Richard Helms

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Richard Helms
Nascimento 30 de março de 1913
Filadélfia
Morte 22 de outubro de 2002 (89 anos)
Washington, D.C.
Sepultamento Cemitério Nacional de Arlington
Cidadania Estados Unidos
Alma mater
Ocupação oficial
Empregador Escritório de Serviços Estratégicos
Causa da morte mieloma múltiplo

Richard McGarrah Helms (Filadélfia, 30 de março de 1913 – Washington, D.C., 22 de outubro de 2002) foi diretor da CIA de 1966 a 1973.[1] Foi o único diretor da CIA que foi condenado por mentir ao Congresso sobre atividades clandestinas da CIA.[1] Em 1977, foi condenado a pagar uma multa e recebeu uma sentença de dois anos.[1]

Aos 23 anos de idade Helms entrevistou Adolf Hitler durante os Jogos Olímpicos de 1936.[1]

Em 1972, Helms ordenou a destruição da maioria dos documentos referentes ao imenso Projeto MKULTRA, no qual mais de 150 pesquisas pagas pela CIA foram desenvolvidas com o objetivo de criar e desenvolver técnicas de tortura e controle da mente. O Projeto MKULTRA se tornou público dois anos depois quando o jornal New York Times publicou informações sobre o mesmo. A total extensão do MKULTRA jamais foi tornada pública e pode ser que jamais venha a ser conhecida.

Referências

  1. a b c d Marquis, Christopher (24 de outubro de 2002). «Richard Helms, Ex-C.I.A. Chief, Dies at 89 (Published 2002)». The New York Times (em inglês). ISSN 0362-4331. Consultado em 5 de fevereiro de 2021 
Wiki letter w.svg Este artigo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o. Editor: considere marcar com um esboço mais específico.