: ParaguaiPAR Mario Díaz de Vivar

Grupo G[editar | editar código-fonte]

Pos.
Equipe
Pts J V E D GP GC SG
1 Brasil Corinthians 10 6 3 1 2 11 5 +6
2 Argentina Independiente 10 6 3 1 2 6 4 +2
3 Colômbia Millonarios 8 6 2 2 2 7 4 +3
4 Venezuela Deportivo Lara 6 6 2 0 4 5 16 –11
  COR IND MIL DLA
Corinthians 1–2 0–1 2–0
Independiente 0–1 1–0 2–0
Millonarios 0–0 1–1 4–0
Deportivo Lara 2–7 1–0 2–1
28 de fevereiro Millonarios Colômbia 0 – 0 Brasil Corinthians Estádio El Campín, Bogotá
19:45 (UTC−5)
Relatório Público: 25 589[71]
Árbitro: EquadorECU Roddy Zambrano
1 de março Deportivo Lara Venezuela 1 – 0 Argentina Independiente Estádio Metropolitano, Cabudare
18:15 (UTC−4)
Sierra Gol marcado aos 11 minutos de jogo 11' Relatório Público: 5 100[72]
Árbitro: PeruPER Diego Haro

14 de março Corinthians Brasil 2 – 0 Venezuela Deportivo Lara Arena Corinthians, São Paulo
21:45 (UTC−3)
Emerson Sheik Gol marcado aos 64 minutos de jogo 64'
Pernía Gol contra marcado aos 76 minutos de jogo 76' (g.c.)
Relatório Público: 31 767[73]
Árbitro: BolíviaBOL Raúl Orosco
15 de março Independiente Argentina 1 – 0 Colômbia Millonarios Estádio Libertadores de América, Avellaneda
21:30 (UTC−3)
Benítez Gol marcado aos 23 minutos de jogo 23' Relatório Público: 32 654[74]
Árbitro: UruguaiURU Leodán González

17 de abril Millonarios Colômbia 4 – 0 Venezuela Deportivo Lara Estádio El Campín, Bogotá
19:30 (UTC−5)
Del Valle Gol marcado aos 19 minutos de jogo 19', Gol marcado aos 34 minutos de jogo 34', Gol marcado aos 78 minutos de jogo 78'
Quiñónes Gol marcado aos 66 minutos de jogo 66'
Relatório Público: 24 309[75]
Árbitro: EquadorECU Carlos Orbe
18 de abril Independiente Argentina 0 – 1 Brasil Corinthians Estádio Libertadores de América, Avellaneda
21:45 (UTC−3)
Relatório Jadson Gol marcado aos 80 minutos de jogo 80' Público: 38 500[76]
Árbitro: UruguaiURU Daniel Fedorczuk

24 de abril Deportivo Lara Venezuela 2 – 1 Colômbia Millonarios Estádio Metropolitano, Cabudare
18:15 (UTC−4)
Sierra Gol marcado aos 9 minutos de jogo 9', Gol marcado aos 27 minutos de jogo 27' (pen) Relatório Del Valle Gol marcado aos 69 minutos de jogo 69' (pen) Público: 9 103[77]
Árbitro: PeruPER Michael Espinoza
2 de maio Corinthians Brasil 1 – 2 Argentina Independiente Arena Corinthians, São Paulo
21:45 (UTC−3)
Jadson Gol marcado aos 31 minutos de jogo 31' Relatório Benítez Gol marcado aos 1 minutos de jogo 1'
Romero Gol contra marcado aos 24 minutos de jogo 24' (g.c.)
Público: 34 287[78]
Árbitro: PeruPER Víctor Carrillo

17 de maio Millonarios Colômbia 1 – 1 Argentina Independiente Estádio El Campín, Bogotá
19:30 (UTC−5)
Cadavid Gol marcado aos 58 minutos de jogo 58' (pen) Relatório Giglotti Gol marcado aos 74 minutos de jogo 74' Público: 18 634[79]
Árbitro: ChileCHI Roberto Tobar
17 de maio Deportivo Lara Venezuela 2 – 7 Brasil Corinthians Estádio Metropolitano, Cabudare
20:30 (UTC−4)
Reyes Gol marcado aos 45 minutos de jogo 45'
Hernández Gol marcado aos 76 minutos de jogo 76'
Relatório Jadson Gol marcado aos 10 minutos de jogo 10', Gol marcado aos 31 minutos de jogo 31' (pen), Gol marcado aos 51 minutos de jogo 51'
Sidcley Gol marcado aos 69 minutos de jogo 69'
Romero Gol marcado aos 85 minutos de jogo 85'
Junior Dutra Gol marcado aos 90+9 minutos de jogo 90+9', Gol marcado aos 90+11 minutos de jogo 90+11'
Público: 20 000[80]
Árbitro: UruguaiURU Andrés Cunha

