Ricardo Alves

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Ricardinho
Ricardinho Perfil.png
Informações pessoais
Nome completo Ricardo Steinmetz Alves
Data de nasc. 15 de dezembro de 1988 (29 anos)
Local de nasc. Osório (RS),  Brasil
Altura 1,70 m
Apelido Ricardinho
Informações profissionais
Clube atual Brasil Associação Gaúcha de Futsal para Cegos
Número 10
Posição Ala esquerda


1 Partidas e gols pelo clube profissional
contam apenas partidas das ligas nacionais,
atualizados até 6 de fevereiro de 2013.


Medalhas
Jogos Paralímpicos
Ouro Pequim 2008 Futebol de 5
Ouro Londres 2012 Futebol de 5
Ouro Rio 2016 Futebol de 5

Ricardo Steinmetz Alves, o Ricardinho,[1] (Osório, 15 de dezembro de 1988) é um futebolista paraolímpico brasileiro.[2] Atuou na seleção brasileira de futebol de cinco (para deficientes visuais). Atualmente joga pelo clube Acergs-RS.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Sem uma razão identificada, Ricardinho deslocou a retina. Fez cinco cirurgias para reverter o problema. Aos oito anos de idade, dois anos depois das cirurgias, ficou completamente cego.[3] Este problema o fez pensar por um tempo que era o fim do sonho de ser jogador. O pai de Ricardinho levou toda a família para Osório, Porto Alegre, com a intenção de inscrevê-lo no Instituto Santa Luzia, local referência no ensino em braile. Nas escolas do Santa Luzia, Ricardinho experimentou natação e atletismo.[3] Com dez anos de idade foi constatado que Ricardinho era um jogador acima da média. Com doze anos de idade, já disputava contra meninos na faixa de 15 a 17 anos. Aos 15 anos, recebeu sua primeira convocação para a seleção brasileira, sendo eleito no ano seguinte a revelação e melhor jogador do Mundial. Para fazer os movimentos do jogo, Ricardinho usa a memória visual da infância.

"Fora do esporte eu lembro de muita coisa: cores, formato das coisas...Para o futebol, acho que isso me ajudou muito, porque as pessoas sempre me dizem: 'parece que tu tá enxergando...' "

Ricardinho

[4]

Títulos[editar | editar código-fonte]

Brasil Acergs

2005

  • Campeão Sul Brasileiro – Porto Alegre - Rio Grande do Sul
  • Campeão Brasileiro – Cuiabá - Mato Grosso

2010

  • Vice-Campeão Brasileiro – Rio de Janeiro - RJ

2011

  • Campeonato Brasileiro- João pessoa – Paraíba

2012

  • Campeonato Brasileiro - São Paulo

Eleito melhor jogador da competição

Ficheiro:Ricardinho jogo.png
Ricardinho atuando contra a Argentina


Brasil Seleção Brasileira

2006

  • Campeão da Copa América – São Paulo - Brasil
  • Vice-Campeão Mundial - Buenos Aires - Argentina

2007

  • Campeão dos Jogos Mundiais IBSA – São Caetano do Sul - Brasil
  • Campeão Parapan-americano – Rio de Janeiro - Brasil

2008

  • Campeão Paralímpico – Pequim - China -

2008[5]

  • Campeão da Copa América – Buenos Aires - Argentina

2010

  • Campeão do I desafio internacional de futebol de 5 – Rio de Janeiro – RJ
  • Campeão Mundial – Heresford - Inglaterra

2011

  • Campeão do II desafio internacional de futebol de 5 – Rio de Janeiro – RJ
  • Campeão Parapan-americano - Guadalajara - México

2012

  • Campeão Paralímpico - Londres - Inglaterra - 2012[6]
  • Campeão do III desafio internacional de futebol de 5 – Rio de Janeiro – RJ
  • Campeão Torneio Internacional de Madrid - Espanha

2015

  • Campeão Parapan-americano - Toronto - Canadá - 2015[7][8]

2016

Prêmios individuais[editar | editar código-fonte]

