Rio Ferdinand

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Rio Ferdinand
Rio Ferdinand
Ferdinand em ação pelo Manchester United
Informações pessoais
Nome completo Rio Gavin Ferdinand
Data de nasc. 7 de novembro de 1978 (43 anos)
Local de nasc. Peckham, Reino Unido
Nacionalidade inglês
Altura 1,89 m
destro
Informações profissionais
Clube atual aposentado
Posição zagueiro
Clubes de juventude
1992–1995 West Ham United
Clubes profissionais
Anos Clubes
1996–2000
1996–1997
2000–2002
2002–2014
2014–2015
West Ham United
Bournemouth (emp.)
Leeds United
Manchester United
Queens Park Rangers
Seleção nacional
1996–1997
1997–2000
1997–2011
Inglaterra Sub-18
Inglaterra Sub-21
Inglaterra

Rio Gavin Ferdinand (Peckham, 7 de novembro de 1978) é um ex-futebolista inglês que atuava como zagueiro. É considerado um dos maiores ídolos da história do Manchester United.

Iniciou sua carreira no West Ham, sendo logo emprestado ao Bournemouth. Contratado pelo Leeds United em 2000, despertou o interesse do Manchester United, que desembolsou 46 milhões de euros em 2002, o maior valor pago por um zagueiro até então.[1] Pela Seleção Inglesa, participou das Copas do Mundo FIFA de 1998, 2002 e 2006. Em 2010, ficou de fora por lesão.[2]

Tem uma família de jogadores: seu irmão Anton Ferdinand foi zagueiro, seu primo Les Ferdinand foi atacante e o seu primo Kane Ferdinand é meio-campista.[3]

Carreira[editar | editar código-fonte]

West Ham[editar | editar código-fonte]

Ferdinand comemorando um gol com Cristiano Ronaldo.

A carreira de Ferdinand começou em 1996, na equipe do West Ham United.[4] Firmou-se como profissional e fez sua estreia na Premier League no dia 5 de maio de 1996.

Leeds United[editar | editar código-fonte]

Em novembro de 2000 transferiu-se para o Leeds United por 18 milhões de libras, sendo até então a maior transferência realizada na Inglaterra.

Manchester United[editar | editar código-fonte]

Após a Copa do Mundo FIFA de 2002, onde foi um dos melhores jogadores da Inglaterra, assinou com o Manchester United por 46 milhões de euros. Sua transferência foi a mais cara da temporada 2002–03, superando a contratação de Ronaldo pelo Real Madrid. Ferdinand foi pela segunda vez foi o jogador mais caro na Inglaterra[5], sendo este também o maior valor pago por um zagueiro até então.[1]

Nos doze anos em que atuou no United, conquistou seis títulos da Premier League e um da Liga dos Campeões da UEFA. Formou grandes duplas de zaga, tanto com Jaap Stam quanto com Nemanja Vidić.[6]

No total, atuou em 455 partidas e marcou oito gols pelos Diabos Vermelhos. Deixou o clube no final da temporada 2013–14.

Queens Park Rangers e aposentadoria[editar | editar código-fonte]

Em 17 de julho de 2014 foi contratado pelo Queens Park Rangers.[7][8] Pelo time de Londres, jogou poucas partidas por conta de lesões e viu o clube ser rebaixado para a Segunda Divisão Inglesa (EFL Championship). Ao final da temporada acabou dispensado e logo em seguida anunciou sua aposentadoria.[9][10][11]

Seleção Nacional[editar | editar código-fonte]

Depois de passar pelas categorias Sub-18 e Sub-21, estreou pela Seleção Inglesa principal em 1997, num jogo contra Camarões. Teve boas atuações e foi convocado para as Copas do Mundo FIFA de 1998 e 2002, sendo titular na segunda, disputada na França.

Em setembro de 2003, após faltar a um exame antidoping, Ferdinand alegou que isso ocorreu devido ao fato de estar se mudando, mas a Federação Inglesa de Futebol o proibiu de jogar durante oito meses. Por conta disso, o zagueiro não atuou na Euro 2004 em Portugal, perdendo sua posição para John Terry, do Chelsea.