24 de maio Independiente Argentina 2 – 0 Venezuela Deportivo Lara Estádio Libertadores de América, Avellaneda
21:30 (UTC−3)
Benítez Gol marcado aos 37 minutos de jogo 37'
Gigliotti Gol marcado aos 80 minutos de jogo 80'
Relatório Árbitro: ParaguaiPAR Éber Aquino
24 de maio Corinthians Brasil 0 – 1 Colômbia Millonarios Arena Corinthians, São Paulo
21:30 (UTC−3)
Relatório Carrillo Gol marcado aos 72 minutos de jogo 72' Público: 30 340[81]
Árbitro: PeruPER Diego Haro

Grupo H[editar | editar código-fonte]

Pos.
Equipe
Pts J V E D GP GC SG
1 Brasil Palmeiras 16 6 5 1 0 14 3 +11
2 Argentina Boca Juniors 9 6 2 3 1 8 4 +4
3 Colômbia Junior Barranquilla 7 6 2 1 3 5 8 –3
4 Peru Alianza Lima 1 6 0 1 5 1 13 –12
  BOC PAL ALI JUN
Boca Juniors 0–2 5–0 1–0
Palmeiras 1–1 2–0 3–1
Alianza Lima 0–0 1–3 0–2
Junior Barranquilla 1–1 0–3 1–0
1 de março Alianza Lima Peru 0 – 0 Argentina Boca Juniors Estádio Nacional, Lima
19:30 (UTC−5)
Relatório Público: 36 503[82]
Árbitro: UruguaiURU Daniel Fedorczuk
1 de março Junior Barranquilla Colômbia 0 – 3 Brasil Palmeiras Estádio Metropolitano, Barranquilla
19:30 (UTC−5)
Relatório Bruno Henrique Gol marcado aos 19 minutos de jogo 19', Gol marcado aos 70 minutos de jogo 70'
Borja Gol marcado aos 51 minutos de jogo 51'
Público: 28 753[83]
Árbitro: ParaguaiPAR Enrique Cáceres

3 de abril Palmeiras Brasil 2 – 0 Peru Alianza Lima Allianz Parque, São Paulo
21:30 (UTC−3)
Thiago Martins Gol marcado aos 10 minutos de jogo 10'
Borja Gol marcado aos 46 minutos de jogo 46'
Relatório Público: 30 456[84]
Árbitro: VenezuelaVEN José Argote
4 de abril Boca Juniors Argentina 1 – 0 Colômbia Junior Barranquilla Estádio La Bombonera, Buenos Aires
21:45 (UTC−3)
Pavón Gol marcado aos 27 minutos de jogo 27' Relatório Público: 47 546[85]
Árbitro: ParaguaiPAR Ulises Mereles

11 de abril Palmeiras Brasil 1 – 1 Argentina Boca Juniors Allianz Parque, São Paulo
21:45 (UTC−3)
Keno Gol marcado aos 89 minutos de jogo 89' Relatório Tévez Gol marcado aos 90+1 minutos de jogo 90+1' Público: 37 192[86]
Árbitro: UruguaiURU Andrés Cunha
19 de abril Alianza Lima Peru 0 – 2 Colômbia Junior Barranquilla Estádio Alejandro Villanueva, Lima
19:30 (UTC−5)
Relatório Chará Gol marcado aos 9 minutos de jogo 9'
Álvez Gol marcado aos 82 minutos de jogo 82'
Público: 15 400[87]
Árbitro: EquadorECU Roddy Zambrano

