Ricardo Waddington

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Esta biografia de uma pessoa viva cita fontes confiáveis e independentes, mas elas não cobrem todo o texto. (desde dezembro de 2011) Ajude a melhorar esta biografia providenciando mais fontes confiáveis e independentes. Material controverso sobre pessoas vivas sem apoio de fontes confiáveis e verificáveis deve ser imediatamente removido, especialmente se for de natureza difamatória.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Ricardo Waddington
Nome completo Ricardo Capille Waddington
Nascimento 22 de dezembro de 1960 (55 anos)
Rio de Janeiro
Ocupação Diretor
Cônjuge Lídia Brondi (1982 - 1987)
Helena Ranaldi (1994 - 2004)
IMDb: (inglês)

Ricardo Capille Waddington (Rio de Janeiro, 22 de dezembro de 1960) é um diretor brasileiro. É um dos principais diretores artísticos da Rede Globo.

Vida pessoal[editar | editar código-fonte]

É irmão do cineasta Andrucha Waddington. Em 8 de dezembro de 1982 se casou com a atriz Lídia Brondi e se divorciou em abril de 1987. O casal tem uma filha chamada Isadora.[1] Começou na televisão como assistente de direção de Paulo Ubiratan em Champagne (1983) e Transas e Caretas (1984) e de Denis Carvalho em Corpo a Corpo (1984). Assinou sua primeira direção-geral na polêmica Mandala (1987), de Dias Gomes, adaptação da peça Édipo Rei, de Sófocles. Em 1994 se casou com a atriz Helena Ranaldi e se separou em 2004. O casal tem um filho chamado Pedro.[1] Quando esteve casado com Helena, Ricardo dirigiu as novelas Olho no Olho (1993), Quatro por Quatro (1994), Anjo de Mim (1996), Laços de Família (2000), Coração de Estudante (2002), Mulheres Apaixonadas (2003), e recentemente em A Favorita (2008), além da minissérie Presença de Anita (2001). Estes trabalhos foram alguns que renderam vários prêmios de televisão ao diretor. Recentemente, destacaram-se seus trabalhos no especial Por Toda Minha Vida (2006), na minissérie A Cura (2010) e em Cordel Encantado (2011) e especialmente Avenida Brasil (2012). Foi diretor geral e de núcleo da novela Boogie Oogie. Atualmente, assina a direção geral e de núcleo do programa Amor & Sexo.

Trabalhos na televisão[editar | editar código-fonte]

Telenovelas[editar | editar código-fonte]

Minisséries e seriados[editar | editar código-fonte]

Programas[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b Bio

Ligações externas[editar | editar código-fonte]