Resultados da fase final da Copa Libertadores da América de 2020

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

A fase final da Copa Libertadores da América de 2020 compreende as disputas de oitavas de final, quartas de final, semifinal e final. As equipes se enfrentam em jogos eliminatórios de ida e volta em cada fase, e a que somar mais pontos se classifica as fases seguintes.

Critérios de desempate[editar | editar código-fonte]

Se em um cruzamento as determinadas equipes igualarem em pontos, o primeiro critério de desempate será o saldo de gols. Caso empatem no saldo, o gol marcado na casa do adversário entra em consideração. Persistindo o empate, a vaga será decidida em disputa por pênaltis. Apenas na final uma prorrogação será disputada em caso de empate no tempo regulamentar, seguido de disputa de pênaltis em persistindo a igualdade.[1]

Sorteio[editar | editar código-fonte]

Para determinar todos os cruzamentos da fase final, foi realizado um sorteio no Centro de Convenções da CONMEBOL em Luque, no Paraguai, em 23 de outubro.[2]

A distribuição das equipes através dos potes foi determinada levando em consideração o desempenho na fase de grupos. As equipes que finalizaram em primeiro lugar nos grupos encontraram-se no Pote 1, e as equipes que se classificaram em segundo lugar no Pote 2.[3]

Equipes classificadas

Entre parêntesis o ranking entre os classificados da fase de grupos.

Grupo Líderes de grupo (Pote 1) Vice-líderes de grupo (Pote 2)
A Brasil Flamengo (3) Equador Independiente del Valle (11)
B Brasil Palmeiras (1) Paraguai Guaraní (10)
C Bolívia Jorge Wilstermann (8) Brasil Athletico Paranaense (13)
D Argentina River Plate (6) Equador LDU Quito (12)
E Brasil Grêmio (7) Brasil Internacional (14)
F Uruguai Nacional (4) Argentina Racing (9)
G Brasil Santos (2) Equador Delfín (15)
H Argentina Boca Juniors (5) Paraguai Libertad (16)

Além de determinar os potes, o desempenho das equipes na fase de grupos também determina os mandos de campo até a semifinal, sendo que os primeiros dos grupos estão ranqueados de 1 a 8 e os segundo colocados de 9 a 16. Num cruzamento a equipe de melhor ranking sempre realiza o jogo de volta em casa.[1]

Esquema[editar | editar código-fonte]

Os times que estão na parte superior do confronto possuem o mando de campo no primeiro jogo e em negrito os times classificados.

Oitavas de final Quartas de final Semifinais Final
 24 de novembro a 9 de dezembro  8 a 23 de dezembro  5 a 13 de janeiro  30 de janeiro
                                         
 Brasil Athletico Paranaense 1 0 1  
 Argentina River Plate 1 1 2  
   Argentina River Plate 2 6 8  
   Uruguai Nacional 0 2 2  
 Equador Independiente del Valle 0 0 0 (2)
 Uruguai Nacional (pen) 0 0 0 (4)  
   Argentina River Plate 0 2 2  
   Brasil Palmeiras 3 0 3  
 Paraguai Libertad 3 2 5  
 Bolívia Jorge Wilstermann 1 0 1  
   Paraguai Libertad 1 0 1
   Brasil Palmeiras 1 3 4  
 Equador Delfín 1 0 1
 Brasil Palmeiras 3 5 8  
   Brasil Palmeiras
   Brasil Santos
 Argentina Racing (pen) 1 1 2 (5)  
 Brasil Flamengo 1 1 2 (3)  
   Argentina Racing 1 0 1
   Argentina Boca Juniors 0 2 2  
 Brasil Internacional 0 1 1 (4)
 Argentina Boca Juniors (pen) 1 0 1 (5)  
   Argentina Boca Juniors 0 0 0
   Brasil Santos 0 3 3  
 Paraguai Guaraní 0 0 0  
 Brasil Grêmio 2 2 4  
   Brasil Grêmio 1 1 2
   Brasil Santos 1 4 5  
 Equador LDU Quito 1 1 2
 Brasil Santos (gf) 2 0 2  

