Rica Silveira

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Rica Silveira
Rica Silveira em show na cidade de Recife - PE em novembro de 2016
Informação geral
Nome completo Ricardo Lucas Silveira
Nascimento 20 de maio de 1979 (40 anos)
Origem Santos, SP
País  Brasil
Gênero(s) Rap, Hip Hop, Pop Rap
Cônjuge Paula Minura (2002 - 2017)
Instrumento(s) Vocal, Violão, Guitarra, Contrabaixo
Período em atividade 1993 - 2014
2015 - atualmente
Outras ocupações Produtor Musical
Gravadora(s) Tratore,[1] ONErpm[2]
Afiliação(ões) Garage Fuzz, Bula Rock, Charlie Brown Jr., Gritando HC, DeCore, Calibre 12 HCSP
Página oficial www.vevo.com/artist/rica-silveira

Ricardo Lucas Silveira, mais conhecido pelo nome artístico Rica Silveira (São Paulo, 20 de Maio de 1979), é um rapper e instrumentista brasileiro, paulistano, radicado em Santos, litoral paulista.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Início[editar | editar código-fonte]

Nasceu em 1979 na Mooca, tradicional distrito da Zona Leste de São Paulo, em 1988 começou os estudos e o interesse por instrumentos de cordas, a princípio violão e guitarra, sendo incentivado pelos pais e influenciado pelo Punk rock simples da banda Ramones. Em 1990, através do grupo americano Public Enemy, conheceu o rap, tornando-se MC aos 14 anos de idade, em 1993 montou seu primeiro grupo, chamado Gangster Rap MC’s.[3] Participou ativamente da campanha Teens Contra a Fome organizada pela ONG Ação da Cidadania contra a Fome, a Miséria e pela Vida em parceria com o jornal Folha de S.Paulo em 1995.[4] Foi vocalista de uma banda cover de rock de garagem entre os anos de 1997 e 2000. No período de 2001 à 2012, liderou a banda de hardcore com rap DeCore, na qual escrevia, cantava e tocava guitarra, com ela lançou dois álbuns oficiais e excursionou em turnês internacionais pela Argentina em 2005 e Europa em 2008.[5][6][7][8] Em janeiro de 2013 assumiu o posto de guitarrista da banda Gritando HC,[9] deixou o grupo após um breve período para se tornar baixista da também banda punk Calibre 12,[10] durante estes anos Rica atendia pela alcunha de Ricardo Q-Pam.

Deixou a capital São Paulo em fevereiro de 2015, em busca de novos rumos, seu destino foi a cidade de Santos, onde em maio do mesmo ano, deu-se início a produção de seu trabalho solo.[11]

Carreira Solo[editar | editar código-fonte]

Rica Silveira começou a ganhar notoriedade com o lançamento de sua primeira canção de trabalho "O Tempo",[12][13][14] em julho de 2015, a música acabou entrando para a programação de rádios como Jovem Pan FM Santos, Praia FM Bertioga, Beira Mar FM Ubatuba, Interativa FM Goiânia, entre outras.[15] Em seguida, lançou "Zum Zum Zum", o videoclipe tem participação de Dj Paul ex-RPW e Pavilhão 9,[16] a faixa faz parte do álbum Da Baixada Santista Hip Hop Vol. 1, lançado em fevereiro de 2016, coletânea que apresentou diversos nomes do rap santista ao mundo e teve Rica Silveira como idealizador e produtor fonográfico.[17]

Com a produção musical de Fernando Bassetto, integrante da tradicional banda de rock santista Garage Fuzz, em seus dois primeiros singles, Rica Silveira veio a se tornar rapidamente uma das principais revelações do Hip Hop na cidade de Santos e Baixada Santista, sendo considerado hoje, uma das vozes mais atuantes da região.[18][19][20] Seu show de estreia em maio de 2016, obteve grande repercussão na mídia, incluindo chamada na TV Tribuna, afiliada da Rede Globo, e notícias em grandes sites e portais.[21][22][23]

Em junho de 2016 assinou parceria com o site de vídeos musicais e entretenimento Vevo,[24] uma joint venture entre as empresas Universal Music Group, Sony Music Entertainment, Warner Music Group e a Abu Dhabi Media.[25]

