Ricardo Rosselló

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Ricardo Rosselló
12.º Governador de Porto Rico
Período 2 de janeiro de 2017
até 2 de agosto de 2019
Antecessor Alejandro García Padilla
Sucessor Pedro Pierluisi
Dados pessoais
Nome completo Ricardo Antonio Rosselló Nevares
Nascimento 7 de março de 1979 (40 anos)
San Juan, Porto Rico
Nacionalidade norte-americano
Progenitores Mãe: Maga Nevares de Rosselló
Pai: Pedro Rosselló
Alma mater Instituto de Tecnologia de Massachusetts
Universidade de Michigan
Esposa Beatriz Rosselló (2012–presente)
Partido Partido Novo Progressista
Religião Catolicismo
Profissão Político

Ricardo Antonio Rosselló Nevares (San Juan, 7 de março de 1979) é um político norte-americano, foi Governador de Porto Rico de 2017 até 2019, quando renunciou o cargo. Revelou que deixaria o cargo de governador de Porto Rico no dia 2 de agosto de 2019, pelo motivo de estar envolvido em um escândalo de corrupção.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Rosselló nasceu em San Juan, capital de Porto Rico. É filho do médico Pedro Rosselló e de Maga Nevares, e é o mais novo de três irmãos. Ele frequentou o Colégio Marista de Guaynabo. O seu bisavô paterno, Pedro Juan Rosselló Batle, imigrou em 1902, aos 23 anos, de Lloseta, Espanha.[1]

Durante os anos de colegial, foi atleta e tricampeão júnior de tênis em Porto Rico. Ele foi selecionado para competir nas Olimpíadas Internacionais de Matemática.[2]

Ele se formou em bacharelado pelo Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT) em 2001, em engenharia biomédica e economia, e doutor em filosofia (Ph.D.) em engenharia biomédica pela Universidade de Michigan.[3]

Como estudante universitário, atuou como presidente da Associação de Estudantes Porto-Riquenhos no MIT e foi o vencedor do prêmio "Escritório do Reitor" por excelente liderança e serviço comunitário. Além disso, ele recebeu o prêmio de "Excelência Acadêmica" e foi o vice-líder mais jovem nas Olimpíadas Internacionais de Matemática em 2000.

Como pesquisador na faculdade, Rosselló se concentrou na pesquisa com células-tronco adultas.[4]

Carreira Política[editar | editar código-fonte]

Rosselló se envolveu na política durante a eleição para governador de Porto Rico, em 2008, quando seu pai, Pedro Rosselló, perdeu uma primária contra o eventual governador Luis Fortuño. Rosselló foi um delegado de Hillary Clinton para a convenção de nomeação de 2008 e um delegado de Barack Obama para a convenção de 2012. Em 2008, ele teve um papel importante nos esforços de Clinton para a primária presidencial de Porto Rico em 1º de junho, aparecendo em seu anúncio final na TV com vários líderes políticos democratas, incluindo Kenneth McClintock, Roberto Prats e José A. Hernández Mayoral.[5]

Na sequência, tornou-se um comentarista político, escrevendo colunas para El Vocero, um jornal diário publicado em San Juan, cobrindo tópicos de política, ciência, saúde e economia. Além disso, ele apareceu como analista convidado regular em vários talk shows de rádio político.

Ele publicou um livro que descrevia as realizações da administração de seu pai, Pedro Rosselló. Todas as cópias da edição limitada foram esgotadas em um dia. Para difundir a mensagem, ele permitiu que o material fosse de domínio público e o publicou no site da La Obra de Rosselló para que todos pudessem ler.[6]

Em 2012, fundou o Boricua ¡Ahora Es !, um grupo de defesa política que defende a mudança do atual status político de Porto Rico. O movimento incluiu uma campanha educacional de base,[7] sugerindo que o envolvimento da comunidade internacional pode ser necessário para o governo dos Estados Unidos agir.[8] Boricua ¡Ahora Es! ativamente fez campanha durante o Referendo sobre o status de Porto Rico em 2012.

Vida pessoal[editar | editar código-fonte]

É casado desde 2012 com Beatriz Rosselló. Eles têm dois filhos, Claudia Beatriz e Pedro Javier Rosselló.[9]

Controvérsias[editar | editar código-fonte]

Ele alegou ter desenvolvido vários medicamentos, mas só mais tarde esclareceu que eles ainda estão em fase de pesquisa de desenvolvimento.[10]

Foi acusado pela autora boliviana Lupe Andrade de plagiar sua coluna "Responsabilidade e democracia". Ele negou a reclamação e nenhuma ação legal se seguiu.[11][12]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Ricardo Rosselló, un 'mallorquín' gobernador de Puerto Rico, diariodemallorca.es; accessed March 31, 2017.(em castelhano)
  2. «Ricardo Rossello Nevares». International Mathematical Olympiad. Consultado em 22 de maio de 2018 
  3. «MIT Alumnus Elected Governor of Puerto Rico». Slice of MIT from the MIT Alumni Association (em inglês). 17 de novembro de 2016. Consultado em 25 de setembro de 2017 
  4. «Un mejor Puerto Rico es posible». Consultado em 14 de janeiro de 2016 
  5. «About». 15 de junho de 2013 
  6. «La Obra De Rossello». Consultado em 31 de março de 2017. Arquivado do original em 5 de outubro de 2016 
  7. Yennifer Álvarez Jaimes. «Ricky Rosselló quiere ganarse el apoyo del pueblo». Vocero.com. Consultado em 9 de janeiro de 2012. Arquivado do original em 7 de agosto de 2011 
  8. «Ricky Rosselló asegura que el status se definirá con una crisis». Consultado em 10 de fevereiro de 2012. Arquivado do original em 23 de agosto de 2012 
  9. «Ricky Roselló comparte foto de su boda en Facebook». Metro.pr. 11 de novembro de 2012 
  10. «El Nuevo Día». Elnuevodia.com. Consultado em 31 de março de 2017 
  11. «Escritora denuncia que Ricky Rosselló la plagió». Primerahora.com. 31 de julho de 2014. Consultado em 31 de março de 2017 
  12. «Ricky Rosselló sin plagio alguno al publicar columna, dice abogada». Notiuno.com. 31 de julho de 2014. Consultado em 31 de março de 2017. Arquivado do original em 8 de agosto de 2016 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um político é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.