Rio Mamoré

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde maio de 2013). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Rio Mamoré
Barcaça às margens do rio Mamoré
Comprimento 1.931 km
Nascente Serra de Cochabamba na
Cordilheira dos Andes
Foz rio Madeira
Altitude da foz 110 m
Área da bacia 241.660 km²
País(es)  Brasil
 Bolívia
Localização do rio Mamoré na bacia Amazônica

O rio Mamoré é um curso de água da bacia do rio Amazonas que nasce da confluência do rio Chapare com o rio Mamorecillo, entre os departamentos de Santa Cruz e Cochabamba, na Bolívia, 24 km ao sul da foz de um de seus grandes afluentes, o rio Grande. Com o rio Beni forma o Madeira no município de Nova Mamoré, no estado de Rondônia. O rio corre na direção norte em todo seu percurso, sendo a maior parte deste em território boliviano, percorrendo uma região conhecida como "Llanos de Mojos".

Esse rio oferece grandes dificuldades à navegação, inclusive por ser comum encontrar troncos de árvores flutuando em suas águas que se chocam com as embarcações.

Seus principais afluentes são os rios: Ivary, Grande, Piray, Ibabo, Charapé, Securi, Tijamuchi, Aperé, Yacuma e Iruyani[1].

Ícone de esboço Este artigo sobre hidrografia do Brasil é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.