No terceiro videoclipe "Todos Nós Somos", lançado no final de 2016, Rica Silveira aparece ao lado do baterista André Pinguim Ruas, ex-Charlie Brown Jr. e da baixista Lena Papini, ex-A Banca, ambos atualmente na banda Bula Rock. O single presta homenagem à cidade de Santos e foi produzido em parceria com a marca streetwear Los Santos 013.[26][27][28][29][30]

"Todos Nós Somos" foi o único representante santista selecionado para a 2° Mostra Hip Hop de Cinema SP, que aconteceu entre os meses de fevereiro e abril de 2017, organizada pelo Governo do estado de São Paulo em parceria com o coletivo Hip Hop Mulher.[31][32][33]

Controvérsias[editar | editar código-fonte]

Após uma entrevista do rapper pernambucano Luiz, o Visitante ao jornal Folha de São Paulo, publicada em 6 de junho de 2017,[34] sobre a projeção de uma vertente reacionária dentro do movimento Hip Hop, Rica Silveira se juntou ao amigo e também rapper Airan o Turco, de Piracicaba, para escrever uma diss chamada "Carta ao Visitante". A música, em forma de ataque à vertente foi lançada dia 9 de junho de 2017 em todas as lojas digitais e plataformas de streaming do mundo, acompanhada de um Lyric video no YouTube.[35][36]

China Brasil[editar | editar código-fonte]

No dia 28 de julho de 2017 lançou a faixa "China Brasil" em parceria com o rapper chinês 醉人 (Zuìrén), conhecido também como Zhao Chelong, integrante do famoso grupo pop chinês NZBZ.[37] "China Brasil" é o primeiro registro do rap brasileiro em parceria com um artista chinês, a música obteve grande repercussão na imprensa musical, chegando a ser noticiada pela tradicional revista Billboard Brasil.[38][39]

Aparições na Mídia[editar | editar código-fonte]

  • No dia 16 de fevereiro de 2017, foi o convidado do programa Heavy Pero No Mucho da 89 FM a Rádio Rock.[40]
  • No dia 16 de junho de 2017, foi o convidado do quadro musical do jornal VTV da gente transmitido pelo SBT litoral, permanecendo por mais de 13 minutos no ar, onde apresentou ao vivo de forma acústica, as músicas "O Tempo" e as inéditas "Tudo que pode acontecer" e "Crazy Bang (Ela Vem)".[41]
  • Acompanhado de uma banda, Rica Silveira foi a atração do quadro Passando o Som, no Jornal da Tribuna da Rede Globo Litoral em 22 de julho de 2017.[42]
  • Em 31 de julho de 2017 a estreia do videoclipe "China Brasil" foi noticiada no programa Fique Ligado da TV Brasil, juntamente com o single "Sua Cara" da cantora Anitta e Pabllo Vittar.[43][44]

Curta-Metragem[editar | editar código-fonte]

No dia 09 de novembro de 2017 aconteceu a pré-estreia do curta-metragem: "Do Rap ao Rock, do Rock ao Rap". Com direção de Rodrigo d'Sales Monteiro, o filme retrata a trajetória de Rica Silveira e conta com depoimentos e participações de grandes artistas, radialistas e jornalistas como Clemente Tadeu Nascimento, integrante das bandas Inocentes e Plebe Rude, Janaína Lima cantora do grupo de música eletrônica Kaleidoscópio, Marcelo Mancini vocalista da banda Strike, Cannibal da banda Devotos de Recife, W-Yo do grupo RPW, Thiago DJ, locutor da 89 FM a Rádio Rock, Lucas Krempel, jornalista do jornal A Tribuna, entre outros. A cerimônia de pré-estreia aconteceu no Studio Rock Cafe em Santos, após uma exibição fechada no MISS - Museu da Imagem e do Som de Santos.[45][46][47][48]

Filmografia[editar | editar código-fonte]

  • Do Rap ao Rock, do Rock ao Rap - Curta-Metragem (2017)

Discografia[editar | editar código-fonte]