25 de abril Boca Juniors Argentina 0 – 2 Brasil Palmeiras Estádio La Bombonera, Buenos Aires
21:45 (UTC−3)
Relatório Keno Gol marcado aos 39 minutos de jogo 39'
Lucas Lima Gol marcado aos 66 minutos de jogo 66'
Público: 45 200[88]
Árbitro: ChileCHI Roberto Tobar
26 de abril Junior Barranquilla Colômbia 1 – 0 Peru Alianza Lima Estádio Metropolitano, Barranquilla
19:30 (UTC−5)
Ruiz Gol marcado aos 60 minutos de jogo 60' Relatório Público: 29 000[89]
Árbitro: VenezuelaVEN Alexis Herrera

2 de maio Junior Barranquilla Colômbia 1 – 1 Argentina Boca Juniors Estádio Metropolitano, Barranquilla
17:15 (UTC−5)
Ruiz Gol marcado aos 32 minutos de jogo 32' Relatório Ruiz Gol contra marcado aos 50 minutos de jogo 50' (g.c.) Público: 44 195[90]
Árbitro: EquadorECU Roddy Zambrano
3 de maio Alianza Lima Peru 1 – 3 Brasil Palmeiras Estádio Alejandro Villanueva, Lima
19:30 (UTC−5)
Cruzado Gol marcado aos 71 minutos de jogo 71' (pen.) Relatório Willian Gol marcado aos 19 minutos de jogo 19'
Hyoran Gol marcado aos 31 minutos de jogo 31'
Borja Gol marcado aos 66 minutos de jogo 66'
Público: 15 793[91]
Árbitro: BolíviaBOL Gery Vargas

16 de maio Boca Juniors Argentina 5 – 0 Peru Alianza Lima Estádio La Bombonera, Buenos Aires
21:45 (UTC−3)
Cardona Gol marcado aos 11 minutos de jogo 11'
Fabra Gol marcado aos 19 minutos de jogo 19'
Ábila Gol marcado aos 34 minutos de jogo 34', Gol marcado aos 41 minutos de jogo 41'
Tévez Gol marcado aos 54 minutos de jogo 54'
Relatório Público: 50 000[92]
Árbitro: ParaguaiPAR Mario Díaz de Vivar
16 de maio Palmeiras Brasil 3 – 1 Colômbia Junior Barranquilla Allianz Parque, São Paulo
21:45 (UTC−3)
Borja Gol marcado aos 51 minutos de jogo 51', Gol marcado aos 59 minutos de jogo 59', Gol marcado aos 68 minutos de jogo 68' Relatório Gutiérrez Gol marcado aos 66 minutos de jogo 66' Público: 25 787[93]
Árbitro: ParaguaiPAR Enrique Cáceres

