Retábulo da Capela do Santíssimo (Riner)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Retábulo da Capela do Santíssimo
Autor Pedro Nunes
Data c. 1530
Técnica Pintura a óleo sobre madeira
Dimensões 430 cm  × 350 cm 
Localização Igreja do Santuário do Milagre, Riner

O Retábulo da Capela do Santíssimo do Santuário do Milagre, em Riner, na Catalunha, é um retábulo renascentista do ano 1530 com dezoito pinturas a óleo das quais dezasseis são provavelmente obra do pintor português Pedro Nunes que desenvolveu actividade em Barcelona, retábulo que está actualmente localizado na abside da capela do Santíssimo Sacramento à esquerda do presbitério da Igreja do Santuário.[1]

Trata-se provavelmente do retábulo maior da antiga igreja, tendo sido restaurado no início do século XX e adaptado à nova localização, tendo para tal sido acrescentando de duas pinturas, a Coroação da Virgem (no topo) e Caminho do Calvário com o episódio de Santa Verónica (no centro).[1]

O Retábulo apresenta muitas analogias com o da Santa Cruz na capela de Sant Feliu da igreja de São Justo e Pastor em Barcelona. Não se trata de um retábulo sobre os Mistérios do Santo Rosário, mas antes em torno da temática da devoção da Lamentação de Cristo que é tratado na predela.[1]

As 18 pinturas que englobam o políptico que faz parte do Retábulo são as seguintes: Anunciação (em duas pinturas), Natividade, Adoração dos Magos, Caminho do Calvário, Crucificação, Lamentação, Ressurreição, Ascensão de Cristo, Pentecostes, Morte da Virgem Maria, Coroação da Virgem Maria, e a representação de seis santos, São Pedro, São Sebastião, São Tomás, São Paulo, São Roque e São Lucas.

Descrição[editar | editar código-fonte]

No topo há uma pintura central que representa a Coroação da Virgem Maria pela Santíssima Trindade. Não é a pintura original, da qual de desconhece o tema nela representado, mas uma cópia da obra A coroação de Maria no céu (1635-1636) de Diego Velázquez.

De ambos os lados da Coroação de Maria estão duas pinturas triangulares que, em conjunto, representam a Anunciação. Na pintura do lado esquerdo está representado o Arcanjo Gabriel e na da direita a Virgem Maria.

Abaixo destas três pinturas, na parte central do retábulo, há nove pinturas rectangulares distribuídas em três fiadas.

A Capela do Santíssimo do Santuário do Milagre vendo-se o Retábulo sobre o altar.

As três pinturas da fiada de baixo, medindo 65 cm de altura por 78 cm de largura, cada uma, representam, da esquerda para a direita, a Natividade, a Lamentação de Cristo e a Adoração dos Magos.

As três pinturas da fiada do meio medindo 100 cm de altura e 82 cm de largura representam, também da esquerda para a direita, a Ressurreição, o Caminho do Calvário com o episódio de Santa Verônica e a Ascensão de Cristo.

E os três quadros da fiada de cima medindo 100 cm de altura e 82 cm de largura cada, representam, seguindo a mesma ordem, o Pentecostes, a Crucificação de Cristo e a Morte da Virgem Maria.

De ambos os lados das fiadas centrais e com a mesma altura, mas com menor largura, estão as representações de seis Santos.

O Retábulo foi sujeito a uma restauração-reparação em 1906 efectuada por Antoni Oliva e Pera de Jordi tendo sido instalado na sua posição actual.

Galeria[editar | editar código-fonte]

Grupo central Superior

Fiada central de cima

Fiada central do meio

Fiada central de baixo

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. a b c Nota sobre o Retábulo na página web do Santuário do Milagre, [1]

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

Ligação externa[editar | editar código-fonte]

  • Página web do Santuário do Milagre [2]