Riding with the King (álbum de B.B. King e Eric Clapton)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Riding with the King
Álbum de estúdio de B.B. King e Eric Clapton
Lançamento 13 de junho de 2000 (2000-06-13)
Gênero(s) Blues, blues rock
Duração 61:13
Formato(s) CD, DVD
Gravadora(s) Duck / Reprise
Produção Eric Clapton
Simon Climie
Cronologia de B.B. King
Let the Good Times Roll
(1999)
Makin' Love Is Good for You
(2000)
Cronologia de Eric Clapton
Clapton Chronicles: The Best of Eric Clapton
(1999)
Reptile
(2001)

Riding with the King é um álbum de blues dos cantores e compositores B.B. King e Eric Clapton, lançado em 2000, sendo o primeiro trabalho colaborativo a vencer o Grammy de Melhor Álbum de Blues Tradicional. O álbum, de grande sucesso comercial e de crítica, estreou em primeiro lugar na Billboard Top Blues Album e foi certificado com platina dupla pela RIAA. No entanto, alguns críticos alegam um refinamento não tão tradicional das faixas do álbum, não comum a produções do gênero.

Antecedentes[editar | editar código-fonte]

Riding with the King foi o primeiro trabalho colaborativo entre Eric Clapton e B.B. King.[1][2] Os dois astros da música se apresentaram juntos pela primeira vez num restaurante de Nova Iorque, em 1967, quando Clapton ainda integrava a banda Cream. No entanto, seu primeiro trabalho em estúdio havia sido a canção "Rock Me Baby", gravada em 1997 para o álbum Deuces Wild, de King.[3][4] Clapton sempre admirou publicamente o trabalho de King e afirmou, por diversas vezes, seu desejo de realizarem um trabalho em conjunto.[3] Por sua vez, King já havia elogiado a figura de Clapton, afirmando: "Eu o admiro. Acho que ele é o número um no rock 'n' roll como guitarrista e número um como pessoa."[3] À época da produção de Riding with the King, Clapton estava com 55 anos de idade e King com 74.

Clapton deu início ao trabalho em estúdio, sendo seguido por King, sendo também o responsável por selecionar as faixas e co-produzir o álbum com Simon Climie, que havia trabalhado em vários de seus álbuns anteriores.[1] Enquanto anunciado como um álbum de Clapton contando com a participação de King, o cantor inglês deu total protagonismo ao parceiro musical na gravação das faixas e na promoção do álbum.[5]

Descrição[editar | editar código-fonte]

O álbum contém cinco canções clássicas dos anos 50 e 60: "Ten Long Years", "Three O'Clock Blues", "Help the Poor", "Days of Old" e "When My Heart Beats Like a Hammer". Outras standards são "Key to the Highway", de Big Bill Broonzy, (que Clapton havia gravado anteriormente com Derek and the Dominos); "Worried Life Blues", do pianista Maceo Merriweather; um cover de "Hold On, I'm Comin'", composto por Isaac Hayes e gravado por Sam & Dave em 1966; e a consagrada "Come Rain or Come Shine", do musical St. Louis Woman. A faixa-título foi composta por John Hiatt relatando um sonho de Scott Mathews sobre um voo com Elvis Presley, o "Rei" do rock. A canção havia batizado também o álbum de Hiatt de 1983.[1]

O conjunto do álbum varia de um misto de canções acústicas ("Worried Life Blues") e eletrizadas ("Three O'Clock Blues"), e de lentas ("Ten Long Years") para mais ritmadas ("Help the Poor").[6]

Faixas[editar | editar código-fonte]

N.º Título Duração
1. "Riding with the King"   4:23
2. "Ten Long Years"   4:40
3. "Key to the Highway"   3:39
4. "Marry You"   4:49
5. "Three O'Clock Blues"   8:36
6. "Help the Poor"   5:06
7. "I Wanna Be"   4:45
8. "Worried Life Blues"   4:25
9. "Days of Old"   3:00
10. "When My Heart Beats Like a Hammer"   7:09
11. "Hold On, I'm Comin'"   6:20
12. "Come Rain or Come Shine"   4:11
Duração total:
61:13