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b «Programa de partidos de la CONMEBOL Libertadores 2018» (em espanhol). CONMEBOL. 21 de dezembro de 2017. Consultado em 23 de dezembro de 2017. 
  2. a b «Los Grupos y emparejamientos de la CONMEBOL Libertadores 2018» (em espanhol). CONMEBOL. 20 de dezembro de 2017. Consultado em 23 de dezembro de 2017. 
  3. «Reglamento CONMEBOL Libertadores 2018» (em espanhol). CONMEBOL. 30 de dezembro de 2017. Consultado em 27 de janeiro de 2018. 
  4. «Copa Libertadores 2018 » Grupo 1 » Monagas - Cerro Porteño 0:2». Worldfootball.net. 27 de fevereiro de 2018. Consultado em 8 de março de 2018. 
  5. «Copa Libertadores 2018 » Grupo 1 » Defensor Sporting - Grêmio Porto Alegre 1:1». Worldfootball.net. 27 de fevereiro de 2018. Consultado em 8 de março de 2018. 
  6. «Copa Libertadores 2018 » Grupo 1 » Cerro Porteño - Defensor Sporting 2:1». Worldfootball.net. 13 de março de 2018. Consultado em 10 de abril de 2018. 
  7. «Após sofrer no primeiro tempo, Grêmio deslancha no segundo e goleia Monagas». GloboEsporte.com. 4 de abril de 2018. Consultado em 10 de abril de 2018. 
  8. «Copa Libertadores 2018 » Grupo 1 » Defensor Sporting - Monagas 3:1». Worldfootball.net. 17 de abril de 2018. Consultado em 22 de abril de 2018. 
  9. «Copa Libertadores 2018 » Grupo 1 » Cerro Porteño - Grêmio Porto Alegre 0:0». Worldfootball.net. 17 de abril de 2018. Consultado em 22 de abril de 2018. 
  10. «Copa Libertadores 2018 » Grupo 1 » Monagas - Defensor Sporting 1:0». Worldfootball.net. 25 de abril de 2018. Consultado em 27 de abril de 2018. 
  11. «Grêmio dá show na Arena, goleia Cerro Porteño e assume a liderança do Grupo 1». GloboEsporte.com. 1 de maio de 2018. Consultado em 1 de maio de 2018. 
  12. «Copa Libertadores 2018 » Grupo 1 » Defensor Sporting - Cerro Porteño 0:1». Worldfootball.net. 15 de maio de 2018. Consultado em 23 de maio de 2018. 
  13. «Copa Libertadores 2018 » Grupo 1 » Monagas - Grêmio Porto Alegre 1:2». Worldfootball.net. 15 de maio de 2018. Consultado em 23 de maio de 2018. 
  14. «Luan decide, Grêmio vence Defensor e fica com 2ª melhor campanha geral». UOL Esporte. 23 de maio de 2018. Consultado em 23 de maio de 2018. 
  15. «Copa Libertadores 2018 » Grupo 2 » Colo-Colo - Atlético Nacional 0:1». Worldfootball.net. 27 de fevereiro de 2018. Consultado em 8 de março de 2018. 
  16. «Copa Libertadores 2018 » Grupo 2 » Delfín SC - Bolívar 1:1». Worldfootball.net. 28 de fevereiro de 2018. Consultado em 8 de março de 2018. 
  17. «Copa Libertadores 2018 » Grupo 2 » Bolívar - Colo-Colo 1:1». Worldfootball.net. 14 de março de 2018. Consultado em 10 de abril de 2018. 
  18. «Copa Libertadores 2018 » Grupo 2 » Atlético Nacional - Delfín SC 4:0». Worldfootball.net. 14 de março de 2018. Consultado em 10 de abril de 2018. 
  19. «Copa Libertadores 2018 » Grupo 2 » Colo-Colo - Delfín SC 0:2». Worldfootball.net. 5 de abril de 2018. Consultado em 15 de abril de 2018. 
  20. «Copa Libertadores 2018 » Grupo 2 » Bolívar - Atlético Nacional 1:0». Worldfootball.net. 5 de abril de 2018. Consultado em 15 de abril de 2018. 
  21. «Copa Libertadores 2018 » Grupo 2 » Atlético Nacional - Bolívar 4:1». Worldfootball.net. 24 de abril de 2018. Consultado em 27 de abril de 2018. 
  22. «Copa Libertadores 2018 » Grupo 2 » Delfín SC - Colo-Colo 1:2». Worldfootball.net. 2 de maio de 2018. Consultado em 11 de maio de 2018. 
  23. «Copa Libertadores 2018 » Grupo 2 » Delfín SC - Atlético Nacional 1:0». Worldfootball.net. 15 de maio de 2018. Consultado em 23 de maio de 2018. 
