Rico Dalasam

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Rico Dalasam
Rico Dalasam em 24 de março de 2016.
Informação geral
Nome completo Jefferson Ricardo da Silva
Nascimento 22 de julho de 1989 (32 anos)
Local de nascimento Taboão da Serra, SP
Brasil
Nacionalidade brasileiro
Gênero(s) pop, queer rap, hip hop, rap e trap
Ocupação(ões)
Instrumento(s) vocal
Período em atividade 2014—presente
Gravadora(s) Altafonte

(2017–2021 presente)

Afiliação(ões)

Jefferson Ricardo da Silva (Taboão da Serra, 22 de julho de 1989),[1] mais conhecido como Rico Dalasam, é um cantor, compositor e rapper brasileiro. Dalasam é um acrônimo da frase "Disponho Armas Libertárias a Sonhos Antes Mutilados". [2] Assumidamente homossexual, é representante da comunidade LGBT no intitulado queer rap.[3] Cita Rick James, Prince e André 3000 como influências musicais.[3]

Uma de suas inspirações musicais é a própria aceitação da sexualidade, abordada nas canções "Aceite-C" e "Não Posso Esperar", presentes no extended play (EP) Modo Diverso, sendo a primeira seu single de divulgação.[4]

Lançou seu disco de estreia Orgunga em junho de 2016, cujo título faz referência às palavras "orgulho, negro e gay".[5] Ficou também conhecido após postar um clipe com a participação de Pabllo Vittar, "Todo Dia", cujo videoclipe ultrapassou a marca de 10 milhões visualizações em dois meses após o lançamento.[6]

Discografia[editar | editar código-fonte]

Álbuns de estúdios[editar | editar código-fonte]

Álbum Detalhes
Orgunga[7]

Extended plays (EPs)[editar | editar código-fonte]

Álbum Detalhes
Modo Diverso[8]
  • Lançado: 27 de março de 2015
  • Formato: Download Digital e Streaming
  • Gravadora: Independente
Balanga Raba [9]
  • Lançado: 21 de Julho de 2017
  • Formato: Download Digital e Streaming
  • Gravadora: Independente
Dolores Dala, O Guardião do Alívio[10]
  • Lançado: 28 de Maio de 2020
  • Formato: Download Digital e Streaming
  • Gravadora: Independente

Singles[editar | editar código-fonte]

Ano Single Álbum
2014 "Aceite-C"[11] Modo Diverso
2015 "Paz, Coroas e Tronos"[12] Não adicionado a nenhum álbum
2016 "Riquíssima (Remix)"[13] Orgunga
"Esse Close Eu Dei"
"Procure"[14] Balanga Raba
2017 "Fogo em Mim"
2018 "Não Deito Pra Nada 2.0" Não adicionado a nenhum álbum
2019 "Braille" Dolores Dala Guardião do Alívio

Outras aparições[editar | editar código-fonte]

Ano Canção Outro(s) artista(s) Álbum
2015 “Mandume” Emicida

(Com Drik Barbosa, Amiri, Rico Dalasam, Muzzike e Raphao Alaafin)

"Sobre Crianças, Quadris, Pesadelos e Lições de Casa"
2017 "Todo Dia"[15] Pabllo Vittar Vai Passar Mal
"Sinfonia da Revolução"[16] Rincon Sapiência, Nego E, Lívia Cruz,

Tássia Reis, Aori e Amiri

Não adicionado a nenhum álbum
2020 "ALL YOU NEED IS LOVE " Jup do Bairro & Linn da Quebrada Corpo sem Juízo

Filmografia[editar | editar código-fonte]

Filmes[editar | editar código-fonte]

Ano Título Personagem Notas Ref.
2019 Procure Ricardo Curta-metragem [17]

Televisão[editar | editar código-fonte]

Ano Título Personagem Notas Ref.
2017 Mister Brau Ele mesma Participação especial [17]

Vídeos musicais[editar | editar código-fonte]

Aparições especiais
Título Ano Artista Ref.
Corpo sem Juízo 2020 Jup do Bairro [18]


Referências

  1. «Rapper Rico Dalasam diz que público gay ainda não frequenta seu show». Música. 6 de junho de 2015 
  2. «Rapper Rico Dalasam diz que público gay ainda não frequenta seu show». Música. 6 de junho de 2015 
  3. a b «Conheça Rico Dalasam, rapper paulistano de 24 anos que prepara álbum de estreia». Vírgula. UOL. 28 de fevereiro de 2014. Consultado em 23 de junho de 2017 
  4. «Rapper gay, Rico Dalasam quer unir orgulho negro e LGBT na "ferveção"» 
  5. «"Orgunga": primeiro disco de estúdio de Rico Dalasam chega com download gratuito». A Gambiarra. 6 de junho de 2016 
  6. «10 milhões: Pabllo Vittar supera número de visualizações de clipes de popstars internacionais». portalpopline.com.br. Consultado em 18 de junho de 2017 
  7. «Rico Dalasam: Orgunga - Music on Google Play». Consultado em 18 de junho de 2017 
  8. «Rico Dalasam: Modo Diverso – Música no Google Play». play.google.com. Consultado em 18 de junho de 2017 
  9. Torres, Leonardo (21 de julho de 2017). «Escute o novo EP de Rico Dalasam: "Balanga Raba"». POPline. Consultado em 10 de junho de 2020 
  10. «Rico Dalasam lança o poderoso EP "Dolores Dala, o Guardião do Alívio"». PAPELPOP. 28 de maio de 2020. Consultado em 10 de junho de 2020 
  11. «Aceite-C - Single by Rico Dalasam on Apple Music». iTunes. Consultado em 18 de junho de 2017 
  12. «Paz, Coroas e Tronos - Single by Rico Dalasam on Apple Music». iTunes. Consultado em 18 de junho de 2017 
  13. «Riquíssima (Remix) - Single by Rico Dalasam on Apple Music». iTunes. Consultado em 18 de junho de 2017 
  14. «Procure - Single by Rico Dalasam on Apple Music». iTunes. Consultado em 18 de junho de 2017 
  15. «Pabllo Vittar: Vai Passar Mal – Música no Google Play». play.google.com. Consultado em 18 de junho de 2017 
  16. «Sinfonia da Revolução - Single by Rincon Sapiência on Apple Music». iTunes. Consultado em 18 de junho de 2017 
  17. a b «Rico Dalasam». IMDb. Consultado em 4 de junho de 2021 
  18. «Jup do Bairro, Rico Dalasam & Linn da Quebrada: "All You Need Is Love" (VÍDEO)». Miojo Indie. 18 de maio de 2020. Consultado em 27 de novembro de 2020 
Ícone de esboço Este artigo sobre um cantor é um esboço relacionado ao Projeto Música. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.