Rita e Roberto (álbum de Rita Lee)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Rita e Roberto
Álbum de estúdio de Rita Lee e Roberto de Carvalho
Lançamento 1985
Gravação 1985
Gênero(s) Pop rock, New Wave
Idioma(s) Português
Formato(s) LP
Gravadora(s) Som Livre
Produção Rita Lee, Roberto de Carvalho
Cronologia de Rita Lee e Roberto de Carvalho
Bombom
(1983)
Flerte Fatal
(1987)

Rita e Roberto é um álbum de estúdio lançado por Rita Lee e Roberto de Carvalho em 1985.[1]

Antecedentes e gênese[editar | editar código-fonte]

Nos anos 1980, a carreira de Rita Lee atingiu seu auge comercial, com álbuns como Lança Perfume e Flagra alcançando milhões de vendas. Em decorrência disto, Rita ganhou grande exposição na mídia nacional e, eventualmente, na internacional.[2] Não obstante a fama, a cantora continuou tendo problemas com drogas, tendo de ser internada em casas de recuperação algumas vezes.[3] Ao mesmo tempo, a censura de canções, considerada pela cantora uma "perseguição broxante", fez com que Rita realizasse uma pausa uma carreira. Isso intensificou os rumores (supostamente criados por Ezequiel Neves),[4] já há algum tempo veiculados, de que Rita estaria com leucemia.[5] Na sua volta aos palcos, no primeiro Rock in Rio, Rita planejou fazer uma volta marcante, de forma a espantar os boatos. Isto falhou devido ao fato de que, na assinatura do contrato do festival, além da sua "magreza extrema", Rita utilizou uma peruca. Segundo ela, esses fatos "contribuíram para a [sua] fama de 'doente terminal'".[4]

Além dos rumores sobre leucemia, Rita era majoritariamente mal vista pelos críticos musicais da época. Segundo a cantora, isso resultava do machismo persistente na cena do rock. Roberto de Carvalho, que trabalhava com Rita desde os anos 1970, era visto, por muitos críticos, como um empecilho para a "volta triunfante" da cantora ao rock. [6] Segundo a cantora, essas dificuldades motivaram a gravação de um novo álbum que, para confrontar os críticos de Roberto, foi intitulado Rita e Roberto.[7]

Faixas[editar | editar código-fonte]

  1. Vírus do amor
  2. Yê yê yê
  3. Vítima
  4. Molambo Souvenir
  5. Glória F
  6. Nave Maria
  7. Noviças do vício
  8. Choque cultural
  9. Não titia

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. «Rita Lee & Roberto - Rita E Roberto». Discogs. Consultado em 1 de janeiro de 2017 
  2. Lee, Rita. Rita Lee: uma autobiografia. São Paulo: Globo Livros, 2016. pp. 191–194
  3. Lee, Rita. Rita Lee: uma autobiografia. São Paulo: Globo Livros, 2016. pp. 195–197
  4. a b Lee, Rita. Rita Lee: uma autobiografia. São Paulo: Globo Livros, 2016. p. 202
  5. Lee, Rita. Rita Lee: uma autobiografia. São Paulo: Globo Livros, 2016. p. 199
  6. Lee, Rita. Rita Lee: uma autobiografia. São Paulo: Globo Livros, 2016. pp. 204–205
  7. Lee, Rita. Rita Lee: uma autobiografia. São Paulo: Globo Livros, 2016. pp. 205–207