Richard Gott

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Richard Gott Willoughby, nascido em 28 de outubro de 1938, em Aston Tirrold (Inglaterra), é um jornalista e historiador britânico, cujas obras tratam, principalmente, da América Latina.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Ex-correspondente do jornal "The Guardian", Gott é, atualmente, pesquisador honorário do Instituto para o Estudo das Américas, da Universidade de Londres.

A partir de 1960, passou a se dedicar à cobertura jornalística dos movimentos de guerrilha na América Latina. Em 1967, ele cobriu, para The Guardian, a captura e a morte de Che Guevara, ajudando a identificar o corpo do guerrilheiro que ele conhecera em Havana, em 1963.

Obras[editar | editar código-fonte]

  • Hugo Chávez and the Bolivarian Revolution (2005).
  • Cuba: A New History (2004).
  • In the Shadow of the Liberator: The Impact of Hugo Chávez on Venezuela and Latin America (2001).
  • The Appeasers (2000).
  • Guerrilla movements in Latin America (1970).
  • A Future for the United Nations? (1968).

Referência[editar | editar código-fonte]

  • Este artigo é produto de tradução parcial da página sobre Richard Gott, editada pela en.wikipedia.