Rio com Gentileza

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Um dos murais

O projeto Rio com Gentileza foi uma iniciativa da Pró-Reitoria de Extensão da Universidade Federal Fluminense, o Consórcio Novo Rio, a Socicam, a Secretaria Municipal de Cultura do Rio de Janeiro e as empresas Ponto de Bala, Fosroc Reax Tintas, GP Andaimes e Wherever proteção de monumentos, para restaurar os escritos do Profeta Gentileza nas pilastras do viaduto do Caju no acesso às avenidas Perimetral e Francisco Bicalho, junto ao início da Avenida Brasil e a Rodoviária Novo Rio.

Os 56 murais artísticos do viaduto pintados durante a década de 1980 por José Datrino, o Profeta Gentileza, estavam nos últimos anos consideravelmente desgastados.

Pilastra13.jpg

Inicialmente a equipe de restauração dos escritos estudou os elementos gráficos específicos da linguagem de Gentileza. Posteriormente os murais foram lavados para se remover a camada de cal que existia sobre a tinta original e repintados com tinta acrílica. Por fim foi aplicada uma substância composta de poliuretano para proteger as obras.

O projeto começou a limpar as pilastras em janeiro de 1999 e concluiu a restauração das inscrições em maio de 2000.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]