Rio Maior

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Para o rio com o mesmo nome, veja Rio Maior (rio).
Rio Maior
Brasão de Rio Maior Bandeira de Rio Maior
Rio Maior3.jpg
Igreja de Rio Maior
Localização de Rio Maior
Gentílico Riomaiorense
Área 272,76 km²
População 21 192 hab. (2011)
Densidade populacional 77,7  hab./km²
N.º de freguesias 10
Presidente da
câmara municipal
Isaura Morais (PSD/CDS)
Fundação do município
(ou foral)
1836
Região (NUTS II) Alentejo
Sub-região (NUTS III) Lezíria do Tejo
Distrito Santarém
Antiga província Ribatejo
Orago Nossa Senhora da Conceição
Feriado municipal 6 de Novembro
Código postal 2040 - ...
Municípios de Portugal Flag of Portugal.svg

Rio Maior é uma cidade portuguesa pertencente ao Distrito de Santarém, com cerca de 8 000 habitantes.[1]

É sede de um município com 272,76 km² de área[2] e 21 192 habitantes (2011),[3][4] subdividido em 10 freguesias.[5] O município é limitado a norte pelo município de Porto de Mós, a nordeste e a sul por Santarém, a sul pela Azambuja, a oeste pelo Cadaval e pelas Caldas da Rainha e a noroeste por Alcobaça.

Desde 2002 que Rio Maior integra a região estatística (NUTS II) do Alentejo e na sub-região estatística (NUTS III) da Lezíria do Tejo; continua, no entanto, a fazer parte da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional de Lisboa e Vale do Tejo, que manteve a designação da antiga NUTS II com o mesmo nome. Pertencia ainda à antiga província do Ribatejo, hoje porém sem qualquer significado político-administrativo, mas constante nos discursos de auto e hetero-identificação.

A 3 km da cidade de Rio Maior pode encontrar as Salinas naturais de Rio Maior.

Rio Maior intitula-se a cidade do Desporto, porque apesar do seu pequeno tamanho conta com vastas e premiadas infraestruturas de desporto (complexo desportivo classificado em 3º lugar no concurso internacional IOC/IAKS AWARD 2007[6]) e com três Clubes com alguma projecção. O União Desportiva de Rio Maior, que tem apenas o Futebol como modalidade, o Clube de Natação de Rio Maior, que tem como modalidades mais proeminentes a natação e o atletismo, do qual faz parte Susana Feitor, tendo também o mérito de ser um dos clubes Portugueses que leva mais atletas aos jogos olímpicos (atletas esses maioritariamente da disciplina de Marcha do atletismo, mas também com presenças olímpicas de nadadores), que também dá nome à pista de atletismo do Estádio Municipal e a Casa do Povo de Rio Maior o mais antigo clube da cidade, que tem nos últimos anos levado o Judo aos mais altos patamares nacionais e internacionais, onde a atleta Yahima Ramirez é actualmente a judoca de maior projecção. Rio Maior apostou forte nas instalações desportivas, possuindo um bem equipado parque desportivo, do qual faz parte o moderno Centro de Estágios e a Piscina Olímpica, estando no entanto muito desaproveitado em termos locais.

A Câmara Municipal pertenceu durante vários anos ao Partido Socialista, na pessoa de Silvino Manuel Gomes Sequeira. Nas eleições autárquicas de 2009, a coligação PSD/CDS conquistou a Câmara Municipal, e Isaura Morais tornou-se a primeira mulher a ocupar a Presidência da Câmara Municipal.

História[editar | editar código-fonte]

  • 1177 – Documento mais antigo do concelho «Doacom de salinas e Rio Mayor» ;
  • (----) – Rio Maior pertence ao Termo da Vila de Santarém;
  • 1449 – D. Pedro, duque de Coimbra, a caminho de Alfarrobeira;
  • 1619 – Fundação de Albergaria Régia;
  • 1633 – O lugar de Rio Maior passa a pertencer ao Concelho da Vila de Azambujeira;
  • 1759 – Fundação da Santa Casa da Misericórdia de Rio Maior;
  • 1761 – Criação da Feira Anual (actual Feira da Cebola);
  • 1763 – A albergaria é entregue aos frades franciscanos arrábidos;
  • 1789 – Estrada Real de D. Maria I (Lisboa – Rio Maior – Alcobaça – Coimbra);
  • 1803 – Criação do título de Conde de Rio Maior (João V.S.O. Juzarte Figueira e Sousa);
  • 1810 – Junot ferido aquando da 3ª Invasão Francesa;
  • 1834 – D. Miguel (rei absolutista) pernoita nas vésperas da batalha de Almoster;
  • 1836 – Criação do Concelho de Rio Maior;
  • 1837 – A Câmara Municipal é instalada no edifício da albergaria;
  • 1869 – Fundação do Grémio de Instrução e Recreio Riomaiorense;
  • 1870 – Reconstrução do Hospital da Misericórdia;
  • 1878 – Fundação da Escola Primária da Vila;
  • 1880 – Inauguração do Teatro Riomaiorense;
  • 1886 – Fundação da Escola Municipal Secundária;
  • 1892 – Fundação da Associação dos Bombeiros Voluntários de Rio Maior;
  • 1893 – Fundação de «O Riomaiorense», primeiro jornal de Rio Maior;
  • 1916 – Registo da Mina de Lignite do Espadanal;
  • 1920 – Constituição da Empresa Industrial Carbonífera e Electrotécnica Lda, Concessionária das Minas do Espadanal;
  • 1924 – Criação da Escola Comercial Municipal;
  • 1928 – Electrificação da Vila de Rio Maior;
  • 1935 – Inauguração do Matadouro Municipal;
  • 1945 – Inauguração da linha férrea Rio Maior-Vale de Santarém (transporte de carvão);
  • 1946 – Início da exploração de areeiros;
  • 1955 – Início da laboração da Fábrica de Briquetes da Mina do Espadanal;
  • 1957 – Fundação da empresa «Carnes Nobre»;
  • 1969 – Encerramento das Minas do Espadanal;
  • 1972 – Fundação da União Desportiva de Rio Maior;
  • 1978 – «Renascimento» do Coral e Orquestra Típica de Rio Maior;
  • 1983 - Descoberta de vestígios de uma villa rustica romana, denominada, Villa Romana de Rio Maior
  • 1984 – Criação das freguesias de São Sebastião, São João da Ribeira e Malaqueijo.
  • 1985 – Rio Maior é elevada a Cidade;
  • 1992 – Inaugurado o novo edifício dos Paços do Concelho.