Recepção[editar | editar código-fonte]

William Ruhlmann, do Allmusic, observou que Riding with the King gira mais em torno de King do que de Clapton, e que a performance do cantor inglês no álbum é mais como "um apoio". Ruhlman também afirmou que, além das guitarras dos dois músicos principais, o álbum conta ainda com mais quatro guitarras em cada faixa, tornando-o "eficaz, porém não realmente impressionante".[1] Dan Moos, escrevendo pela PopMatters, descreveu o álbum como um "forte coquetel de blues (...) com a destreza de Clapton misturada ao porte de King".[5] Steve Futterman, escrevendo pela Entertainment Weekly, considerou o álbum uma "triunfante colaboração de pai e filho".[6] Por sua vez, Louis Gerber afirmou que Riding with the King "vai direto de encontro ao coração e à alma" e que é "um refrescante e sensacional álbum, o melhor na música popular desde o lançamento de Supernatural".[4]

Riding with the King alcançou a primeira colocação na Billboard Top Blues Albums em 2000 e foi certificada com platina dupla pela RIAA, a associação fonográfica dos Estados Unidos.[7][8] O álbum também recebeu um Prêmios Grammy de Melhor Álbum de Blues Tradicional no mesmo ano em que foi lançado.[9][10]

Créditos[editar | editar código-fonte]

Músicos[editar | editar código-fonte]

  • B.B. Kingguitarra, vocal
  • Eric Clapton – guitarra, vocal
  • Doyle Bramhall II – guitarra (faixas 1, 2, 4, 6, 7, 9–12), vocal de apoio (faixas 4 e 7)
  • Andy Fairweather Low – guitarra (faixas 1, 2, 4, 6, 7, 9–12)
  • Jimmie Vaughan – guitarra (faixa 6)
  • Joe Samplepiano (faixas 1, 5, 6, 9, 10, 11), piano elétrico (faixas 1, 2 e 11)
  • Tim Carmon – órgão (faixas 1-7, 9–12)
  • Nathan Eastbaixo
  • Steve Gadd – percussão
  • Arif Mardin - arranjos de cordas
  • Susannah Melvoin – vocal de apoio (faixas 1, 4, 7, 9, 11 e 12)
  • Wendy Melvoin – vocal de apoio (faixas 1, 4, 7, 9, 11 e 12)
  • Paul Waller – programação

Fonte: Discogs[11]

Equipe técnica[editar | editar código-fonte]

  • Alan Douglas – engenharia de som, mixagem (faixas 2, 3, 5, 8–11)
  • Tom Sweeney – engenharia de som
  • Mick Guzauski – mixagem (faixas 1, 4, 6, 7 e 12)
  • Eric Clapton – produção
  • Simon Climie – produção

Fonte: Discogs[11]

Referências

  1. a b c d Ruhlmann, William. «Riding with the King». Allmusic 
  2. Ferman, Dave (18 de junho de 2000). «Riding with the King». The Spokesman-Review 
  3. a b c «Clapton recruits King for a vintage blues session». Sarasota Herald-Tribune. 1 de junho de 2000 
  4. a b Gerber, Louis (Julho de 2000). «B.B. King and Eric Clapton». Cosmopolis 
  5. a b Moos, Dan. «Riding with the King». PopMatters 
  6. a b Futterman, Steve (16 de junho de 2000). «Riding with the King». Entertainment Weekly 
  7. «Riding with the King Billboard Albums». Allmusic 
  8. «RIAA» 
  9. «GRAMMY Awards Winners» 
  10. «Riding with the King Grammy Awards». Alllmusic 
  11. a b «B.B. King & Eric Clapton – Riding With The King». Discogs