Robert Putnam

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Robert Putnam

Robert David Putnam (Rochester, Nova Iorque, 9 de janeiro de 1941) é um cientista político e professor norte-americano, com atuação na Universidade Harvard.[1]

Para Putnam, capital social refere-se a práticas sociais, normas e relações de confiança que existe entre cidadãos de uma dada sociedade. Sistema de participação que estimulam a cooperação. Quanto maior a capacidade dos cidadãos confiarem uns nos outros, além de seus familiares, assim como maior e mais rico for o número de possibilidades associativas numa sociedade, maior o volume de capital social.

Obras publicadas[editar | editar código-fonte]

  • The Beliefs of Politicians: Ideology, Conflict, and Democracy in Britain and Italy (1973)
  • The Comparative Study of Political Elites (1976)
  • Bureaucrats and Politicians in Western Democracies (com Joel D. Aberbach and Bert A. Rockman, 1981)
  • Hanging Together: Cooperation and Conflict in the Seven-Power Summits (com Nicholas Bayne, 1984, revised 1987)
  • Making Democracy Work: Civic Traditions in Modern Italy (com Robert Leonardi and Raffaella Nannetti, 1993)
  • Bowling Alone: The Collapse and Revival of American Community (2000)
  • Democracies in Flux: The Evolution of Social Capital in Contemporary Society (Editado por Robert D. Putnam), Oxford University Press, (2002)
  • Better Together: Restoring the American Community (com Lewis M. Feldstein, 2003)
  • "E Pluribus Unum: Diversity and Community in the Twenty-first Century -- The 2006 Johan Skytte Prize." Scandinavian Political Studies 30 (2), junho de 2007

Referências

  1. Robert Putnam profile (em inglês). Harvard Kennedy School. Página visitada em 02/08/2009.
Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.