Richard Morris

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Richard G. Morris)
Ir para: navegação, pesquisa
Richard Morris
Nascimento 27 de junho de 1948 (68 anos)
Nacionalidade Reino Unido Britânico
Campo(s) Neurociência

Richard Graham Michael Morris (27 de junho de 1948) é um neurocientista britânico.

É conhecido por desenvolver o "Labirinto de Morris" (em inglês: Morris water navigation task),[1] um dos testes mais utilizados atualmente sobre a aprendizagem dos roedores, e por seu trabalho sobre a função do hipocampo.[2] É atualmente o diretor do Centro de Sistemas Cognitivos e Neurais (Edimburgo)[3] e Professor Wolfson de Neurociência da Universidade de Edimburgo.[4] Desde 1997, ele tem sido um Fellow da Royal Society.[5]

Recebeu o Prêmio Brain de 2016, juntamente com Timothy Bliss e Graham Collingridge.[6]

Referências

  1. Morris, R.G.M. (1981). «Spatial localization does not require the presence of local cues». Learning and Motivation. 2 (2): 239–260. doi:10.1016/0023-9690(81)90020-5. Consultado em 9 de novembro de 2012 
  2. Morris, R (2007). Andersen, J; Morris, R; Amaral, D; Bliss, T; O'Keefe, eds. The Hippocampus Book. Oxford, United Kingdom: Oxford University Press. pp. xx+832. ISBN 978-0-19-510027-3. OCLC 64444087  |editor1-first= e |editor-first= redundantes (ajuda); |editor1-link= e |editor-link= redundantes (ajuda)
  3. «People/Administration». Centre for Cognitive and Neural Systems. Consultado em 9 de novembro de 2012 
  4. «People/Academic Staff - Prof. Richard Morris, CBE, FRS». Centre for Cognitive and Neural Systems. Consultado em 9 de novembro de 2012 
  5. «Fellows of the Royal Society». Royal Society. Consultado em 9 de novembro de 2012 
  6. «The Brain Prize Winners 2016» (em inglês) 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]