  • 2006 - eleito melhor jogador do mundo futebol cinco.[13][14]
  • 2006 - jogador revelação da Copa do Mundo.
  • 2009 - melhor jogador da Copa América.
  • 2011 - melhor jogador II desafio internacional de futebol cinco.
  • 2012 - melhor jogador do Campeonato Brasileiro.
  • 2014 - eleito melhor jogador do mundo de futebol cinco.[13][14]

Artilharias[editar | editar código-fonte]

  • Campeonato Brasileiro de Clubes 2005 - Artilheiro 12 gols.
  • Copa América 2006 - Artilheiro 11 gols.
  • Jogos Mundiais IBSA 2007 - Artilheiro 5 gols.
  • Parapanamericano 2007 - Artilheiro 9 gols.
  • Sul Americano 2009 - Artilheiro 7 gols.
  • Campeonato Brasileiro 2010 - Artilheiro 15 gols.
  • II desafio internacional de futebol de cinco 2011 – Artilheiro: 5 gols.
  • Campeonato Brasileiro 2011 - Artilheiro: 10 gols.
  • Campeonato Brasileiro 2012 - Artilheiro: 11 gols.

Condecorações[editar | editar código-fonte]

  • Medalha Cidade de Porto Alegre[7]
  • Medalha João Saldanha[15]

Referências

  1. Baibich, André (27 de novembro de 2014). «conheça ricardinho, o melhor jogador do mundo de futebol de cegos». Porto Alegre: Zero Hora. Consultado em 21 de agosto de 2016 
  2. «Ricardo Steinmetz Alves». Confederação brasileira de desportos de deficientes visuais (CBDV). Consultado em 21 de agosto de 2016 
  3. a b Elaine Ortiz (4 de março de 2016). «O cego que é craque da seleção brasileira de futebol de 5». www.istoe2016.com.br. Consultado em 5 de outubro de 2016 
  4. André Baibich (22 de novembro de 2014). «Conheça Ricardinho, o melhor jogador do mundo no futebol de cegos». zh.clicrbs.com.br. Consultado em 5 de outubro de 2016 
  5. «Brazil claims Football 5-A-Side gold» (em inglês). Official website of the chinese olympic committee. Consultado em 7 de setembro de 2016 
  6. Lima, Danielle (7 de junho de 2015). «Seleção de futebol de cegos: oito anos sem perder títulos». Terra. Consultado em 21 de agosto de 2016 
  7. a b «Prefeitura homenageia medalhistas do Parapan 2015». Porto Alegre: Prefeitura de Porto Alegre. 26 de agosto de 2015. Consultado em 21 de agosto de 2016 
  8. «21 atletas paraolímpicos brasileiros que você deveria conhecer». Diário Gaúcho. Consultado em 7 de setembro de 2016 
  9. «Ricardinho». Rio2016 Jogos Paralímpicos. Consultado em 17 de setembro de 2016 
  10. «Brasil vence o Irã e leva o ouro no futebol de 5». O Globo. Consultado em 17 de setembro de 2016 
  11. «Brasil vence Irã por 1 a 0 e é tetracampeão paralímpico no futebol de 5». Extra. Consultado em 17 de setembro de 2016 
  12. Cruz, Bernardo (17 de setembro de 2016). «Ricardinho decide e Brasil fatura o tetra no futebol de 5». Rio de Janeiro: Lance!. Consultado em 17 de setembro de 2016 
  13. a b «Melhor do mundo entre cegos é brasileiro e ama Messi: "dizem que conduzimos a bola igual"». Jovem Pan. Consultado em 7 de setembro de 2016 
  14. a b Cara, Thiago (17 de setembro de 2016). «Imbatível! Brasil vence Irã e fatura 4º ouro em quarta Paralimpíada do futebol de cegos». Rio de Janeiro: ESPN. Consultado em 17 de setembro de 2016 
  15. «Aceg homenageia mais de 60 profissionais e atletas». Porto Alegre: coletiva.net. 11 de outubro de 2016. Consultado em 16 de outubro de 2016 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Football pictogram.svg Este artigo sobre um(a) futebolista, integrado ao Projeto Futebol, é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.