Oitavas de final[editar | editar código-fonte]

Chave Equipe 1 Total Equipe 2 Ida Volta
A Guaraní Paraguai 0–4 Brasil Grêmio 0–2 0–2
B Independiente del Valle Equador 0–0 (2–4 p) Uruguai Nacional 0–0 0–0
C Delfín Equador 1–8 Brasil Palmeiras 1–3 0–5
D Internacional Brasil 1–1 (4–5 p) Argentina Boca Juniors 0–1 1–0
E Racing Argentina 2–2 (5–3 p) Brasil Flamengo 1–1 1–1
F Libertad Paraguai 5–1 Bolívia Jorge Wilstermann 3–1 2–0
G Athletico Paranaense Brasil 1–2 Argentina River Plate 1–1 0–1
H LDU Quito Equador 2–2 (gf) Brasil Santos 1–2 1–0

Chave A[editar | editar código-fonte]

26 de novembro Guaraní Paraguai 0 – 2 Brasil Grêmio Estádio Defensores del Chaco, Assunção
21:30 (UTC−3)
Relatório Jean Pyerre Gol marcado aos 56 minutos de jogo 56'
Pepê Gol marcado aos 86 minutos de jogo 86'
Árbitro: EquadorECU Guillermo Guerrero

3 de dezembro Grêmio Brasil 2 – 0 Paraguai Guaraní Arena do Grêmio, Porto Alegre
21:30 (UTC−3)
Ferreira Gol marcado aos 3 minutos de jogo 3'
Rodrigues Gol marcado aos 90+7 minutos de jogo 90+7'
Relatório Árbitro: ColômbiaCOL Wilmar Roldán

Grêmio venceu por 4–0 no placar agregado.

Chave B[editar | editar código-fonte]

25 de novembro Independiente del Valle Equador 0 – 0 Uruguai Nacional Estádio Casa Blanca, Quito
17:15 (UTC−5)
Relatório Árbitro: BrasilBRA Raphael Claus

2 de dezembro Nacional Uruguai 0 – 0 Equador Independiente del Valle Estádio Gran Parque Central, Montevidéu
19:15 (UTC−3)
Relatório Árbitro: ParaguaiPAR Juan Benítez
    Penalidades  
Bergessio Convertido
Castro Convertido
Yacob Convertido
Carballo Erro
Martínez Convertido
4 – 2 Erro Pellerano
Convertido Mera
Convertido Torres
Erro Schunke
 

0–0 no placar agregado, Nacional venceu por 4–2 na disputa de pênaltis.

Chave C[editar | editar código-fonte]

25 de novembro Delfín Equador 1 – 3 Brasil Palmeiras Estádio Jocay, Manta
17:15 (UTC−5)
Ramires Gol contra marcado aos 69 minutos de jogo 69' (g.c.) Relatório Gabriel Menino Gol marcado aos 18 minutos de jogo 18'
Rony Gol marcado aos 36 minutos de jogo 36' (pen)
Zé Rafael Gol marcado aos 60 minutos de jogo 60'
Árbitro: UruguaiURU Leodán González

2 de dezembro Palmeiras Brasil 5 – 0 Equador Delfín Allianz Parque, São Paulo
19:15 (UTC−3)
Patrick de Paula Gol marcado aos 29 minutos de jogo 29'
Gabriel Veron Gol marcado aos 49 minutos de jogo 49', Gol marcado aos 60 minutos de jogo 60'
Willian Gol marcado aos 52 minutos de jogo 52'
Danilo Gol marcado aos 90+4 minutos de jogo 90+4'
Relatório Árbitro: ArgentinaARG Darío Herrera

Palmeiras venceu por 8–1 no placar agregado.

