Richard Bedford Bennett

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
O Muito Honorável Richard Bedford Bennett
O Muito Honorável Richard Bedford Bennett
Primeiro ministro do  Canadá
Mandato 7 de agosto de 1930 - 23 de outubro de 1935
Antecessor(a) Mackenzie King
Sucessor(a) Mackenzie King
Vida
Nascimento 3 de Julho de 1870
Hopewell Hill, Nova Brunswick
Morte 26 de junho de 1947 (76 anos)
Mickleham, Surrey, Inglaterra
Dados pessoais
Partido Partido Conservador do Canadá (Conservative Party of Canada)
Profissão advogado, homem de negócios e político

Richard Bedford Bennett (Hopewell Hill, 3 de julho de 1870 - Mickleham, 26 de junho de 1947) foi o décimo primeiro primeiro-ministro do Canadá, tendo governado o país entre 7 de agosto de 1930 a 23 de outubro de 1935.

Bennet nasceu em Hopewell Jill, em Nova Brunswick, e estudou na Universidade Dalhousie, tendo graduado em 1893, com um diploma de direito. Foi um professor e diretor de uma escola, no início de sua carreira profissional, e posteriormente, advogado e empresário. Eventualmente, mudou-se para Alberta, onde tornou-se líder do Partido Conservador de Alberta em 1905, tendo trabalhado no parlamento provincial.

Bennett foi eleito para a Câmara dos Comuns em 1911, tendo atuado como Ministro das Finanças em 1926, e escolhido como líder do Partido Conservador em 1927. Bennett e os Conservadores venceram as eleições de 1930, derrotando Mackenzie King e o Partido Liberal.

Muito para o azar de Bennett, a Grande Depressão havia recém-atingido o Canadá, atingido o país em cheio. Níveis de desemprego no país eram muito altos, e muito da população canadiana passou a viver na miséria. Bennett tentou combater os efeitos da Depressão, mas muito pouco adiantou. Nas eleições de 1935, Bennett foi derrotado, e Mackenzie King e os Liberais mais uma vez voltaram ao poder.

Richard Bennett mudou-se para a Inglaterra, em 1938, tendo morrido em Mickleham, em 26 de junho de 1947.

Precedido por
Mackenzie King
Primeiro-Ministro do Canadá
1930 - 1935
Sucedido por
Mackenzie King