Ricardo Bandeira

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde dezembro de 2009). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)


Ricardo Bandeira
Nascimento 1936
São Paulo
Morte 10 de outubro de 1995 (59 anos)
São Paulo
Ocupação Ator, Diretor e Mímico

Ricardo Bandeira (São Paulo, 1936 - São Paulo, 10 de outubro de 1995), foi um ator, diretor e mímico brasileiro.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Considerado um dos maiores mímicos do Brasil, Bandeira trabalhou no teatro e no cinema por mais de 45 anos. Dirigiu filmes e espetáculos teatrais que fizeram sucesso no Brasil e no exterior.

No cinema, seu maior sucesso foi O Menino Arco-Íris de 1983 com Paulo Autran, Lima Duarte, Antonio Fagundes e Dercy Gonçalves, que chegou a representar o Brasil no Festival de Veneza.

Escreveu e dirigiu a peça de sucesso Todo Mundo Nu. Seu último espetáculo teatral foi Carlitos no Circo em 1993.


Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.