Ricbactas

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ricbactas
Rikbaktsa.jpg
População total

1,324

Regiões com população significativa
Mato Grosso 1,324 FUNASA (2010)
Línguas
Ricbacta
Religiões

Os ricbactas, também chamados rikbakta, rikbaktsa ou erikbaktsa, são um grupo indígena que habita as margens do rio Coxipó, no estado brasileiro do Mato Grosso - mais precisamente nas áreas indígenas Ericbactsa, Escondido e Japuíra. Sua autodenominação - Rikbaktsa - significa "os seres humanos" (Rik: 'pessoa, ser humano'; bak é um reforço de sentido; tsa é o sufixo para a forma plural).[1] Regionalmente são chamados de canoeiros, por referência à sua habilidade no uso de canoas ou, mais raramente, de "orelhas de pau", pelo uso de enormes botoques feitos de caixeta, introduzidos nos lóbulos alargados das orelhas.

Tidos como guerreiros ferozes na década de 1960, os ricbactas sofreram a agressão armada de seringalistas, madeireiros, mineradores e fazendeiros, o que resultou no extermínio de 75% de sua população.[1]

Referências

  1. a b "Rikbaktsa", por Rinaldo S.V. Arruda. Instituto socioambiental, 1998.
Ícone de esboço Este artigo sobre povos indígenas é um esboço relacionado ao Projeto Ciências Sociais. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.


Ícone de esboço Este artigo sobre antropologia ou um antropólogo é um esboço relacionado ao Projeto Ciências Sociais. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.