Ritos litúrgicos latinos

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Os ritos litúrgicos latinos, também chamados de ritos litúrgicos ocidentais, são os ritos litúrgicos utilizados pela Igreja Católica de Rito Latino, a maior e a mais numerosa das 24 igrejas autónomas (sui iuris) da Igreja Católica Romana. Esta Igreja sui iuris conta com cerca de 98% dos fiéis católicos do mundo inteiro.

Estes ritos desenvolveram-se numa zona da Europa ocidental e do norte da África onde o latim era a língua da educação e da cultura, e distinguem-se dos outros utilizados pelas Igrejas de rito oriental que se desenvolveram na Europa oriental e no Médio Oriente. Há vários ritos latinos, como por exemplo o rito romano (o mais utilizado), o rito ambrosiano, o rito bracarense, o rito galicano, o rito moçárabe, o dos Cartuxos e o Uso Anglicano. Antigamente havia muitos outros ritos litúrgicos ocidentais latinos, que foram substituídos pelo Rito Romano pelas reformas litúrgicas do Concílio de Trento e do Concílio Vaticano II.

Actualmente, o rito litúrgico católico mais conhecido e utilizado na Igreja Católica de Rito Latino e mesmo na Igreja Católico-Romana é o rito romano. Dentro do rito romano, há duas formas: a forma ordinária (a mais utilizada e mais nova) e a forma extraordinária (também conhecida como a Missa Tridentina). Para além do rito romano padronizado nestas duas formas, há também várias variantes deste rito litúrgico, destacando-se o Uso Anglicano.


Ícone de esboço Este artigo sobre Catolicismo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.