Richard Huelsenbeck

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Richard Huelsenbeck
Nascimento 23 de abril de 1892
Frankenau
Morte 30 de abril de 1974 (82 anos)
Minusio
Cidadania Alemanha
Ocupação poeta, psiquiatra, escritor
Movimento estético dadaísmo

Richard Huelsenbeck (Frankenau, Alemanha, 23 de abril de 1892 - Minusio, Suiça, 30 de abril de 1974) foi um poeta, escritor de relatos de viagens, baterista, médico e psicanalista alemão, participante do grupo fundador do Dadaísmo que atuou no Cabaret Voltaire de Zurique,[1] onde praticou a poesia simultaneísta.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Quando, a partir de 1917 o grupo dadaísta da Suíça começa a se dispersar, Huelsenbeck estabelece o Movimiento Dadaísta com George Grosz e Raoul Hausmann em Berlim, onde fundará o "Clube Dada", trazendo à Alemania uma forma de Dadaísmo que adquire um caráter mais marcadamente político, aproximado do radicalismo espartaquista.[2] Em 1918 Huelsenbeck faz o primeiro discurso Dadá na Alemanha e, pouco depois, elaborando o primeiro manifesto dadaísta daquele país, passa a promover com o poeta Raoul Hausmann declarações contundentes e novos manifestos, bem como conferências itinerantes pela Alemanha. O radicalismo do Dadaísmo alemão de Huelsenbeck se volta contra a República de Weimar [3]e também, contra os movimentos de vanguarda que o precederam (Cubismo, Expresionismo e Futurismo).

Como outros dadaístas, sua arte foi declarada bolchevista e o poeta teve que exilar-se da Alemanha, posteriormente, quando o Nazismo ascendeu ao poder.

Referências