Rio Arda (Portugal)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Disambig grey.svg Nota: Para homônimos, veja Rio Arda.
Arda
Nascente Arouca
Foz Rio Douro, em Pedorido
Área da bacia 167.94 km²
Delta N/D

O rio Arda é um rio de Portugal, afluente da margem esquerda do rio Douro, curso de água que constitui a bacia hidrográfica do Douro, que nasce na União das Freguesias de Arouca e Burgo, município de Arouca, Área Metropolitana do Porto. No seu percurso pelo município de Arouca, pelo vale do rio Arda, passa por Santa Eulália, Urrô, Várzea, Rossas e Tropeço e desagua no rio Douro em Pedorido, entre os lugares de Nogueira do Rio e Além da Ponte.

O rio Arda resulta da confluência de três linhas de água: do Ribeiro de Gondim, que nasce em Gamarão de Cima e Gondim (cerca de 3 km a NO da vila de Arouca, a 691 m de altitude) e que se junta ao rio Marialva, que nasce na serra da Senhora da Mó (711 m de altitude a NE da vila de Arouca, atravessando-a no seu percurso), no qual se juntam as águas da Ribeira de Silvares.

Afluentes[editar | editar código-fonte]

Na margem esquerda:

  • Ribeira de Silvares
  • Rio Marialva
  • Ribeira de Arneira
  • Rio Urtigosa
  • Ribeira da Bogalheta
  • Ribeira de Miraves
  • Ribeira de Enxurdes
  • Ribeira dos Bogalhos
  • Ribeira do Borralheiro
  • Ribeira de Mansores
  • Ribeira de Vales ou Rio Mau
  • Ribeira de Mosteirô
  • Ribeiro das Couves
  • Ribeira de Lázaro
  • Ribeira da Murteira

Na margem direita:

  • Ribeiro de Gondim
  • Ribeira de Monte Moção
  • Ribeira de Tropeço
  • Ribeira de Seixido
  • Ribeira de Folgosinho
  • Ribeira de S. Mamede
  • Ribeira de Almansor
  • Ribeira do Pejão
Ícone de esboço Este artigo sobre Geografia de Portugal é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.