Chave D[editar | editar código-fonte]

2 de dezembro[a] Internacional Brasil 0 – 1 Argentina Boca Juniors Estádio Beira-Rio, Porto Alegre
21:30 (UTC−3)
Relatório Tévez Gol marcado aos 63 minutos de jogo 63' Árbitro: UruguaiURU Esteban Ostojich

9 de dezembro[a] Boca Juniors Argentina 0 – 1 Brasil Internacional Estádio La Bombonera, Buenos Aires
21:30 (UTC−3)
Relatório Fabra Gol contra marcado aos 48 minutos de jogo 48' (g.c.) Árbitro: ChileCHI Roberto Tobar
    Penalidades  
Tévez Convertido
Cardona Erro (defesa)
Salvio Convertido
Fabra Convertido
Izquierdoz Convertido
Jara Convertido
5 – 4 Convertido Rodinei
Convertido Edenílson
Erro (fora) Lindoso
Convertido Yuri Alberto
Convertido Fernández
Erro (fora) Peglow
 

1–1 no placar agregado, Boca Juniors venceu por 5–4 na disputa de pênaltis.

Chave E[editar | editar código-fonte]

24 de novembro Racing Argentina 1 – 1 Brasil Flamengo Estádio El Cilindro, Avellaneda
21:30 (UTC−3)
Fértoli Gol marcado aos 13 minutos de jogo 13' Relatório Gabriel Gol marcado aos 15 minutos de jogo 15' Árbitro: VenezuelaVEN Alexis Herrera

1 de dezembro Flamengo Brasil 1 – 1 Argentina Racing Estádio do Maracanã, Rio de Janeiro
21:30 (UTC−3)
Willian Arão Gol marcado aos 90+3 minutos de jogo 90+3' Relatório Sigali Gol marcado aos 65 minutos de jogo 65' Árbitro: ChileCHI Roberto Tobar
    Penalidades  
Filipe Luís Convertido
Gerson Convertido
Pedro Convertido
Willian Arão Erro (defesa)
3 – 5 Convertido López
Convertido Rojas
Convertido Sigali
Convertido Alcaraz
Convertido Domínguez
 

2–2 no placar agregado, Racing venceu por 5–3 na disputa de pênaltis.

Chave F[editar | editar código-fonte]

25 de novembro Libertad Paraguai 3 – 1 Bolívia Jorge Wilstermann Estádio General Pablo Rojas, Assunção
21:30 (UTC−3)
Enciso Gol marcado aos 46 minutos de jogo 46'
Cardozo Gol marcado aos 69 minutos de jogo 69'
Martínez Gol marcado aos 90+6 minutos de jogo 90+6'
Relatório Osorio Gol marcado aos 74 minutos de jogo 74' Árbitro: BrasilBRA Anderson Daronco

2 de dezembro Jorge Wilstermann Bolívia 0 – 2 Paraguai Libertad Estádio Félix Capriles, Cochabamba
20:30 (UTC−4)
Relatório Cardozo Gol marcado aos 67 minutos de jogo 67', Gol marcado aos 79 minutos de jogo 79' Árbitro: ArgentinaARG Patricio Loustau

Libertad venceu por 5–1 no placar agregado.

Chave G[editar | editar código-fonte]

24 de novembro Athletico Paranaense Brasil 1 – 1 Argentina River Plate Arena da Baixada, Curitiba
19:15 (UTC−3)
Bissoli Gol marcado aos 57 minutos de jogo 57' Relatório Díaz Gol marcado aos 90 minutos de jogo 90' Árbitro: ColômbiaCOL Andrés Rojas

1 de dezembro River Plate Argentina 1 – 0 Brasil Athletico Paranaense Estádio Libertadores de América, Avellaneda
19:15 (UTC−3)
De La Cruz Gol marcado aos 84 minutos de jogo 84' Relatório Árbitro: VenezuelaVEN Jesús Valenzuela

River Plate venceu por 2–1 no placar agregado.

Chave H[editar | editar código-fonte]

24 de novembro LDU Quito Equador 1 – 2 Brasil Santos Estádio Casa Blanca, Quito
17:15 (UTC−5)
Julio Gol marcado aos 45+2 minutos de jogo 45+2' Relatório Soteldo Gol marcado aos 7 minutos de jogo 7'
Marinho Gol marcado aos 59 minutos de jogo 59' (pen)
Árbitro: ArgentinaARG Fernando Rapallini

1 de dezembro Santos Brasil 0 – 1 Equador LDU Quito Estádio Vila Belmiro, Santos
19:15 (UTC−3)
Relatório Zunino Gol marcado aos 66 minutos de jogo 66' Árbitro: ArgentinaARG Néstor Pitana

2–2 no placar agregado, Santos avançou pela regra do gol fora de casa.

