Revolta Dungan

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Revolta Dungan
Veselovski-1898-Yakub-Bek.jpg
Yakub Bek
Data 1862-1877
Local Shaanxi, Gansu, Ningxia e Xinjiang
Desfecho Vitória Qing
Combatentes
China Qing Dynasty Flag 1862.png Dinastia Qing Kashgaria (Rebeldes Uyghur) Rebeldes muçulmanos Hui
Principais líderes
Zuo Zongtang
Wang Dagui
Dong Fuxiang
Ma Zhan'ao
Ma Anliang
Ma Qianling
Ma Haiyan
Dolongga
Yakub Beg
Hsu Hsuehkung
Ma Hualong
T'o Ming

A Revolta Dungan foi uma guerra religiosa na China do século XIX. É também conhecida como Guerra das Minorias Hui ou Rebelião Muçulmana. O termo é por vezes utilizado para referir-se também a Revolta dos Panthay em Yunnan. Foi uma revolta de membros dos Hui e outros grupos étnicos muçulmanos na China em Shaanxi, Gansu e Ningxia, assim como na região de Xinjiang, entre 1862 e 1877.

O objetivo desta revolta foi o de criar um país muçulmano, na margem ocidental do rio Amarelo (Shaanxi, Gansu e Ningxia - excluindo a província de Xinjiang). Um equívoco comum é que era dirigido contra a dinastia Qing, mas não há evidências mostrando que todos tinham a intenção de atacar a capital Pequim. A revolta foi incentivada pelos líderes da Rebelião Taiping. Quando essa rebelião falhou, seguiram emigrações em massa da população Dungan para Rússia Imperial, Cazaquistão e Quirguistão. Antes da guerra, a população da província de Shaanxi, totalizava em cerca de 13 milhões de habitantes e pelo menos 1.750.000 eram Dungan (Hui). Após a guerra, a população total caiu para 7 milhões, pelo menos 150.000 fugiram. Entre 1648 e 1878, cerca de doze milhões de chineses Han e da etnia Hui morreram em dez revoltas sem êxito. Xi'an, capital da província de Shaanxi, era a cidade sagrada dos Hui antes da revolta, mas uma vez, a prosperidade das comunidades muçulmanas chinesas caíram 93% após a revolta na província de Shaanxi. [1][2][3]

Referências

  • Kim Hodong, "Holy War in China: The Muslim Rebellion and State in Chinese Central Asia, 1864-1877". Stanford University Press (March 2004). ISBN 0-8047-4884-5. (Searchable text available on Amazon.com)
  • Bruce Elleman, "Modern Chinese Warfare (Warfare and History)". 2001, ISBN 0-415-21474-2. (p. 65-, the section on "The Tungan Rebellion, 1862-73").