Rio Maracaçumé

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Rio Maracaçumé
Comprimento 159  km
Nascente Serra do Tiracambu, nos municípios de Centro Novo do Maranhão e Nova Olinda do Maranhão
Foz entre os municípios de Godofredo Viana e Cândido Mendes
Área da bacia 7.756,79 km²
Afluentes
principais
rios Duas Antas, Coqueiro, Macaxeira, Pacovel e Peixe, e os igarapés Urubuquara, Limão, Ubir, dos Lentes, Tatajuba e São Pedro
País(es)  Brasil

O rio Maracaçumé é um curso d'água localizado no Maranhão.

Nasce na Serra do Tiracambu, nos municípios de Centro Novo do Maranhão e Nova Olinda do Maranhão e sua foz se localiza entre os municípios de Godofredo Viana e Cândido Mendes, percorrendo uma extensão de 159 km, desaguando próximo à ilha do Trabalho.[1][2]

Sua bacia hidrográfica possui área de 7.756,79 km², correspondendo a 2,34% da área do estado. Fazem parte dessa bacia, os municípios de Luiz Domingues, Godofredo Viana, Amapá do Maranhão, Junco do Maranhão, Maracaçumé, Centro do Guilherme, Maranhãozinho, Governador Nunes Freire, Cândido Mendes e Turiaçu[3].

Os dados altimétricos da bacia do rio Maracaçumé revelam que altitude máxima é de 183 metros e a altitude média de 56 metros. [2]

A vazão média no médio curso do rio Maracaçumé é de 59,5m³/s.[2]

Seus principais afluentes são os rios Duas Antas, Coqueiro, Macaxeira, Pacovel e Peixe, e os igarapés Urubuquara, Limão, Ubir, dos Lentes, Tatajuba e São Pedro .[1]

Ocupa a região da Amazônia maranhense. Sua foz encontra-se inserida na Área de Proteção Ambiental das Reentrâncias Maranhenses, uma zona rica em manguezais. Encontra-se bastante degradado em razão de assoreamento, desmatamento e exploração da mineração na região.[3]

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. a b «Regiões Hidrográficas do Maranhão». www.nugeo.uema.br. Consultado em 26 de setembro de 2018 
  2. a b c «Sumário Executivo do Zoneamento Ecológico do Estado do Maranhão - Etapa Bioma Amazônia» (PDF). Instituto Maranhense de Estudos Socioeconômicos e Cartográficos-IMESC. 2019 
  3. a b «PERCEPÇÃO E GESTÃO DO AMBIENTE: CONHECER PARA PRESERVAR – ÁREAS DO EXTREMO LITORAL OCIDENTAL MARANHENSE» (PDF)