Quartas de final[editar | editar código-fonte]

Chave Equipe 1 Total Equipe 2 Ida Volta
S1 Grêmio Brasil 2–5 Brasil Santos 1–1 1–4
S2 River Plate Argentina 8–2 Uruguai Nacional 2–0 6–2
S3 Libertad Paraguai 1–4 Brasil Palmeiras 1–1 0–3
S4 Racing Argentina 1–2 Argentina Boca Juniors 1–0 0–2

Chave S1[editar | editar código-fonte]

9 de dezembro Grêmio Brasil 1 – 1 Brasil Santos Arena do Grêmio, Porto Alegre
19:15 (UTC−3)
Diego Souza Gol marcado aos 90+12 minutos de jogo 90+12' (pen) Relatório Kaio Jorge Gol marcado aos 36 minutos de jogo 36' Árbitro: ParaguaiPAR Juan Benítez

16 de dezembro Santos Brasil 4 – 1 Brasil Grêmio Estádio Vila Belmiro, Santos
19:15 (UTC−3)
Kaio Jorge Gol marcado aos 1 minutos de jogo 1', Gol marcado aos 54 minutos de jogo 54'
Marinho Gol marcado aos 16 minutos de jogo 16'
Laércio Gol marcado aos 83 minutos de jogo 83'
Relatório Thaciano Gol marcado aos 81 minutos de jogo 81' Árbitro: ColômbiaCOL Wilmar Roldán

Santos venceu por 5–2 no placar agregado.

Chave S2[editar | editar código-fonte]

10 de dezembro River Plate Argentina 2 – 0 Uruguai Nacional Estádio Libertadores de América, Avellaneda
21:30 (UTC−3)
Montiel Gol marcado aos 67 minutos de jogo 67' (pen)
Zuculini Gol marcado aos 90+6 minutos de jogo 90+6'
Relatório Árbitro: ColômbiaCOL Andrés Rojas

17 de dezembro Nacional Uruguai 2 – 6 Argentina River Plate Estádio Gran Parque Central, Montevidéu
21:30 (UTC−3)
Cougo Gol marcado aos 45+1 minutos de jogo 45+1'
Rodríguez Gol marcado aos 54 minutos de jogo 54'
Relatório Carrascal Gol marcado aos 28 minutos de jogo 28'
De La Cruz Gol marcado aos 45 minutos de jogo 45'
Zuculini Gol marcado aos 50 minutos de jogo 50'
Borré Gol marcado aos 67 minutos de jogo 67', Gol marcado aos 73 minutos de jogo 73', Gol marcado aos 80 minutos de jogo 80'
Árbitro: ChileCHI Roberto Tobar

River Plate venceu por 8–2 no placar agregado.

Chave S3[editar | editar código-fonte]

8 de dezembro Libertad Paraguai 1 – 1 Brasil Palmeiras Estádio Defensores del Chaco, Assunção
21:30 (UTC−3)
Espinoza Gol marcado aos 62 minutos de jogo 62' Relatório Gómez Gol marcado aos 39 minutos de jogo 39' Árbitro: ArgentinaARG Fernando Rapallini

15 de dezembro Palmeiras Brasil 3 – 0 Paraguai Libertad Allianz Parque, São Paulo
21:30 (UTC−3)
Gustavo Scarpa Gol marcado aos 21 minutos de jogo 21'
Rony Gol marcado aos 68 minutos de jogo 68'
Gabriel Menino Gol marcado aos 82 minutos de jogo 82'
Relatório Árbitro: VenezuelaVEN Jesús Valenzuela

Palmeiras venceu por 4–1 no placar agregado.

