Rick Bonadio

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Esta biografia de uma pessoa viva cita fontes confiáveis e independentes, mas elas não cobrem todo o texto. (desde setembro de 2015) Ajude a melhorar esta biografia providenciando mais fontes confiáveis e independentes. Material controverso sobre pessoas vivas sem apoio de fontes confiáveis e verificáveis deve ser imediatamente removido, especialmente se for de natureza difamatória.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Rick Bonadio
Rick Bonadio em 2016.
Informação geral
Também conhecido(a) como Creuzebek
Nascimento 21 de junho de 1969 (47 anos)
Local de nascimento São Paulo, SP [1]
 Brasil
Gênero(s) Rap , Rock_alternativo , Hip_hop_alternativo e Hardcore_hip_hop
Instrumento(s) Teclado_(instrumento_musical) , piano , Sintetizador , Guitarra , Violão_de_sete_cordas , Bateria_(instrumento_musical) e Instrumento_de_percussão
Afiliação(ões) Popstars
Ídolos
Fábrica de Estrelas

Ricardo "Rick" Bonadio (São Paulo, 21 de junho de 1969) é um produtor musical, compositor, multi-instrumentista musical , engenheiro de som e proprietário do estúdio Midas e das gravadoras Arsenal Music e Midas Music brasileiro .

Carreira[editar | editar código-fonte]

Iniciou sua carreira nos anos 80 como músico, arranjador e depois abriu um pequeno estúdio Bonadio Produções. Em 1989, fez uma parceria com o Nando, onde fizeram uma dupla de RAP, Rick & Nando, lançaram um disco de vinil em 1989, era considerado um dos primeiros discos de rap do Brasil. Nos anos 90 começou a se destacar trabalhando com músicos do rock cristão, como a banda Katsbarnea e seu vocalista, Brother Simion. Em 1991, trabalhou como tecladista e engenheiro de som no disco Vida, Jesus & Rock'n'Roll, da banda Resgate. Nesta época, foi pela primeira vez produtor no disco Brother, de Brother Simion, cujo disco foi considerado, por vários historiadores, músicos e jornalistas, como o 41º maior álbum da música cristã brasileira, em uma publicação.[2][3] Foi o produtor que descobriu produziu e empresariou o fenômeno Mamonas Assassinas mais tarde, e desde então tornou-se um dos produtores musicais mais requisitados do Brasil. Com a banda, Bonadio recebeu o apelido de Creuzebek.[4] O músico também, por vários anos, trabalhou em parceria com os produtores Paulo Anhaia e Rodrigo Castanho.

Logo depois lançou e produziu a banda Charlie Brown Jr. e seguiu trabalhando no seu estúdio e em Multinacionais da música no Brasil.

Além de produtor musical e compositor, também foi jurado do programa Popstars, no SBT, exibido em duas temporadas. Na primeira, exibida em 2002, foi formada a banda pop feminina Rouge. A banda foi extinta no fim de 2005. A segunda temporada, exibida em 2003, revelou a banda pop masculina Br'oz. Ainda na televisão, é produtor musical do quadro Olha a Minha Banda, do Caldeirão do Huck, exibido pela Rede Globo, onde bandas iniciantes são ajudadas pelo quadro para poderem chegar ao estrelato. Entre 1998 e 2002, Bonadio foi diretor geral e artístico da divisão brasileira da gravadora Virgin Records, cuja operação brasileira foi posteriormente absorvida pela EMI Music. Em 2001, pouco antes de deixar o cargo, criou a gravadora e produtora Arsenal Music, responsável por bandas como Fresno, NxZero, Tihuana, CPM 22 e Hateen, entre outras. O catálogo da gravadora foi distribuído pela Sony Music entre 2001 e 2005, quando a operação foi assumida pela Universal Music.

Em 2011, foi jurado do programa Ídolos, da Rede Record, junto de Luiza Possi e Marco Camargo. Em 2012 vende definitivamente a Arsenal Music para a Universal Music, transferindo os artistas para lá e dando fim à gravadora. No mesmo ano cria sua nova gravadora própria, a Midas Music. Em 2013 estreou o reality show musical Fábrica de Estrelas, no Multishow que mostrava o dia dia do produtor, seus trabalhos com grandes artistas e também uma disputa entre novas cantoras para a formação de uma girlband. O grupo Girls. Foi jurado do Ídolos 2011 ao lado de Luiza Possi e Marco Camargo

Atualmente é jurado e produtor da versão brasileira do programa X Factor e diretor geral da gravadora Midas Music e do Estúdio Midas, um dos maiores estúdios da América Latina.

Vida pessoal[editar | editar código-fonte]

Filho de uma costureira e de um dono de loja de autopeças, Rick foi casado com Suseth Marcellon, com quem tem dois filhos, Gabriela e Leonardo. Atualmente é casado com a coreógrafa Paula Peixoto Bonadio.

Produções[editar | editar código-fonte]

Álbuns[editar | editar código-fonte]

Faixas individuais[editar | editar código-fonte]

Ano Artista Faixas Álbum
2012 Da Lou "A Noite"
2013 Fernando & Sorocaba "Voa, Voa"
Rouge "Tudo é Rouge"
"Tudo Outra Vez"
Negra Li & Luciana Andrade "Monkey See Monkey Do"
Fiuk "Eu Não Sou Normal" (part. Thiaguinho) Vira-Lata
"Pra Começar" (part. Rappin Hood)
Di Ferrero & Manu Gavassi "HashTag"
Sambô "Ligação"
Luiza Possi "Letra e Música" (part. Projota) Dois (Com)Passos
Lorenzo Carvalho "Understand?" (part. Girls)

Filmografia[editar | editar código-fonte]

Televisão
Ano Título Cargo Nota
2002–2003 Popstars Jurado / Mentor
2008–09 Caldeirão do Huck Jurado / Mentor Quadro: Olha a Minha Banda
2011 Ídolos Jurado / Mentor Temporada 6
2013 Fábrica de Estrelas Jurado / Mentor
2016–presente X Factor Jurado / Mentor

Referências

  1. Site Rolling Stone. «Rick Bonadio, o franco-atirador da música brasileira». Consultado em 20 de maio de 2011. 
  2. «Sites cristãos produzem lista dos 100 maiores álbuns nacionais». Super Gospel. Consultado em 23 de setembro de 2015. 
  3. «Os 100 maiores álbuns nacionais da música cristã». O Propagador. Consultado em 23 de setembro de 2015. 
  4. «Ep.04 - Rick Bonadio explica como os Mamonas Assassinas inventaram o famoso 'Creuzebeque'». Multishow. Consultado em 23 de setembro de 2015.