População[editar | editar código-fonte]

Número de habitantes [7]
1864 1878 1890 1900 1911 1920 1930 1940 1950 1960 1970 1981 1991 2001 2011
8 416 9 215 10 457 11 645 12 785 13 603 15 150 16 376 18 902 19 356 18 245 19 894 20 119 21 110 21 192

(Obs.: Número de habitantes "residentes", ou seja, que tinham a residência oficial neste concelho à data em que os censos se realizaram.)

Número de habitantes por Grupo Etário [8]
1900 1911 1920 1930 1940 1950 1960 1970 1981 1991 2001 2011
0-14 Anos 3 984 4 127 4 188 4 571 5 107 5 179 4 880 4 295 4 683 3 797 3 258 3 199
15-24 Anos 1 823 2 301 2 421 2 570 2 621 3 240 3 077 2 545 2 887 3 112 2 856 2 223
25-64 Anos 4 978 5 466 5 931 6 732 7 392 8 939 9 664 9 120 9 694 10 063 11 132 11 385
= ou > 65 Anos 820 894 1 022 1 184 1 217 1 437 1 735 2 285 2 630 3 147 3 864 4 385
> Id. desconh 3 19 15 30 38

(Obs: De 1900 a 1950 os dados referem-se à população "de facto", ou seja, que estava presente no concelho à data em que os censos se realizaram. Daí que se registem algumas diferenças relativamente à designada população residente)

Freguesias[editar | editar código-fonte]

Freguesias do concelho de Rio Maior.

O concelho de Rio Maior está dividido em 10 freguesias:

Património[editar | editar código-fonte]

Cultura[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. INE (2013). Anuário Estatístico da Região Alentejo 2012 (PDF) (Lisboa: Instituto Nacional de Estatística). p. 31. ISBN 978-989-25-0214-4. ISSN 0872-5063. Consultado em 05/05/2014. 
  2. Instituto Geográfico Português (2013). «Áreas das freguesias, municípios e distritos/ilhas da CAOP 2013» (XLS-ZIP). Carta Administrativa Oficial de Portugal (CAOP), versão 2013. Direção-Geral do Território. Consultado em 28/11/2013. 
  3. INE (2012). Censos 2011 Resultados Definitivos – Região Alentejo (PDF) (Lisboa: Instituto Nacional de Estatística). p. 102. ISBN 978-989-25-0182-6. ISSN 0872-6493. Consultado em 27/07/2013. 
  4. INE (2012). «Quadros de apuramento por freguesia» (XLSX-ZIP). Censos 2011 (resultados definitivos). Tabelas anexas à publicação oficial; informação no separador "Q101_ALENTEJO". Instituto Nacional de Estatística. Consultado em 27/07/2013. 
  5. Lei n.º 11-A/2013, de 28 de janeiro: Reorganização administrativa do território das freguesias. Anexo I. Diário da República, 1.ª Série, n.º 19, Suplemento, de 28/01/2013.
  6. IOC/IAKS AWARD. «Complexo desportivo de Rio Maior classificado em 3º lugar no concurso internacional IOC/IAKS AWARD». Consultado em 31 de dezembro de 2007. 
  7. Instituto Nacional de Estatística (Recenseamentos Gerais da População) - https://www.ine.pt/xportal/xmain?xpid=INE&xpgid=ine_publicacoes
  8. INE - http://censos.ine.pt/xportal/xmain?xpid=CENSOS&xpgid=censos_quadros

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Concelhos do Distrito de Santarém Mapa do distrito de Santarém
Abrantes
Alcanena
Almeirim
Alpiarça
Benavente
Cartaxo
Chamusca
Constância
Coruche
Entroncamento
Ferreira do Zêzere
Golegã
Mação
Ourém
Rio Maior
Salvaterra de Magos
Santarém
Sardoal
Tomar
Torres Novas
Vila Nova da Barquinha
Abrantes
Alcanena
Almeirim
Alpiarça
Benavente
Cartaxo
Chamusca
Constância
Coruche
Entroncamento
Ferreira do Zêzere
Golegã
Mação
Ourém
Rio Maior
Salvaterra de Magos
Santarém
Sardoal
Tomar
Torres Novas
Vila Nova da Barquinha
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Rio Maior