Roberto Carneiro

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Roberto Carneiro
Ministro(a) de Flag of Portugal.svg Portugal
Período XI Governo Constitucional
  • Ministro da Educação
Antecessor(a) João de Deus Pinheiro
Sucessor(a) Diamantino Durão
Dados pessoais
Nascimento 10 de maio de 1947 (70 anos)
Cascais, Cascais, Portugal
Partido Independente
Profissão Professor

Roberto Artur da Luz Carneiro GCIHGCIP (Cascais, Cascais, 10 de maio de 1947) é um engenheiro, professor e político português, de origem macaense. A sua mãe, Nydia Maria da Luz, nasceu em Macau (3 de setembro de 1923) e o seu pai, Artur José dos Santos Carneiro, nasceu em Xangai (21 de julho de 1905 – 10 de outubro de 1953), mas ambos são macaenses, de origem portuguesa e chinesa.[1]

Biografia[editar | editar código-fonte]

É licenciado em Engenharia Química, pelo Instituto Superior Técnico, e mestre em Economia de Recursos Humanos, pela Universidade de Ulster, na Irlanda do Norte. É também doutor Honoris Causa em Ciências da Educação e presentation fellow do King's College London, pertencente à Universidade de Londres. É ainda doutor "Honoris Causa" em Educação pela Universidade Aberta e em Ciências Humanas pela Universidade Católica Portuguesa.

Iniciou a sua intervenção pública ainda estudante, como director do jornal universitário Tempo (1965-1970). É professor associado da Faculdade de Ciências Humanas da Universidade Católica Portuguesa (UCP) e presidente do Instituto de Ensino e Formação à Distância, tendo sido presidente do Centro de Estudos dos Povos e Culturas de Expressão Portuguesa da UCP. Anteriormente, foi assistente do Instituto Superior Técnico (1970-1974), director-geral e director de serviços do Ministério da Educação (1973-1979) e adjunto do Ministro dos Negócios Estrangeiros do IV Governo Constitucional, João de Freitas Cruz (1978).

Entre as décadas de 1980 e 90 foi membro de três Governos Constitucionais portugueses — foi Secretário de Estado da Educação do VI Governo Constitucional (1980-81), Secretário de Estado da Administração Regional e Local do VIII Governo Constitucional (1981-83) e Ministro da Educação do XI Governo Constitucional (1987-91).

A nível internacional, exerceu funções como examinador, perito ou consultor de organizações como a UNESCO, o Banco Mundial, a OCDE ou o Conselho da Europa, em domínios como a educação e política educativa, cooperação para o desenvolvimento, governação e administração pública. Foi ainda director da Revista Colóquio/ Educação e Sociedade (1977-1999) e membro do Conselho Geral (1997-2001) da Fundação Calouste Gulbenkian, presidente do Instituto Fontes Pereira de Melo (1983-1986), presidente do Conselho de Administração da Fundação Escola Portuguesa de Macau (1998-2004), presidente da Comissão de Apoio ao Planeamento e Implantação da Universidade Católica de Angola (desde 1991), presidente do Conselho de Administração da TVI (1992-1996), vice-presidente do Fórum Sociedadade da Informação (1995-1999) e do Bureau de Reflexão em Educação/Formação (1995-1998) da Comissão Europeia, presidente do Conselho Técnico-Científico da Casa Pia de Lisboa (2003-2004). Tem centenas de artigos científicos pubicados, foi responsável por dezenas de investigações e dirigiu várias enciclopédias.

Casou com Maria do Rosário Lopes Amaro da Costa, irmã de Adelino Amaro da Costa, e é pai de nove filhos e filhas, entre os quais a maestrina Joana Carneiro.

A 8 de junho de 2009 foi agraciado com a Grã-Cruz da Ordem do Infante D. Henrique e a 10 de maio de 2017, por ocasião do seu 70º aniversário, com a Grã-Cruz da Ordem da Instrução Pública.[2]

Funções governamentais exercidas:[editar | editar código-fonte]

VI Governo Constitucional de Portugal: Secretário de Estado da Educação

VIII Governo Constitucional de Portugal: Secretário de Estado da Administração Regional e Local

XI Governo Constitucional de Portugal: Ministro da Educação

Referências

  1. "Famílias Macaenses", Jorge Eduardo de Abreu Pamplona Forjaz, Fundação Oriente, 1.ª Edição, 1996
  2. «Cidadãos Nacionais Agraciados com Ordens Portuguesas». Resultado da busca de "Roberto Artur da Luz Carneiro". Presidência da República Portuguesa. Consultado em 14 de julho de 2017 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Precedido por
João de Deus Pinheiro
(como ministro da Educação e Cultura)
Ministro da Educação
XI Governo Constitucional
1987 – 1991
Sucedido por
Diamantino Durão



Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.