Dois anos depois, em maio de 2006, Ferdinand foi convocado para a Copa do Mundo FIFA de 2006, na Alemanha. Apesar de contar com grandes craques como Steven Gerrard, Frank Lampard, David Beckham, Michael Owen e Wayne Rooney, a Inglaterra foi eliminada para Portugal nas quartas de final, perdendo nos pênaltis após um empate em 0 a 0.

Em 2010, após o escândalo envolvendo John Terry e Wayne Bridge, Ferdinand tornou-se o capitão da Seleção Inglesa.[12] O zagueiro seria o capitão do English Team na Copa do Mundo FIFA daquele ano, realizada na África do Sul, mas foi cortado às vésperas do torneio devido a uma lesão num treinamento.[13]

Seu último jogo pela Seleção foi no dia 4 de junho de 2011, num empate em 2 a 2 com a Suíça, válido pelas Eliminatórias da Euro 2012.

Estatísticas[editar | editar código-fonte]

Gols pela Seleção Inglesa[editar | editar código-fonte]

# Data Local Oponente Resultado Competição
1 15 de julho de 2002 Niigata, Japão Dinamarca Dinamarca 3–0 Copa do Mundo FIFA de 2002
2 12 de setembro de 2007 Londres, Inglaterra Rússia Rússia 3–0 Eliminatórias para a Eurocopa de 2008
3 11 de outubro de 2008 Londres, Inglaterra Cazaquistão Cazaquistão 5–1 Eliminatórias para a Copa do Mundo FIFA de 2010

Títulos[editar | editar código-fonte]

Manchester United

Prêmios individuais[editar | editar código-fonte]

  • Equipe do Ano pela PFA: 2001–02, 2004–05, 2006–07, 2007–08 e 2008–09
  • Jogador do mês na Premier League: outubro de 2001
  • FIFPro World XI: 2007–08

Referências

  1. a b «Van Dijk, Ferdinand... Relembre os zagueiros mais caros da história». Terra. 15 de julho de 2019. Consultado em 17 de abril de 2021 
  2. «Inglaterra: Rio Ferdinand fora do Mundial». SAPO Notícias. 4 de junho de 2010. Consultado em 24 de abril de 2020 
  3. Chris Jones (21 de junho de 2002). «Rio Ferdinand: The silver lining» (em inglês). BBC News. Consultado em 17 de abril de 2021 
  4. His name is Rio
  5. «Cópia arquivada» (PDF). Consultado em 28 de janeiro de 2009. Arquivado do original (PDF) em 14 de junho de 2007 
  6. Matheus Camargo (8 de maio de 2020). «5 duplas de zaga marcantes do futebol mundial». Torcedores.com. Consultado em 17 de abril de 2021 
  7. «Rio Ferdinand deixa o Manchester United e assina com o Queens Park Rangers». O Globo. 18 de julho de 2014. Consultado em 24 de abril de 2020 
  8. «Rio Ferdinand signs for QPR on a free tranfer» (em inglês). Sítio oficial QPR. 17 de julho de 2014 
  9. «Rio Ferdinand anuncia aposentadoria». GloboEsporte.com. 30 de maio de 2015. Consultado em 24 de abril de 2020 
  10. «Aos 36 anos, zagueiro Rio Ferdinand anuncia aposentadoria». Gazeta Esportiva. 30 de maio de 2015. Consultado em 24 de abril de 2020 
  11. «Os atletas que se aposentaram em 2015». Bol. 14 de dezembro de 2015. Consultado em 24 de abril de 2020 
  12. «Escândalo tira faixa de capitão da seleção inglesa do zagueiro Terry». ESPN.com.br. 5 de fevereiro de 2010. Consultado em 17 de abril de 2021 
  13. «Inglaterra confirma que Ferdinand está fora da Copa». Estadão. 4 de junho de 2010. Consultado em 17 de abril de 2021 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]