  24. «Copa Libertadores 2018 » Grupo 2 » Colo-Colo - Bolívar 2:0». Worldfootball.net. 15 de maio de 2018. Consultado em 23 de maio de 2018. 
  25. «Copa Libertadores 2018 » Grupo 2 » Atlético Nacional - Colo-Colo 0:0». Worldfootball.net. 24 de maio de 2018. Consultado em 4 de junho de 2018. 
  26. «Copa Libertadores 2018 » Grupo 2 » Bolívar - Delfín SC 2:1». Worldfootball.net. 24 de maio de 2018. Consultado em 4 de junho de 2018. 
  27. «Copa Libertadores 2018 » Grupo 3 » Atlético Tucumán - Libertad 0:2». Worldfootball.net. 13 de março de 2018. Consultado em 10 de abril de 2018. 
  28. «Copa Libertadores 2018 » Grupo 3 » The Strongest - CA Peñarol 1:0». Worldfootball.net. 15 de março de 2018. Consultado em 10 de abril de 2018. 
  29. «Copa Libertadores 2018 » Grupo 3 » Libertad - The Strongest 3:0». Worldfootball.net. 3 de abril de 2018. Consultado em 10 de abril de 2018. 
  30. «Copa Libertadores 2018 » Grupo 3 » CA Peñarol - Atlético Tucumán 3:1». Worldfootball.net. 4 de abril de 2018. Consultado em 10 de abril de 2018. 
  31. «Copa Libertadores 2018 » Grupo 3 » The Strongest - Atlético Tucumán 1:2». Worldfootball.net. 18 de abril de 2018. Consultado em 24 de abril de 2018. 
  32. «Copa Libertadores 2018 » Grupo 3 » Libertad - CA Peñarol 2:1». Worldfootball.net. 18 de abril de 2018. Consultado em 24 de abril de 2018. 
  33. «Copa Libertadores 2018 » Grupo 3 » Atlético Tucumán - The Strongest 3:0». Worldfootball.net. 25 de abril de 2018. Consultado em 27 de abril de 2018. 
  34. «Copa Libertadores 2018 » Grupo 3 » CA Peñarol - Libertad 2:0». Worldfootball.net. 26 de abril de 2018. Consultado em 1 de maio de 2018. 
  35. «Copa Libertadores 2018 » Grupo 3 » Atlético Tucumán - CA Peñarol 1:0». Worldfootball.net. 2 de maio de 2018. Consultado em 11 de maio de 2018. 
  36. «Copa Libertadores 2018 » Grupo 3 » The Strongest - Libertad 1:3». Worldfootball.net. 3 de maio de 2018. Consultado em 11 de maio de 2018. 
  37. «Copa Libertadores 2018 » Grupo 3 » Libertad - Atlético Tucumán 0:0». Worldfootball.net. 17 de maio de 2018. Consultado em 23 de maio de 2018. 
  38. «Copa Libertadores 2018 » Grupo 3 » CA Peñarol - The Strongest 2:0». Worldfootball.net. 17 de maio de 2018. Consultado em 23 de maio de 2018. 
  39. «Conmebol mantém punição ao Fla na Libertadores e time joga com portões fechados contra o River». Extra. 23 de fevereiro de 2018. Consultado em 27 de fevereiro de 2018. 
  40. «Copa Libertadores 2018 » Grupo 4 » Santa Fe - CS Emelec 1:1». Worldfootball.net. 1 de março de 2018. Consultado em 8 de março de 2018. 
  41. «Copa Libertadores 2018 » Grupo 4 » CS Emelec - Flamengo RJ 1:2». Worldfootball.net. 14 de março de 2018. Consultado em 10 de abril de 2018. 
  42. «Copa Libertadores 2018 » Grupo 4 » River Plate - Santa Fe 0:0». Worldfootball.net. 5 de abril de 2018. Consultado em 15 de abril de 2018. 
  43. «Fla muda planos, e jogo contra Santa Fé com portões fechados será no Maracanã». GloboEsporte.com. 11 de abril de 2018. Consultado em 11 de abril de 2018. 
  44. «Copa Libertadores 2018 » Grupo 4 » CS Emelec - River Plate 0:1». Worldfootball.net. 19 de abril de 2018. Consultado em 24 de abril de 2018. 
  45. «Copa Libertadores 2018 » Grupo 4 » Santa Fe - Flamengo RJ 0:0». Worldfootball.net. 25 de abril de 2018. Consultado em 27 de abril de 2018. 
  46. «Copa Libertadores 2018 » Grupo 4 » River Plate - CS Emelec 2:1». Worldfootball.net. 26 de abril de 2018. Consultado em 1 de maio de 2018. 
  47. «Copa Libertadores 2018 » Grupo 4 » Santa Fe - River Plate 0:1». Worldfootball.net. 3 de maio de 2018. Consultado em 11 de maio de 2018. 
