Ricardo Paes Mamede

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Ricardo Paes Mamede
Nome completo Ricardo Nuno Ferreira Paes Mamede
Nascimento 1974 (44 anos)
Coimbra, Portugal
Nacionalidade português
Ocupação comentador televisivo, blogger
Profissão economista, professor universitário

Ricardo Nuno Ferreira Paes Mamede (Coimbra, 1974) é um economista e professor universitário português. É professor de Economia Política no ISCTE – Instituto Universitário de Lisboa e um dos autores do blogue Ladrões de Bicicletas.[1][2][3]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Frequentou a Escola Secundária de Odivelas. Licenciou-se em Economia pelo Instituto Superior de Economia e Gestão, em 1996, e, na mesma instituição, fez o mestrado em Economia e Gestão de Ciência e Tecnologia, em 1999. Doutorou-se em Economia pela Universidade Bocconi, em Itália, em 2006.

É professor auxiliar e subdirector do Departamento de Economia Política do ISCTE – Instituto Universitário de Lisboa, onde leciona desde 1999. Foi director de serviços de Análise Económica e Previsão no Gabinete de Estratégia e Estudos do Ministério da Economia e da Inovação, entre 2007 e 2008. Foi coordenador do Núcleo de Estudos e Avaliação do Observatório do Quadro de Referência Estratégica Nacional (QREN), entre 2008 e 2014.

É atualmente director do Mestrado em Economia e Políticas Públicas do ISCTE-IUL e, desde 2017, membro do Conselho Económico e Social, eleito na qualidade de “personalidade de reconhecido mérito”.[1][2][4][5][6]

É ainda comentador no programa de televisão Tudo É Economia, da RTP3, tendo participado anteriormente noutro programa da mesma estação, Números do Dinheiro.[7][8]

Bibliografia ativa[editar | editar código-fonte]

Livros publicados e organizados[editar | editar código-fonte]

  • A Crise, a Troika e as Alternativas Urgentes (em coautoria com Alexandre Abreu, Hugo Mendes, João Rodrigues, José Gusmão, Nuno Serra, Nuno Teles, Pedro D. Alves). Lisboa: Tinta da China, 2013.
  • Structural Change, Competitiveness and Industrial Policy: Painful Lessons from the European Periphery (coorganizador com Aurora Teixeira e Ester Silva). Londres: Routledge, 2014.
  • O Que Fazer com Este País. Lisboa: Marcador, 2015.
  • A Economia como Desporto de Combate. Lisboa: Relógio d'Água, 2016.
  • Economia com Todos (em coautoria com João Rodrigues, José Caldas, Nuno Teles, João Almeida, Diogo Martins, Nuno Serra, Jorge Bateira, Paulo Coimbra, Eugénia Pires, Alexandre Abreu, Hugo Mendes e José Gusmão). Lisboa: Relógio d'Água, 2017.

Referências

  1. a b Lucas, Isabel (2 de agosto de 2018). «Ricardo Paes Mamede: "Sou economista social-democrata radical"». Público. Consultado em 4 de agosto de 2018. Cópia arquivada em 4 de agosto de 2018 
  2. a b Madeira, João (10 de junho de 2017). «Ricardo Paes Mamede: "Hoje, um bom economista não tem necessariamente uma formação teórica muito sólida"». Jornal Económico. Consultado em 4 de agosto de 2018. Cópia arquivada em 17 de novembro de 2017 
  3. Ribeiro, Anabela Mota. «Ricardo Paes Mamede». Publicado originalmente no Jornal de Negócios em setembro de 2015. Anabela Mota Ribeiro. Consultado em 3 de agosto de 2018. Cópia arquivada em 3 de agosto de 2018 
  4. «Ricardo Nuno Ferreira Paes Mamede». Portal DeGóis - Plataforma Nacional de Ciência e Tecnologia. 28 de janeiro de 2018. Consultado em 4 de agosto de 2018. Cópia arquivada em 4 de agosto de 2018 
  5. «Ricardo Paes Mamede». ISCTE-IUL. Consultado em 4 de agosto de 2018. Cópia arquivada em 4 de agosto de 2018 
  6. «Organização - Plenário». Conselho Económico e Social. Consultado em 4 de agosto de 2018. Cópia arquivada em 4 de agosto de 2018 
  7. «Tudo é Economia». RTP. Consultado em 4 de agosto de 2018 
  8. «Números do Dinheiro». RTP. Consultado em 4 de agosto de 2018