Ritonavir

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Ritonavir
Star of life caution.svg Aviso médico
Nome IUPAC (sistemática)
?
Identificadores
CAS ?
ATC ?
PubChem 392622
DrugBank APRD00312
Informação química
Fórmula molecular C37H48N6O5S2 
Massa molar ?
Farmacocinética
Biodisponibilidade ?
Metabolismo ?
Meia-vida ?
Excreção ?
Considerações terapêuticas
Administração ?
DL50 ?

Ritonavir (Denominação Comum Internacional) é comercializado com o nome Norvir® pelo Abbott Laboratories. É um fármaco antirretroviral que age como inibidor de protease, sendo utilizado para tratar infecção pelo vírus HIV e AIDS.

Ritonavir é frequentemente prescrito em conjunto com outros medicamentos numa terapia HAART (Highly Active Anti-Retroviral Therapy). O ritonavir é prescrito não por sua ação antirretroviral, mas porque inibe as enzimas que metabolizam outros fármacos inibidores da protease. Essa propriedade permite atingir uma concentração plasmática superior dos outros medicamentos utilizados em conjunto, aumentando a eficiência clínica do tratamento.

História[editar | editar código-fonte]

Ritonavir é fabricado com o nome Norvir® pelo Abbott Laboratories. As pesquisas para o desenvolvimento do fármaco foram financiadas pelos National Institutes of Health (NIH) através de dotações federais do governo dos EUA num montante de US$ 3.500.000 e pelo Abbott Laboratories com montante de US$ 200.000.000. O FDA aprovou o medicamento em 1996, sendo o sétimo medicamento aprovado para o tratamento das infecções pelo HIV nos EUA.

Em 2003, o Abbott Laboratories aumentou o preço do medicamento nos EUA de US$1.71 por dia para US$ 8.57 por dia, provocando algumas reações em contrário por grupos de pacientes e de alguns membros do Congresso dos EUA em favor da aprovação pela fabricação de medicamento genérico. Em 4 de agosto de de 2004 o NIH ponderou pela não aprovação da fabricação de medicamento genérico ao Norvir nos EUA. O NIH fundamentou-se na argumentação dos efeitos negativos para o mercado farmacológico.[1]

Efeitos colaterais[editar | editar código-fonte]

Um dos efeitos colaterais do ritonavir é a hiperglicemia. Essa característica pode ser problemática em pessoas com diabetes. Considerando que o ritonavir potencializa as concentrações plasmáticas de outros medicamentos antirretrovirais, os efeitos colaterais dos outros medicamentos podem ser potencializados, exigindo cuidados especiais na prescrição do medicamento, sobretudo quando indicados para mulheres grávidas.

Referências

  1. Ceci Connolly (2004-08-05). «NIH Declines to Enter AIDS Drug Price Battle». Washington Post. Consultado em 16 de janeiro de 2006.  Verifique data em: |ano= (ajuda)

Ligações externas[editar | editar código-fonte]