Singles[editar | editar código-fonte]

Solo
  • O Tempo - (2015)
  • Zum Zum Zum - (2015)
  • Todos Nós Somos - (2016)
  • Arte Para Locos - (2017)
  • Carta Ao Visitante - (2017)
  • China Brasil - (2017)

Álbuns[editar | editar código-fonte]

Com DeCore
  • Agora sim, SNP! - (2006)
  • DeCore de A a Z tudo junto e misturado - (2009)

Clipes[editar | editar código-fonte]

Solo
  • O Tempo - (2015)
  • Zum Zum Zum - (2015)
  • Todos Nós Somos - (2016)
  • China Brasil - (2017)
Com DeCore
  • Tira o Zóio - (2010)
Com Calibre 12
  • Bomba Na Cara - (2014)

Referências

  1. Tratore. «Rica Silveira Tratore». Tratore. Consultado em 20 de janeiro de 2017 
  2. ONErpm. «Rica Silveira ONErpm». ONErpm. Consultado em 10 de maio de 2017 
  3. Portal Rap Nacional. «Rica Silveira lança single e videoclipe O Tempo». Portal Rap Nacional. Consultado em 26 de janeiro de 2017 
  4. Folha de S.Paulo. «Fã Clube vai participar». Folha de S.Paulo. Consultado em 10 de junho de 2017 
  5. Zona Punk. «Fuck Face no Brasil». Zona Punk. Consultado em 10 de junho de 2017 
  6. Punknet. «Fuck Face da Argentina pela primeira vez no Brasil». Punknet. Consultado em 10 de junho de 2017 
  7. Zona Punk. «DeCore na Europa». Zona Punk. Consultado em 10 de junho de 2017 
  8. Tribo Skate. «VP Fest». Tribo Skate. Consultado em 10 de junho de 2017 
  9. Zona Punk. «Gritando HC disponibiliza discografia em mp3 e anuncia novo integrante». Zona Punk. Consultado em 10 de junho de 2017 
  10. Whiplash.net. «Calibre 12: lançando videoclipe e fazendo turnê pelo Nordeste». Whiplash.net. Consultado em 10 de junho de 2017 
  11. A Tribuna. «Ex-Calibre 12 e Gritando HC, Rica Silveira abraça o Hip Hop e lança sons produzidos por integrante do Garage Fuzz». A Tribuna. Consultado em 28 de janeiro de 2017 
  12. Portal Rap Nacional. «Rica Silveira lança single e videoclipe O Tempo». Portal Rap Nacional. Consultado em 26 de janeiro de 2017 
  13. Band. «Rica Silveira O Tempo». Band. Consultado em 26 de janeiro de 2017 
  14. «O Tempo - Single de Rica Silveira». Apple Inc. iTunes. Consultado em 26 de janeiro de 2017 
  15. Jornal Boqnews – Principal veículo impresso segmentado de Santos. «Rapper e Multi-Instrumentista Rica Silveira lança videoclipe». Jornal Boqnews. Consultado em 27 de janeiro de 2017 
  16. Portal Rap Nacional. «Rica Silveira lança videoclipe Zum Zum Zum com Dj Paul do RPW». Portal Rap Nacional. Consultado em 28 de janeiro de 2017 
  17. A Tribuna. «Coletânea lança nomes do Hip Hop "pro mundo todo"». A Tribuna. Consultado em 28 de janeiro de 2017 
  18. A Tribuna. «Ex-Calibre 12 e Gritando HC, Rica Silveira abraça o Hip Hop e lança sons produzidos por integrante do Garage Fuzz». A Tribuna. Consultado em 28 de janeiro de 2017 
  19. A Tribuna. «Confira dez novas bandas e artistas para você ouvir em 2016». A Tribuna. Consultado em 28 de janeiro de 2017 
  20. A Tribuna. «12 bandas novas bandas que você precisa conhecer em 2017». A Tribuna. Consultado em 28 de janeiro de 2017 
  21. Globo Esporte. «Festival Free Session». Globo Esporte. Consultado em 28 de janeiro de 2017 
  22. G1. «Confira a agenda cultural para o fim de semana de 20 a 22 de Maio». G1. Consultado em 28 de janeiro de 2017 
