Ricardo Ezzati Andrello

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ricardo Ezzati
Cardeal da Santa Igreja Romana
Arcebispo de Santiago do Chile
Hierarquia
Papa Francisco
Ordenação e nomeação
Ordenação presbiteral 18 de março de 1970
Nomeação episcopal 28 de junho de 1996
Ordenação episcopal 8 de setembro de 1996
por Carlos Oviedo Cavada
Nomeado arcebispo 22 de fevereiro de 2011
Cardinalato
Criação 22 de fevereiro de 2014
por Papa Francisco
Ordem Cardeal-presbítero
Título Santíssimo Redentor em Val Melaina
Brasão
Coat of arms of Ricardo Ezzati Andrello.svg
Lema PARA EVANGELIZAR
Dados pessoais
Nascimento Itália Campiglia dei Berici
7 de janeiro de 1942 (73 anos)
Nacionalidade Chile Chileno
dados em catholic-hierarchy.org
Cardeais
Categoria:Hierarquia católica
Projeto Catolicismo

Ricardo Ezzati Andrello (7 de janeiro de 1942)[1] é um cardeal italiano, atual arcebispo de Santiago do Chile.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Sua educação básica foi na escola comum de sua cidade natal, seus estudos secundários foram na escola Salesiana de Penango, Asti e em 1959, ele chegou e entrou na Congregação de São João Bosco de São Francisco de Sales (Salesianos), no noviciado de Quilpué, em 31 de janeiro de 1961, ele emitiu a primeira profissão religiosa, em seguida, estudou filosofia e pedagogia no Instituto salesiano afiliado à Pontifícia Universidade Católica de Valparaíso. Entre 1964-1966, lecionou na Liceo Camilo Ortúzar Montt, em Santiago e depois, estudou teologia na Pontifícia Universidade Salesiana em Roma, onde obteve uma licenciatura em sagrada teologia. Mais tarde, depois de sua ordenação, ele estudou no Institut de Pastorale Catéchetique, em Estrasburgo, na França, onde obteve o grau de mestre em ciência religiosa. Ele também obteve o título de Professor de Estado en Religión y Filosofía pela Pontifícia Universidade Católica de Valparaíso. Em 30 de dezembro de 1966 ele assumiu a profissão perpétua, ele pertencia à província salesiana do Chile.[1]

Foi ordenado padre em 18 de março de 1970. Entre 1971 e 1972, foi responsável da pastoral do Instituto Salesiano de Valdivia. De 1973 a 1977, ele foi superior da comunidade salesiana e reitor da escola salesiana em Concepción. Em 1978, ele voltou a Santiago, onde permaneceu até 1983. Durante esse tempo, ele foi diretor do seminário maior de sua congregação, conselheiro provincial, professor de pastoral fundamental na Faculdade de Teologia da Pontifícia Universidade Católica do Chile, membro e diretor do Centro de Estudios y Experiencias Catequísticas (PECO). Em 1984, ele participou do Capítulo Geral da sua congregação e foi nomeado inspetor provincial dos salesianos no Chile e, como tal, foi eleito vice-presidente da Conferência dos Superiores Maiores dos Religiosos e Religiosas do Chile (CONFERRE). Em 1990, ele participou pela segunda vez no capítulo geral da congregação, e seu mandato como superior provincial, em 1991, ele foi chamado ao Vaticano para colaborar com Dom Francisco Javier Errázuriz Ossa, dos Padres da Schöntatt, secretário da Congregação para os Institutos de Vida Consagrada e Sociedades de Vida Apostólica.[1]

Eleito bispo de Valdivia, em 28 de junho de 1996, foi consagrado em 8 de setembro de 1996, pelo Cardeal Carlos Oviedo Cavada, O. de M. , arcebispo de Santiago de Chile, assistido por Sergio Contreras Otoniel Navia, bispo de Temuco, e por Francisco Javier Errázuriz Ossa, dos Padres da Schöntatt, bispo de Valparaíso. Assistiu à Assembléia Especial para a América do Sínodo dos Bispos, na Cidade do Vaticano, entre 16 de novembro e 12 de dezembro de 1997. Em 10 de julho de 2001, ele foi transferido para a sé titular de La Imperial e tornou-se bispo-auxiliar de Santiago e administrador apostólico de Valdivia, ele ocupou o cargo até 8 de dezembro, quando Sergio Contreras Navia, bispo emérito de Temuco, assumiu a administração. Em Santiago, foi também vigário geral da arquidiocese.[1]

Em 24 de abril de 2006, a presidente Michelle Bachelet, a pedido do Congresso Nacional, promulgou a Lei n.º 20.100, que lhe concedeu a cidadania chilena pela graça especial.[1] Promovido à Sé metropolitana de Concepción em 27 de dezembro de 2006, tomou posse da Sé em 11 de março de 2007, sucedendo Dom Antonio Moreno, que renunciou por motivos de saúde. Participou da V Conferência Geral do Episcopado Latino-Americano, realizada em Aparecida, de 13 a 31 de maio de 2007. Recebeu o pálio do Papa Bento XVI na Basílica de São Pedro em 29 de junho de 2007. Participou da V Conferência Geral do Episcopado Latino-Americano e do Caribe (CELAM) celebrada em Aparecida, Brasil, em 2007. Entre 2009 e 2010, ele foi um dos cinco bispos encarregados da visita apostólica à Legião de Cristo. Em novembro de 2010, ele foi eleito presidente da Conferência Episcopal do Chile por um triênio e reeleito para um triênio em 7 de novembro de 2013. Promovido à Sé metropolitana de Santiago em 15 de dezembro de 2010. Administrador diocesano da Sé de Concepción até que seu sucessor tomasse posse. Tomou posse da arquidiocese de Santiago em 15 de janeiro de 2011 e recebeu o pálio do Papa Bento XVI em 29 de junho de 2011, na Basílica de São Pedro. Nomeado membro da Congregação para a Educação Católica em 30 de novembro de 2013.[1]

Cardinalato[editar | editar código-fonte]

Em 12 de janeiro de 2014, foi anunciada a nomeação de Dom Ricardo Andrello como cardeal, investidura que foi efetivada no primeiro consistório ordinário do Papa Francisco em 22 de fevereiro de 2014.[2] [1] Recebeu o título de cardeal-presbítero de Santíssimo Redentor em Val Melaina.

Referências

  1. a b c d e f g The Cardinals of the Holy Roman Church
  2. Consistory - 2014 (em inglês) Catholic Hierarchy (2014). Visitado em 21 de fevereiro de 2014.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Ricardo Ezzati Andrello


Precedido por
Alejandro Jiménez Lafeble
External Ornaments of a Bishop.svg
Bispo de Valdivia

19962001
Sucedido por
Ignacio Francisco Ducasse Medina
Precedido por
Ereção da Sé titular
External Ornaments of a Bishop.svg
Bispo-titular de La Imperial

20012006
Sucedido por
Pedro Ossandón Buljevic
Precedido por
Antonio Moreno Casamitjana
External Ornaments of an Archbishop.svg
Arcebispo de Concepción

20062010
Sucedido por
Fernando Natalio Chomalí Garib
Precedido por
Francisco Javier Errázuriz Ossa
External Ornaments of an Archbishop.svg
Arcebispo de Santiago do Chile

2010
Sucedido por
'
Precedido por
Ersilio Tonini
External Ornaments of a Cardinal Archbishop.svg
Cardeal-presbítero de Santíssimo
Redentor em Val Melaina

2014
Sucedido por
'