Rio Ferdinand

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Rio Ferdinand
Rio Ferdinand
Ferdinand em ação pelo Manchester United
Informações pessoais
Nome completo Rio Gavin Ferdinand
Data de nasc. 7 de novembro de 1978 (41 anos)
Local de nasc. Peckham, Reino Unido
Nacionalidade inglês
Altura 1,89 m
destro
Informações profissionais
Clube atual Aposentado
Posição Zagueiro
Clubes de juventude


1994–1996
Bloomfield Athletic
Eltham Town
West Ham United
Clubes profissionais12
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
1996–2000
1996
2000–2002
2002–2014
2014–2015
West Ham United
Bournemouth (emp.)
Leeds United
Manchester United
Queens Park Rangers
0157 0000(2)
0011 0000(0)
0073 0000(3)
0455 0000(8)
0012 0000(0)
Seleção nacional3
1996–1997
1997–2000
1997–2011
Inglaterra Sub-18
Inglaterra Sub-21
Inglaterra
0007 0000(0)
0005 0000(0)
0081 0000(3)


1 Partidas e gols pelo clube profissional
contam apenas partidas das ligas nacionais,
atualizados até 26 de fevereiro de 2015.
2 Partidas e gols totais pelo
clube, atualizados até 7 de março de 2015.
3 Partidas e gols da seleção nacional estão atualizados
até 15 de maio de 2013.

Rio Gavin Ferdinand (Peckham, 7 de novembro de 1978) é um ex-futebolista inglês que atuava como zagueiro. É considerado um dos maiores ídolos da história do Manchester United.

Iniciou sua carreira no West Ham, sendo logo emprestado ao Bournemouth. Contratado pelo Leeds em 2000, despertou o interesse do Manchester United, que desembolsou 20 milhões de libras em 2002, o maior valor pago por um zagueiro na história do futebol.[carece de fontes?] Pela Seleção Inglesa, participou das Copas do Mundo de 1998, 2002 e 2006. Em 2010, ficou de fora por lesão.[1]

Tem uma família de jogadores: seu irmão Anton Ferdinand é zagueiro, seu primo Les Ferdinand foi atacante e o seu primo Kane Ferdinand também é zagueiro.[2]

Carreira[editar | editar código-fonte]

West Ham[editar | editar código-fonte]

Ferdinand comemorando um gol junto ao seu ex-companheiro de clube Cristiano Ronaldo.

A carreira de Ferdinand começou em 1996, na equipe do West Ham United.[3] Firmou-se como profissional e jogou pela primeira vez na Premier League no dia 5 de maio de 1996.

Leeds United[editar | editar código-fonte]

Em novembro de 2000, Ferdinand transferiu-se para o Leeds United por 18 milhões de libras, sendo até então a maior transferência de valor realizada na Inglaterra.

Manchester United[editar | editar código-fonte]

Depois da Copa do Mundo de 2002, onde Ferdinand foi um dos melhores jogadores e capitão da Inglaterra, ele assinou um contrato com o Manchester United, por 30 milhões de libras. Pela segunda vez, foi o jogador mais caro na Inglaterra,[4] e este foi também o maior valor pago por um zagueiro na história do futebol.

Após quase uma década atuando no United, conquistou cinco vezes a Premier League, permanecendo como titular absoluto na zaga e sendo considerado um dos grandes ídolos do clube.

Queens Park Rangers e aposentadoria[editar | editar código-fonte]

Deixou o Manchester United ao fim da temporada 2013–14.[5] Em 17 de julho de 2014 foi contratado por um ano pelo Queens Park Rangers.[6] Pelo time de Londres, jogou poucas partidas devido a lesões e viu o clube ser rebaixado na ultima posição para a segunda divisão inglesa. No final da temporada acabou dispensado e anunciou logo depois sua aposentadoria do futebol após 17 anos.[7][8][9]

Seleção Inglesa[editar | editar código-fonte]

Estreou pela Seleção Inglesa principal em 1997, num jogo contra Camarões, depois de passar pelas categorias Sub-18 e Sub-21. Participou das Copas do Mundo de 1998, 2002 e 2006. Na Copa do Mundo de 2010, teve de ser cortado após lesionar-se em treinamento.[1]

Em setembro de 2003, Ferdinand faltou a um exame antidoping, mas alegou que isso ocorreu devido ao fato de estar se mudando. A Federação Inglesa de Futebol o proibiu de jogar durante oito meses. Por isso, Ferdinand não jogou a Eurocopa de 2004, em Portugal. Perdeu sua posição na seleção para John Terry, do Chelsea. Em maio de 2006, Ferdinand foi convocado para defender a Seleção Inglesa na Copa do Mundo de 2006, na Alemanha.

Após o escândalo envolvendo John Terry e Wayne Bridge, tornou-se o capitão da Seleção Inglesa, posto que perdeu para Steven Gerrard para a disputada da Copa do Mundo de 2010. Entretanto, foi cortado da convocação às vésperas do torneio, devido a uma lesão num treinamento.[1]

Estatísticas[editar | editar código-fonte]

Gols pela Seleção Inglesa[editar | editar código-fonte]

# Data Local Oponente Resultado Competição
1 15 de julho de 2002 Niigata, Japão Dinamarca Dinamarca 3-0 Copa do Mundo de 2002
2 12 de setembro de 2007 Londres, Inglaterra Rússia Rússia 3-0 Eliminatórias para a Eurocopa de 2008
3 11 de outubro de 2008 Londres, Inglaterra Cazaquistão Cazaquistão 5-1 Eliminatórias para a Copa de 2010

Títulos[editar | editar código-fonte]

Manchester United

Prêmios individuais[editar | editar código-fonte]

  • Equipe do Ano pela PFA: 2001–02, 2004–05, 2006–07, 2007–08, 2008–09
  • Jogador do mês na Premier League: Outubro de 2001
  • FIFPro World XI: 2007-08

Referências

  1. a b c «Inglaterra: Rio Ferdinand fora do Mundial». SAPO Notícias. 4 de junho de 2010. Consultado em 24 de abril de 2020 
  2. Família Ferdinand: Rio, Anton e Les
  3. His name is Rio
  4. «Cópia arquivada» (PDF). Consultado em 28 de janeiro de 2009. Arquivado do original (PDF) em 14 de junho de 2007 
  5. «Rio Ferdinand deixa o Manchester United e assina com o Queens Park Rangers». O Globo. 18 de julho de 2014. Consultado em 24 de abril de 2020 
  6. «Rio Ferdinand signs for QPR on a free tranfer» (em inglês). Sítio oficial QPR. 17 de julho de 2014 
  7. «Rio Ferdinand anuncia aposentadoria». GloboEsporte.com. 30 de maio de 2015. Consultado em 24 de abril de 2020 
  8. «Aos 36 anos, zagueiro Rio Ferdinand anuncia aposentadoria». Gazeta Esportiva. 30 de maio de 2015. Consultado em 24 de abril de 2020 
  9. «Os atletas que se aposentaram em 2015». Bol. 14 de dezembro de 2015. Consultado em 24 de abril de 2020 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]