  48. «Flamengo vence Emelec e avança para as oitavas pela 1ª vez desde 2010». UOL Esporte. 16 de maio de 2018. Consultado em 17 de maio de 2018. 
  49. «Copa Libertadores 2018 » Grupo 5 » Racing Club - Cruzeiro EC 4:2». Worldfootball.net. 27 de fevereiro de 2018. Consultado em 8 de março de 2018. 
  50. «Defesa cochila, e Vasco perde para La U em estreia na fase de grupos da Libertadores». GloboEsporte.com. 13 de março de 2018. Consultado em 14 de março de 2018. 
  51. «Copa Libertadores 2018 » Grupo 5 » Universidad de Chile - Racing Club 1:1». Worldfootball.net. 3 de abril de 2018. Consultado em 10 de abril de 2018. 
  52. «Em jogo fraco, brasileiros não balançam as redes e seguem sem vencer no grupo 5». GloboEsporte.com. 4 de abril de 2018. Consultado em 10 de abril de 2018. 
  53. «Copa Libertadores 2018 » Grupo 5 » Racing Club - Vasco da Gama 4:0». Worldfootball.net. 19 de abril de 2018. Consultado em 24 de abril de 2018. 
  54. «Copa Libertadores 2018 » Grupo 5 » Universidad de Chile - Cruzeiro EC 0:0». Worldfootball.net. 19 de abril de 2018. Consultado em 24 de abril de 2018. 
  55. «Cruzeiro dá show, humilha Universidad de Chile no Mineirão e segue vivo na Libertadores». GloboEsporte.com. 26 de abril de 2018. Consultado em 26 de abril de 2018. 
  56. «Ainda dá! Com um a menos, Vasco empata com Racing e mantém esperança de vaga». GloboEsporte.com. 26 de abril de 2018. Consultado em 26 de abril de 2018. 
  57. «Cruzeiro goleia o Vasco, encaminha vaga e elimina clube carioca da Libertadores». GloboEsporte.com. 2 de maio de 2018. Consultado em 2 de maio de 2018. 
  58. «Copa Libertadores 2018 » Grupo 5 » Racing Club - Universidad de Chile 1:0». Worldfootball.net. 3 de maio de 2018. Consultado em 23 de maio de 2018. 
  59. «Cruzeiro bate Racing em BH e se garante como 1º do grupo na Libertadores». Worldfootball.net. 22 de maio de 2018. Consultado em 23 de maio de 2018. 
  60. «Copa Libertadores 2018 » Grupo 6 » Nacional - Estudiantes de La Plata 0:0». Worldfootball.net. 28 de fevereiro de 2018. Consultado em 8 de março de 2018. 
  61. «Copa Libertadores 2018 » Grupo 6 » Real Garcilaso - Santos FC 2:0». Worldfootball.net. 1 de março de 2018. Consultado em 8 de março de 2018. 
  62. «Copa Libertadores 2018 » Grupo 6 » Estudiantes de La Plata - Real Garcilaso 3:0». Worldfootball.net. 14 de março de 2018. Consultado em 10 de abril de 2018. 
  63. «Gabigol é expulso, mas Rodrygo e Sasha dão vitória ao Santos sobre Nacional». GloboEsporte.com. 15 de março de 2018. Consultado em 15 de março de 2018. 
  64. «Copa Libertadores 2018 » Grupo 6 » Real Garcilaso - Nacional 0:0». Worldfootball.net. 3 de abril de 2018. Consultado em 10 de abril de 2018. 
  65. «Copa Libertadores 2018 » Grupo 6 » Estudiantes de La Plata - Santos FC 0:1». Worldfootball.net. 5 de abril de 2018. Consultado em 15 de abril de 2018. 
  66. «Gabigol volta a marcar, Santos vence em casa e se aproxima das oitavas da Libertadores». GloboEsporte.com. 24 de abril de 2018. Consultado em 24 de abril de 2018. 
  67. «Copa Libertadores 2018 » Grupo 6 » Nacional - Real Garcilaso 4:0». Worldfootball.net. 25 de abril de 2018. Consultado em 27 de abril de 2018. 
  68. «Copa Libertadores 2018 » Grupo 6 » Real Garcilaso - Estudiantes de La Plata 0:0». Worldfootball.net. 1 de maio de 2018. Consultado em 11 de maio de 2018. 
  69. «Copa Libertadores 2018 » Grupo 6 » Nacional - Santos FC 1:0». Worldfootball.net. 1 de maio de 2018. Consultado em 11 de maio de 2018. 
  70. «Na Vila, Santos não sai do zero com o Real Garcilaso, mas termina em primeiro». GloboEsporte.com. 24 de maio de 2018. Consultado em 24 de maio de 2018. 
