Rio Vilcanota

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Rio Vilcanota
Afluentes
principais
Madeira, Xingu, Tapajós, Negro, Paru, Trombetas, Javari, Japurá, Jari
País(es)  Peru

O Vilcanota é um rio peruano que dá origem ao Rio Amazonas. Recebe o nome Vilcanota enquanto se encontra no Peru, ao entrar no Brasil recebe o nome de Solimões.

É considerado um rio sagrado pois deu origem e banha o "Vale Sagrado dos Incas", podendo ser acessado a partir de Cuzco. No passado era chamado "Willkañuta" (casa do Sol) ou "Willcamayu" (rio sagrado). Às suas margens estende-se o Vale Sagrado dos Incas, um dos vales de maior riqueza paisagística e cultural do Peru.

O rio Vilcanota, depois recebe os nomes de Ucaiali, Urubamba e Marañon. Ao adentrar o território brasileiro passa a se chamar Solimões, e perto de Manaus, ao encontrar-se com o Rio Negro, passa a denominar-se Amazonas.

Alguns afluentes dentre os cerca de sete mil: Madeira, Xingu, Tapajós, Negro, Paru, Trombetas, Javari, Japurá, Jari, etc.

Deságua no Oceano Atlântico, junto à Ilha de Marajó.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre geografia do Peru é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.