Rimonabanto

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Estrutura química de Rimonabanto
Rimonabanto
Star of life caution.svg Aviso médico
Nome IUPAC (sistemática)
5-(4-Chlorophenyl)-1-(2,4-dichloro-phenyl)-

4-methyl-N-(piperidin-1-yl)- 1H-pyrazole-3-carboxamide

Identificadores
CAS 158681-13-1
ATC A08AX01
PubChem 104850
ChemSpider 94641
Informação química
Fórmula molecular C22H21N4Cl3O 
Massa molar 463.79 g/mol
Farmacocinética
Biodisponibilidade ?
Ligação a proteínas 100%
Metabolismo Hepático
Meia-vida 6 a 16 dias, dependendo da massa corporal
Excreção Fecal 86% e renal 3%
Considerações terapêuticas
Administração Oral
DL50 ?

Rimonabant ou rimonabanto é um fármaco que era utilizado para redução do peso e afinamento da cintura. Em Abril de 2006 o laboratório Sanofi-Aventis anunciou a venda do medicamento no Brasil.[1][2]Entretanto, em Outubro de 2008, o laboratório suspendeu a venda do medicamento Acomplia em todo o mundo pelo risco de seus efeitos colaterais que envolvem complicações psiquiátricas.[3][4] Posteriormente veio a ser comercializado pela empresa Eticos sob o nome Redufast,[5] mantendo o alto índice de casos de depressão e suicídios compulsivos.[6][7]

Mecanismo de ação[editar | editar código-fonte]

Ele age bloqueando substâncias conhecidas como endocanabinóides (receptor CB1)[8] que provoca uma auto-estimulação em nossas ações e também no apetite. O sistema endocanabinóide funciona como uma defesa, estimulando o organismo a guardar seus alimentos na forma de gordura para um possível momento de escassez no futuro. As células adiposas produzem um hormônio conhecido como adiponectina, que estimula a utilização de glicose pelo músculo e eleva a oxidação de ácidos graxos no fígado e músculo.. Em situações de estresse, o endocanabinóide anandamida estimula o corpo a estocar mais gordura, o que resulta em menos adiponectina. Esse quadro leva ao acúmulo de açúcar no sangue e também de insulina. A molécula de rimonabanto se encaixa no receptor da anandamida, sem dar espaço ao endocanabinóide, interrompendo o ciclo que faz a célula de gordura ficar mais cheia.

Contra indicações[editar | editar código-fonte]

  • Hipersensibilidade ao rimonabanto.
  • Doentes com depressão maior ou em doentes que utilizem antidepressivos, como fluoxetina.
  • Lactação.

Efeitos Colaterais[editar | editar código-fonte]

Os mais comuns são náuseas e infecções do trato respiratório superior. Entretanto os efeitos colaterais psiquiátricos foram a principal preocupação da Food and Drug Administration (FDA) contra a aprovação do rimonabanto em 2007. Apesar de os estudos relatarem baixos índices de complicações, um quadro de depressão e de intenção suicida não pode ser considerado irrelevante. Se houve casos como esses e, principalmente, após a comprovação de um caso real de suicídio, os profissionais devem ser alertados. Antes de ocorrer a prescrição desse medicamento, o paciente deve ser rigidamente avaliado em suas condições psicológicas, para que se evite um agravamento no quadro de depressão. Mesmo assim, corre-se o risco de um indivíduo psicologicamente normal desenvolver um quadro depressivo em função da medicação.[9]

Nomes comerciais[editar | editar código-fonte]

  • Acomplia®
  • Redufast®

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Bula do medicamento

Ícone de esboço Este artigo sobre fármacos é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.