Igreja de Riddarholmen

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Riddarholmskyrkan)
Ir para: navegação, pesquisa
Igreja de Riddarholmen
Riddarholmskyrkan
Igreja de Riddarholmen, vista de norte
Estilo dominante Gótico
Início da construção ca. 1280
Fim da construção ca. 1310
Religião Protestante (Luterana)
Diocese Diocese de Estocolmo
Geografia
País  Suécia
Região Condado de Estocolmo
Local Riddarholmen, Estocolmo

A igreja de Riddarholmen (em sueco: Riddarholmskyrkan) é a igreja onde são sepultados os monarcas da Suécia. Localiza-se no ilhéu de Riddarholmen, perto do Palácio Real, em Estocolmo, na Suécia.[1]

A congregação da igreja foi dissolvida em 1807, sendo o templo apenas usado nos dias de hoje para comemorações e para albergar os restos mortais dos reis. Os monarcas entre Gustavo II Adolfo até Gustavo V encontram-se sepultados nesta igreja, assim como os monarcas mais antigos Magno I, Magno III e Carlos VIII.

É um dos edifícios mais antigos de Estocolmo, datando em parte do fim do século XIII, altura da sua construção como mosteiro franciscano. Após a reforma protestante, o mosteiro foi fechado e tornado uma igreja protestante. Foi adicionado um pináculo durante o reinado de João III, que viria a arder na sequência de um relâmpago em 28 de Julho de 1835, tendo em seguida sido substituído pelo actual.

Referências

  1. Miranda, Ulrika Junker; Anne Hallberg (2007). «Riddarholmskyrkan». Bonniers uppslagsbok (em sueco) (Estocolmo: Albert Bonniers Förlag). p. 813. ISBN 91-0-011462-6. 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Igreja de Riddarholmen