Chave S4[editar | editar código-fonte]

16 de dezembro Racing Argentina 1 – 0 Argentina Boca Juniors Estádio El Cilindro, Avellaneda
21:30 (UTC−3)
Melgarejo Gol marcado aos 60 minutos de jogo 60' Relatório Árbitro: UruguaiURU Esteban Ostojich

23 de dezembro Boca Juniors Argentina 2 – 0 Argentina Racing Estádio La Bombonera, Buenos Aires
21:30 (UTC−3)
Salvio Gol marcado aos 23 minutos de jogo 23'
Villa Gol marcado aos 61 minutos de jogo 61' (pen)
Relatório Árbitro: ColômbiaCOL Wilmar Roldán

Boca Juniors venceu por 2–1 no placar agregado.

Semifinais[editar | editar código-fonte]

Chave Equipe 1 Total Equipe 2 Ida Volta
F1 Boca Juniors Argentina 0–3 Brasil Santos 0–0 0–3
F2 River Plate Argentina 2–3 Brasil Palmeiras 0–3 2–0

Chave F1[editar | editar código-fonte]

6 de janeiro de 2021 Boca Juniors Argentina 0 – 0 Brasil Santos Estádio La Bombonera, Buenos Aires
19:15 (UTC−3)
Relatório Árbitro: ChileCHI Roberto Tobar

13 de janeiro de 2021 Santos Brasil 3 – 0 Argentina Boca Juniors Estádio Vila Belmiro, Santos
19:15 (UTC−3)
Pituca Gol marcado aos 16 minutos de jogo 16'
Soteldo Gol marcado aos 49 minutos de jogo 49'
Lucas Braga Gol marcado aos 51 minutos de jogo 51'
Relatório Árbitro: ColômbiaCOL Wilmar Roldán

Santos venceu por 3–0 no placar agregado.

Chave F2[editar | editar código-fonte]

5 de janeiro de 2021 River Plate Argentina 0 – 3 Brasil Palmeiras Estádio Libertadores de América, Avellaneda
21:30 (UTC−3)
Relatório Rony Gol marcado aos 26 minutos de jogo 26'
Luiz Adriano Gol marcado aos 46 minutos de jogo 46'
Viña Gol marcado aos 61 minutos de jogo 61'
Árbitro: UruguaiURU Leodán González

12 de janeiro de 2021 Palmeiras Brasil 0 – 2 Argentina River Plate Allianz Parque, São Paulo
21:30 (UTC−3)
Relatório Rojas Gol marcado aos 29 minutos de jogo 29'
Borré Gol marcado aos 44 minutos de jogo 44'
Árbitro: UruguaiURU Esteban Ostojich

Palmeiras venceu por 3–2 no placar agregado.

Final[editar | editar código-fonte]

Nota: Equipe com melhor campanha na fase de grupos foi designada como equipe "mandante" para fins administrativos.

30 de janeiro de 2021 Palmeiras Brasil Brasil Santos Estádio do Maracanã, Rio de Janeiro
17:00 (UTC−3)

Ver também[editar | editar código-fonte]

Notas[editar | editar código-fonte]

  • A. ^ As partidas estavam originalmente marcadas para 25 de novembro, em Porto Alegre, e 2 de dezembro, em Buenos Aires, mas foram adiadas pela CONMEBOL devido a morte de Diego Maradona no dia em que a partida de ida seria disputada.[4]

Referências

  1. a b «Manual de Clubes / Reglamento Libertadores» (em espanhol). CONMEBOL. 17 de dezembro de 2019. Consultado em 25 de outubro de 2020 
  2. «Conmebol confirma sorteio das oitavas da Libertadores para 23 de outubro». SBT. 12 de outubro de 2020. Consultado em 23 de outubro de 2020 
  3. «Veja os potes do sorteio da Libertadores; quem seu time pode enfrentar». UOL. 23 de outubro de 2020. Consultado em 23 de outubro de 2020 
  4. «Conmebol adia jogo entre Inter e Boca Juniors após morte de Maradona». GloboEsporte.com. 25 de novembro de 2020. Consultado em 25 de novembro de 2020