Rio Bravo (filme)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde dezembro de 2009).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Rio Bravo
Rio Bravo (PT)
Onde começa o inferno (BR)
O xerife Chance e sua amiga "Feathers" em cena do filme
 Estados Unidos
1957 • cor • 141 min 
Direção Howard Hawks
Produção Howard Hawks
Elenco John Wayne
Dean Martin
Ricky Nelson
Angie Dickinson
Walter Brennan
Idioma inglês
Música Dimitri Tiomkin
Cinematografia Russell Harlan
Edição Folmar Blangsted
Distribuição Warner Bros.
Lançamento 4 de abril de 1959 (EUA)
Cronologia
Último
Último
Land of the Pharaohs (1955)
Hatari! (1962)
Próximo
Próximo
Página no IMDb (em inglês)

Rio Bravo (br: Onde começa o inferno / pt: Rio Bravo) é um filme estadunidense de 1959, do gênero western, dirigido por Howard Hawks.

O filme conta a história de um xerife que enfrenta quase sozinho um poderoso rancheiro que domina a região. Geralmente é considerado como uma resposta do diretor Howard Hawks e do ator John Wayne ao clássico High Noon, de 1952.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

John T. Chance é o xerife de uma pequena cidade do Texas chamada Presidio, que tem como auxiliar um idoso e aleijado ex-sitiante. Ele tinha outro auxiliar, um ex-pistoleiro conhecido por "Dude", mas este se tornara um bêbado depois que fora abandonado por uma mulher, há dois anos.

Quando Dude arruma uma briga no bar com o pistoleiro Joe Burdette, o xerife tenta ajudá-lo mas é golpeado pelo transtornado Dude. Logo a seguir, Joe mata um homem que estava desarmado e vai para outro bar, onde estavam seus amigos. O xerife se recupera e vai atrás de Joe. Consegue prendê-lo com a ajuda de Dude. O xerife agradece a ele, oferecendo-lhe de volta o cargo de auxiliar.

No entanto, o xerife e seus agora dois auxiliares sabem que correm perigo, pois Joe é irmão de Nathan, um poderoso rancheiro da região, que controla a cidade e possui inúmeros pistoleiros a seu serviço. Nathan fará tudo para livrar Joe da forca.

Outras pessoas oferecem ajuda ao xerife, que se nega a aceitar. Um deles, Pat Wheeler, tenta arregimentar homens para ajudar o xerife, inclusive pedindo a um vaqueiro seu, conhecido por Colorado Ryan, que se recusa pois não quer encrencas. Logo depois Pat é morto no meio da rua, fazendo com que o xerife recrudessa a sua decisão de não aceitar ajuda de mais ninguém.

Elenco principal[editar | editar código-fonte]

Curiosidades[editar | editar código-fonte]

O xerife Chance abrindo fogo contra os bandidos.
  • Além de Dean Martin, o filme conta ainda com o cantor e ídolo da juventude estadunidense da época, Ricky Nelson, que chega a fazer um dueto com Martin.
  • Nathan pede a músicos de um bar que cantem a canção mexicana conhecida por "De Guella" (Degola), que teria sido ouvida no cerco do Álamo, tocada por ordem do general mexicano Santa Anna. No filme dirigido por John Wayne no ano seguinte, The Alamo (1960) (1960), a canção abre os créditos.
  • O diretor Hawks faria mais dois filmes nos anos seguintes, com histórias e cenas parecidas com as de Rio Bravo. O primeiro, El Dorado (1967), conta a história de um pistoleiro veterano e de um jovem que prefere usar facas, que ajudam um xerife bêbado. No segundo, Rio Lobo (1970), ex-soldados da União e ex-confederados se encontram no Texas depois da guerra, e enfrentam juntos uma quadrilha de bandoleiros.
  • Rio Bravo é como os mexicanos chamam uma parte do Rio Grande
  • Em uma lista feita por Quentin Tarantino, Rio Bravo é eleito por ele como um dos "12 melhores filmes de todos os tempos".

Ligações externas[editar | editar código-fonte]