Rindfleischetikettierungsüberwachungsaufgabenübertragungsgesetz

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Rind­fleisch­etikettierungs­über­wachungs­aufgaben­übertragungs­gesetz (Loudspeaker.svg? escutar) (abreviado: RflEttÜAÜG) é, oficialmente, a maior palavra da língua alemã, composta por 63 letras.

A palavra Rind­fleisch­etikettierungs­über­wachungs­aufgaben­übertragungs­gesetz significa "lei sobre a delegação das obrigações de vigilância sobre a identificação da carne bovina". A lei foi debatida em Mecklemburgo-Pomerânia Ocidental e seu nome popular completo é Rinderkennzeichnungs- und Rind­fleisch­etikettierungs­über­wachungs­aufgaben­übertragungs­gesetz, que significa delegação da vigilância, além da já descrita, também sobre a marcação do gado.[1]

Esta lei deve regulamentar a transferência das tarefas de monitorização da rotulagem da carne de bovino e da rotulagem do gado.

Ao ser introduzida a lei no parlamento estadual, alguns dos deputados explodiram em gargalhadas. O Ministro da Agricultura de Mecklenburg-Vorpommern, Till Backhaus, pediu desculpas pelo "possível" excesso do título da lei. A Lei, que foi adotada em 19 de janeiro de 2000, é a lei para transferir as tarefas de monitoramento de rotulagem de gado e carne de bovino, e o título oficial é Lei de Identificação de Bovinos e Transferência de Controle de Rotulagem da Carne. A lei foi revogada em 29 de maio de 2013.[2]

O nome é um exemplo da combinação virtualmente ilimitada de substantivos que é possível em muitos idiomas germânicos.

Referências

  1. "Gesetzestext" (texto da lei, em alemão)
  2. «Beschluss im Schweriner Landtag: Längstes Wort Deutschlands hat ausgedient». Spiegel Online. 3 de junho de 2013 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre linguística ou um linguista é um esboço relacionado ao Projeto Ciências Sociais. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.