Riachão das Neves

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de Riachão das Neves
"Riachão"
"Relas"
Bandeira indisponível
Brasão indisponível
Bandeira indisponível Brasão indisponível
Hino
Fundação 1962 (55 anos)
Gentílico riachoense
Prefeito(a) Miguel Crisóstomo Borges Neto (DEM)
(2017–2020)
Localização
Localização de Riachão das Neves
Localização de Riachão das Neves na Bahia
Riachão das Neves está localizado em: Brasil
Riachão das Neves
Localização de Riachão das Neves no Brasil
11° 44' 45" S 44° 54' 36" O11° 44' 45" S 44° 54' 36" O
Unidade federativa Bahia Bahia
Mesorregião Extremo Oeste Baiano IBGE/2008 [1]
Microrregião Barreiras IBGE/2008 [1]
Municípios limítrofes Barreiras, Angical, Cotegipe, Luís Eduardo Magalhães, Formosa do Rio Preto e Santa Rita de Cássia
Distância até a capital 918 km
Características geográficas
Área 5 840,191 km² [2]
População 23 290 hab. IBGE/2016[3]
Densidade 3,99 hab./km²
Altitude 450 m
Clima Tropical Aw
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,578 baixo PNUD/2010 [4]
Gini 0,53 PNUD/2010[5]
PIB R$ 243 946,665 mil IBGE/2008[6]
PIB per capita R$ 10 465,77 IBGE/2008[6]
Página oficial

Riachão das Neves é um município brasileiro do estado da Bahia. Sua população estimada em 2016 era de 23.290 habitantes. Riachão fica a 87 km de Barreiras, principal cidade do oeste baiano, a qual se interliga com o município através da intersecção das rodovias federais BR 135 e BR 020.[7][8]

História[editar | editar código-fonte]

No ano de 1660 o então 32º Governador Geral do Brasil Dom João de Lan-Castro, autorizou uma expedição para navegar os afluentes do Rio São Francisco, entre eles Rio Grande, Rio Preto e Rio Corrente. 

Chegando mais precisamente no município da Barra a qual se tornou a primeira cidade da região no ano de 1.752, denominado vale do São Francisco o qual pertencia a Província de Pernambuco. A 2ª cidade da região foi Pilão Arcado em 1810 e logo após no ano de 1.820 a cidade de nossa origem, Campo Largo, hoje Cotegipe de onde Riachão das Neves foi desmembrado. 

A região em 1824 passou a integrar a província de Minas Gerais e em 1827, por outro ato provisório foi entregue a Província da Bahia, tudo isso pelo motivo que os Pernambucanos, liderados por Frei Caneca, não aceitarão a Constituição imposta pelo Imperador, e para castigar Pernambuco o Imperador tirou toda esta área que hoje é conhecida como Oeste Baiano da Província de Pernambuco. A partir daí passou a integrar a Sesmaria da Casa da Ponte de Antonio Guedes de Brito. 

Riachão das Neves no dia 26 de Julho de 1.934, foi elevado a Vila do município de Cotegipe, razão pela qual a padroeira do município é Nossa Senhora Sant`Ana. As chamas da emancipação política do município de Riachão ficarão claras em 1.954 quando o ilustre filho de Riachão o Sr. Nelson Carvalho da Cunha, se tornou prefeito em Cotegipe, vários ilustres filhos de Riachão foram vereadores pelo município de Cotegipe, alguns deles, Severiano Crisostomo, Joaquim Arruda, Armias Pereira de Matos, sem contar que antes teve outros tantos especiais entre estes, Joaquim Miguel dos Santos Bomfim, Aprígio Crisostomo Filho, Aylon Macedo, João Muniz de Souza, Salvador Gonçalves de Carvalho, José Antonio Borges, os quais foram decisivos para a emancipação política do município.

O tão sonhado dia pelo qual buscou vários que lutaram incansavelmente pela emancipação de Riachão aconteceu no dia 19 de Julho de 1.962, através da Lei 1.731, de autoria do saudoso Deputado Estadual Dr. Juarez de Souza o qual se tornou Patrono do município. 

Na verdade o topônimo originou-se da existência da Fazenda Neves que ainda existe e o riacho que banha a sede do município que é uma grande recordação principalmente para os mais velhos.

Formação Administrativa

Em divisões territoriais datadas de 31-XII-1936 e 31-XII-1937, figura no município de Cotegipe o distrito de Riachão das Neves. 

Assim permanecendo em divisão territorial datada de 1-VII-1960.

Elevado à categoria de município com a denominação de Riachão das Neves, pela lei estadual nº 1731, de 19-07-1962, desmembrado do município de Cotegipe. Sede no antigo distrito de Riachão das Neves. Constituído de 3 distritos: Riachão das Neves, Cariparé e São José do Rio Grande (ex-Nupeba), alterado pela mesma lei estadual acima citada, todos desmembrados de Cotegipe. Instalado em 07-04-1963.

Em divisão territorial datada de 31-XII-1963, o município é constituído de 3 distritos: Riachão das Neves, Cariparé e São José do Rio Grande. 

Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2007.

Turismo[editar | editar código-fonte]

Riachão das Neves é muito famosa por ter a Festa de Santana no mês de julho, juntamente com comemoração de seu aniversário de emancipação política no dia 19, que é somente o início, continuando assim os festejos até o dia da padroeira (26), com atrações locais e nacionais, o evento torna-se um dos maiores do oeste da Bahia. Riachão das Neves há vários pontos de Turismo como no distrito de São José do Rio Grande, onde passa o rio que o nomeia, navegava-se a vapor, pode-se nadar ou pescar, na orla há vários restaurantes aonde são servidos pratos típicos da região.  Riachão das Neves também encontra-se o distrito de Cariparé, terra de gente animada e hospitaleira, que no mês de agosto acontece a festa de São Lourenço, com bandas locais e de nível nacional, e ainda muita comida e bebida na pegada e derrubada do mastro "Pau Seco". O município conta com belas paisagens , a se ver pela subida da serra, bem próxima à cidade.

Referências

  1. a b «Divisão Territorial do Brasil». Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 1 de julho de 2008. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  2. IBGE (10 de outubro de 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 de dezembro de 2010 
  3. «Estimativa Populacional 2016». Estimativa Populacional 2016. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 2016. Consultado em 30 de junho de 2017 
  4. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2010. Consultado em 24 de agosto de 2013 
  5. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (2010). «Perfil do município de Riachão das Neves - BA». Atlas do Desenvolvimento Humano no Brasil 2013. Consultado em 26 de abril de 2014 
  6. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 de dezembro de 2010 
  7. Plano Diretor Urbano de Barreiras, programa de desenvolvimento municipal e infra-estrutura urbana, [1]
  8. «Barreiras, capital do oeste baiano». Clube do Vemdedor. Clube do Vendedor. Consultado em 15 de junho de 2017 


Ícone de esboço Este artigo sobre um município da Bahia é um esboço relacionado ao WikiProjeto Nordeste do Brasil. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.