Ricken Patel

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Predefinição:Infobox writer

Ricken Patel (nascido em 08 de janeiro de 1977), de origem canadense/britânica[1] , presidente/fundador e diretor executivo da Avaaz, uma importante organização global da sociedade civil com a maior comunidade online do mundo, incluindo mais de 20 milhões de membros. [2] [3] Patel foi eleito o "Gamechanger da política" pelo Huffington Post, [4] e listado entre os 100 melhores pensadores do mundo pela revista Foreign Policy. [5] Ele também foi nomeado Jovem Líder Global [6] pelo Fórum Econômico Mundial, e listado como um dos solteiros mais cobiçados pela People Magazine. [7]

Vida Pessoal[editar | editar código-fonte]

Patel nasceu em Edmonton, no Canadá, filho de pai indiano/queniano e mãe Inglesa de origem judaica. De acordo com um perfil no Times of London, [8] com três anos de idade Patel sabia sobre a Guerra Fria e podia listar as partes da célula. Quando era criança estudou em uma reserva indígena, onde sofreu bullying. "Eu sempre senti solidariedade com as pessoas que sofrem injustiça. Minha teoria é que a minha mãe me deu tanto amor que eu sempre tive mais para dar.", disse ao Times.

Patel estudou Filosofia, Política e Economia (PPE) da Universidade de Oxford, onde ele ajudou os estudantes a se organizarem contra a introdução de tarifas, em 1998. Graduou-se em primeiro lugar em sua classe da universidade, e ocupou cargos de liderança no governo estudantil e ativismo estudantil. Tem um mestrado em Políticas Públicas da John F. Kennedy School of Government da Universidade de Harvard, onde (espelhando seu ativismo em Oxford), ele ajudou a liderar a campanha de divulgação da vida salarial no campus.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Depois de deixar Harvard, Patel morou em Serra Leoa, Libéria, Sudão e Afeganistão, fazendo consultoria para organizações, incluindo o International Crisis Group, Organização das Nações Unidas, Fundação Rockefeller, Fundação Gates, Universidade de Harvard, CARE Internacional e International Center for Transitional Justice. Este trabalho ensinou Patel: "como trazer as forças rebeldes à mesa de negociação, monitorar as eleições (secretamente), restaurar a confiança do público nos sistemas políticos corruptos e detectar quando forças estrangeiras estavam sendo manipuladas." Distinguiu-se neste trabalho por passar meses com atores não-estatais no campo, incluindo a RUF em Serra Leoa, o LURD na Libéria, e o Sudan Liberation Army e JEM em Darfur, e os senhores da guerra, incluindo o irmão do presidente Karzai no Afeganistão.

Antes de fundar a Avaaz, em 2007, Patel foi o diretor executivo fundador da Respublica, [9] um grupo global do empreendedorismo público que trabalhou para acabar com o genocídio em Darfur e construir progressivamente o globalismo na política dos EUA, entre outros projetos. O objetivo declarado da Respublica era promover a "boa governação, a virtude cívica e a democracia deliberativa". Quando estava nos EUA, Patel foi membro online do grupo MoveOn.org, onde ele aprendeu a usar as ferramentas para campanhas online. [10]

Em 2007, Patel fundou a organização de campanha on-line Avaaz - com o objetivo declarado de "construir uma ponte entre o mundo em que vivemos e o mundo que a maioria das pessoas querem. ". A Avaaz faz campanhas on-line e off-line sobre direitos humanos, justiça social, meio ambiente, liberdade de imprensa e questões de paz e segurança. Em cinco anos, a adesão da Avaaz se espalhou para todos os países do mundo, com mais de 20 milhões de membros.

References[editar | editar código-fonte]

  1. Wakey-wakey. The Economist.
  2. Avaaz.org. Página visitada em 11 February 2013.
  3. The Guardian, 16 Mar. 2013, "Ricken Patel: The Global Leader of Online Protest," http://www.guardian.co.uk/theobserver/2013/mar/17/ricken-patel-online-activism-leader-avaaz
  4. Huffington, Arianna. HuffPost Game Changers: Your Picks for the Ultimate 10. Huffington Post.
  5. 100 Top Global Thinkers 2012. Foreign Policy.
  6. Ricken Patel, Executive Director of Avaaz, to deliver Commonwealth Lecture. The Commonwealth.
  7. Super Heroes. People Magazine.
  8. Bentley, Sarah. "Can Avaaz change the world in a click?".
  9. ResPublica. Página visitada em 11 February 2013.
  10. Bentley, Sarah. "Can Avaaz change the world in a click?".