  71. «Copa Libertadores 2018 » Grupo 7 » Millonarios - Corinthians SP 0:0». Worldfootball.net. 28 de fevereiro de 2018. Consultado em 8 de março de 2018. 
  72. «Copa Libertadores 2018 » Grupo 7 » Deportivo Lara - Independiente 1:0». Worldfootball.net. 1 de março de 2018. Consultado em 8 de março de 2018. 
  73. «Com Sheik decisivo, Corinthians vence o Deportivo Lara e vira líder do Grupo 7». GloboEsporte.com. 14 de março de 2018. Consultado em 15 de março de 2018. 
  74. «Copa Libertadores 2018 » Grupo 7 » Independiente - Millonarios 1:0». Worldfootball.net. 15 de março de 2018. Consultado em 10 de abril de 2018. 
  75. «Copa Libertadores 2018 » Grupo 7 » Millonarios - Deportivo Lara 4:0». Worldfootball.net. 17 de abril de 2018. Consultado em 22 de abril de 2018. 
  76. «Copa Libertadores 2018 » Grupo 7 » Independiente - Corinthians SP 0:1». Worldfootball.net. 18 de abril de 2018. Consultado em 24 de abril de 2018. 
  77. «Copa Libertadores 2018 » Grupo 7 » Deportivo Lara - Millonarios 2:1». Worldfootball.net. 24 de abril de 2018. Consultado em 27 de abril de 2018. 
  78. «Corinthians joga muito mal e perde do Independiente em Itaquera; Sheik é expulso». GloboEsporte.com. 2 de maio de 2018. Consultado em 2 de maio de 2018. 
  79. «Copa Libertadores 2018 » Grupo 7 » Millonarios - Independiente 1:1». Worldfootball.net. 17 de maio de 2018. Consultado em 23 de maio de 2018. 
  80. «Copa Libertadores 2018 » Grupo 7 » Deportivo Lara - Corinthians SP 2:7». Worldfootball.net. 17 de maio de 2018. Consultado em 23 de maio de 2018. 
  81. «Na estreia de Osmar Loss, Corinthians perde para o Millonarios em Itaquera». GloboEsporte.com. 24 de maio de 2018. Consultado em 24 de maio de 2018. 
  82. «Copa Libertadores 2018 » Grupo 8 » Alianza Lima - Boca Juniors 0:0». Worldfootball.net. 1 de março de 2018. Consultado em 8 de março de 2018. 
  83. «Copa Libertadores 2018 » Grupo 8 » Atlético Junior - SE Palmeiras 0:3». Worldfootball.net. 1 de março de 2018. Consultado em 8 de março de 2018. 
  84. «Vitória fácil e segura: em casa, Palmeiras mantém 100% na Libertadores». GloboEsporte.com. 3 de abril de 2018. Consultado em 10 de abril de 2018. 
  85. «Copa Libertadores 2018 » Grupo 8 » Boca Juniors - Atlético Junior 1:0». Worldfootball.net. 4 de abril de 2018. Consultado em 10 de abril de 2018. 
  86. «Com gols no fim do jogo, Palmeiras e Boca Juniors empatam pela Libertadores». GloboEsporte.com. 11 de abril de 2018. Consultado em 12 de abril de 2018. 
  87. «Copa Libertadores 2018 » Grupo 8 » Alianza Lima - Atlético Junior 0:2». Worldfootball.net. 19 de abril de 2018. Consultado em 24 de abril de 2018. 
  88. «Copa Libertadores 2018 » Grupo 8 » Boca Juniors - SE Palmeiras 0:2». Worldfootball.net. 25 de abril de 2018. Consultado em 27 de abril de 2018. 
  89. «Copa Libertadores 2018 » Grupo 8 » Atlético Junior - Alianza Lima 1:0». Worldfootball.net. 26 de abril de 2018. Consultado em 11 de maio de 2018. 
  90. «Copa Libertadores 2018 » Grupo 8 » Atlético Junior - Boca Juniors 1:1». Worldfootball.net. 2 de maio de 2018. Consultado em 11 de maio de 2018. 
  91. «Copa Libertadores 2018 » Grupo 8 » Alianza Lima - SE Palmeiras 1:3». Worldfootball.net. 3 de maio de 2018. Consultado em 23 de maio de 2018. 
  92. «Copa Libertadores 2018 » Grupo 8 » Boca Juniors - Alianza Lima 5:0». Worldfootball.net. 16 de maio de 2018. Consultado em 23 de maio de 2018. 
  93. «Palmeiras vence o Junior Barranquilla e se garante como o melhor da Libertadores». GloboEsporte.com. 16 de maio de 2018. Consultado em 16 de maio de 2018. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]