Revolta da Catraca

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Revolta da Catraca
uma ilustração licenciada gratuita seria bem-vinda
Geografia
País
Funcionamento
Estatuto

Revolta da Catraca foi o nome atribuído a uma mobilização da população da cidade brasileira de Florianópolis contra o aumento das tarifas de ônibus urbanos, que fechou as pontes de acesso à ilha e durou vários dias, nos anos de 2004 e 2005. O movimento desestabilizou os políticos da capital e é citado sempre que há movimentos de grevistas.

Alguns compararam esse movimento com a Novembrada e foi um dos marcos do Movimento Passe Livre em nível nacional no Brasil.

O estudante Marcelo Pomar, militante do Movimento Passe Livre, foi preso e acusado de liderar a revolta. Está sendo processado pelo Tribunal de Justiça sob a acusação de incitar linchamento.[1][2]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Elaine Tavares. «Violência em Florianópolis: e Estado de Direito é direito de quem?». Revista Caros Amigos. Consultado em 30 de janeiro de 2008. Arquivado do original em 11 de maio de 2008 
  2. «Movimento conquista a suspensão do aumento das tarifas». CMI Brasil. 22 de junho de 2005. Consultado em 26 de junho de 2013 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]