  23. Juicy Santos. «Rica Silveira mostra seu mix de rap com eletrônica». Juicy Santos. Consultado em 28 de janeiro de 2017 
  24. Vevo. «Rica Silveira Vevo». Vevo. Consultado em 29 de janeiro de 2017 
  25. New York Times. «Music Industry Companies Opening Video Site». New York Times. Consultado em 29 de janeiro de 2017 
  26. Portal RND. «Rica Silveira prestigia a cidade de Santos no novo clipe Todos Nós Somos». Portal RND. Consultado em 29 de janeiro de 2017 
  27. Jornal Boqnews. «Todos Nós Somos, o novo clipe de Rica Silveira». Jornal Boqnews. Consultado em 29 de janeiro de 2017 
  28. Juicy Santos. «Novo clipe de Rica Silveira vem cheio de convidados especiais». Juicy Santos. Consultado em 29 de janeiro de 2017 
  29. Band. «Todos Nós Somos». Band. Consultado em 29 de janeiro de 2017 
  30. Cena Brasileira. «Em parceria com a marca de streetwear, Rica Silveira lança novo clipe». Cena Brasileira. Consultado em 30 de janeiro de 2017 
  31. Enfoque Jornal e Editora. «Videoclipe de Rica Silveira representa Santos na 'Mostra Hip Hop de Cinema'». Jornal Boqnews. Consultado em 29 de março de 2017 
  32. Cultura SP. «2° Mostra Hip Hop SP de Cinema». SP Estado da Cultura. Consultado em 29 de março de 2017 
  33. G1. «Santos e região: Veja as atrações para o fim de semana de 7 a 9 de abril». G1. Consultado em 10 de abril de 2017 
  34. Folha de S.Paulo. «Inspirado em Chico, rapper louva Bolsonaro e projeta vertente 'reaça'». Folha de S.Paulo. Consultado em 24 de agosto de 2017 
  35. A Tribuna. «Rap vira palco de batalha política entre direita e esquerda». A Tribuna. Consultado em 24 de agosto de 2017 
  36. Google Play. «Google Play». Google Play. Consultado em 24 de agosto de 2017 
  37. Google. «NZBZ no Google». Google. Consultado em 24 de agosto de 2017 
  38. Billboard Brasil. «Rica Silveira lança "CHINA BRASIL", em parceria com MC Chinês». Billboard Brasil. Consultado em 24 de agosto de 2017 
  39. Virgula Uol. «'Assim como o punk, rap segue o mesmo princípio de filosofia', diz Rica Silveira». Virgula Uol. Consultado em 24 de agosto de 2017 
  40. TV UOL. «Rica Silveira ao vivo na 89FM A Rádio Rock #HPNM 16/02/2017». TV UOL. Consultado em 24 de agosto de 2017 
  41. VTV (Santos). «Entrevista com o rapper Rica Silveira no #VTVdaGente». VTV (Santos). Consultado em 24 de agosto de 2017 
  42. G1. «'Passando o Som': Conheça o Rica Silveira». G1. Consultado em 24 de agosto de 2017 
  43. TV Brasil. «Programa Exibido em 31/07/2017». TV Brasil. Consultado em 24 de agosto de 2017 
  44. TV Brasil. «Programa Exibido em 31/07/2017 Bloco 2». TV Brasil. Consultado em 24 de agosto de 2017 
  45. A Tribuna. «Carreira do rapper Rica Silveira vira documentário». A Tribuna. Consultado em 20 de dezembro de 2017 
  46. Revista Mais Santos. «Documentário Do Rap ao Rock, do Rock ao Rap tem pré-estreia em Santos». Revista Mais Santos. Consultado em 20 de dezembro de 2017 
  47. Filmow. «Do Rap ao Rock, do Rock ao Rap». Filmow. Consultado em 20 de dezembro de 2017 
  48. Zona Suburbana. «Confira o teaser do documentário de Rica Silveira do rap ao rock, do rock ao rap». Zona Suburbana. Consultado em 20 de dezembro de 2017 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]