Rio Rubicão

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Rio Rubicão
O Rio Rubicon em Bellaria-Igea Marina.
Curso presumido do Rubicão.
Curso presumido do Rubicão.
Comprimento 29 km
Nascente Sogliano al Rubicone
Altitude da nascente 250 m
Foz Mar Adriático
País(es)  Itália
Coordenadas 44° 05' 35" N 12° 23' 45" E

O rio Rubicão (em latim Rubico; em italiano Rubicone) é um pequeno curso de água do nordeste da península Itálica. Na época romana, corria para o mar Adriático entre Arímino (atual Rimini) e Cesena. A identidade moderna do rio é discutida, mas as evidências sugerem correta a atual identificação com o rio Fiumicino, na Província de Forlì-Cesena.[1]

O rio ficou conhecido pelo fato de que o direito romano no período da República proibia qualquer general romano de atravessá-lo acompanhado de suas tropas, retornando de campanhas ao norte de Roma.[2]

Tal medida visava a impedir que os generais manobrassem grandes contingentes de tropas no núcleo do Império Romano, evitando riscos à estabilidade do poder central. O curso d´água marcava então a divisão entre a província da Gália Cisalpina e o território da cidade de Roma (posteriormente, a província da Itália).

Quando Júlio César atravessou o Rubicão, em 49 a.C.,[2] presumivelmente em 10 de janeiro do calendário romano, em perseguição a Pompeu, violou a lei e tornou inevitável o conflito armado. Segundo Suetônio, César teria então proferido a famosa frase Alea jacta est ("a sorte está lançada" ou "os dados estão lançados").[3][4] O mesmo autor também descreve como César parecia indeciso ao se aproximar do rio e atribui a decisão de atravessar a uma aparição sobrenatural.

A frase "atravessar o Rubicão" passou a ser usada para referir-se a qualquer pessoa que tome uma decisão arriscada de maneira irrevogável, sem volta.

O escritor brasileiro Machado de Assis (1839-1908) cita a expressão em seu romance Helena, quando a personagem Estácio decide pedir a noiva Eugênia em casamento:[5]

Transposto o Rubicon, não havia mais que caminhar direito à cidade eterna do matrimônio.
 
Estácio, Helena..

Ver também[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Rio Rubicão

Referências

  1. «Where is the Rubicon? Historians clash over site of ancient Italian river which Caesar crossed triggering civil war in Rome». Daily Mail. Consultado em 14 de Junho de 2016 
  2. a b «Rubicon». Encyclopædia Britannica, Inc. Consultado em 14 de Junho de 2016 
  3. «Julius Caesar Crosses the Rubicon, 49 BC». EyeWitness to History. Consultado em 14 de Junho de 2016 
  4. «January 10th:Julius Caesar makes his historic, illegal crossing of the rubicon at the head of a legion of soldier, starting a civil war within Rome». today i found out. Consultado em 14 de Junho de 2016 
  5. de Assis, Machado. Helena [Ilustrado, Notas, Índice Ativo, Com Biografia, Críticas, Análises, Resumo e Estudos - Romances Machadianos Vol. III: Romance]. [S.l.]: LL Library, 2015.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]