Roberto Martínez

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Esta biografia de uma pessoa viva cita fontes confiáveis e independentes, mas elas não cobrem todo o texto. Ajude a melhorar esta biografia providenciando mais fontes confiáveis e independentes. Material controverso sobre pessoas vivas sem apoio de fontes confiáveis e verificáveis deve ser imediatamente removido, especialmente se for de natureza difamatória.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Roberto Martínez
Roberto Martínez
Roberto Martínez em 2010
Informações pessoais
Nome completo Roberto Martínez Montoliú
Data de nasc. 13 de julho de 1973 (43 anos)
Local de nasc. Balaguer, Espanha
Nacionalidade  espanhol
Informações profissionais
Equipa atual Flag of Belgium (civil).svg Bélgica
Função Treinador
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos (golos)
1993–1995
1995–2001
2001–2002
2002–2003
2003–2006
2006–2007
Espanha Balaguer
Inglaterra Wigan Athletic
Escócia Motherwell
Inglaterra Walsall
País de Gales Swansea City
Inglaterra Chester City
0048 0000(4)
0188 000(17)
0016 0000(0)
0006 0000(0)
0122 0000(4)
0031 0000(3)
Times/Equipas que treinou
2007–2009
2009–2013
2013–2016
2016–
País de Gales Swansea City
Inglaterra Wigan Athletic
Inglaterra Everton
Flag of Belgium (civil).svg Bélgica
0126
0175
0143

Roberto Martínez Montoliú (Balaguer, 13 de julho de 1973) é um ex-futebolista e atualmente treinador de futebol espanhol. Atualmente comandando a Seleção Belga de Futebol.

Jogador[editar | editar código-fonte]

Martínez iniciou sua carreira profissional no pequeno clube que leva o nome de sua cidade natal: o Balaguer. No clube, apesar de não apresentar um futebol de alto nível, recebeu um convite do presidente do Wigan Athletic, Dave Whelan, para se transferir para o clube. Em 25 de julho de 1995, foi confirmada sua transferência a custo zero. Nos Latics, permaneceu por seis temporadas, disputando mais de cento e oitenta partidas, e marcando vinte e três gols.

Mais tarde, em julho de 2001, acabou recebendo uma proposta do Motherwell, da Escócia, para se transferir a custo zero. Permaneceu apenas uma temporada, não apresentando um bom futebol. Acabou se transferindo para o Walsall, em agosto de 2002, mas novamente, não apresentou um bom futebol, disputando apenas seis partidas, sendo expulso em duas.

Acabou recebendo uma chance no Swansea City, do País de Gales, onde ficaria de inicio, apenas meia temporada, mas por conta do bom desempenho, acabou ficando por mais três, sendo importante para o clube. Atuando como capitão, disputou mais de cem partidas, marcando quatro gols. Depois, acabou sendo liberado pela diretoria para assinar com o Chester City, mas ficou apenas um pouco mais de meia temporada, retornando para o Swansea, onde seria o treinador da equipe.

Treinador[editar | editar código-fonte]

Apesar de nunca ter desempenhado a função de treinador antes, pelo Swansea City, Martínez levou o clube ao título da terceira divisão inglesa, mesmo ele ter comandado o clube apenas meia temporada. Na temporada seguinte, disputando a segunda divisão após anos, ele quase conseguiu levar o clube para a elite do futebol inglês, mas acabou "batendo na trave".

Por apresentar um futebol inovador, e conseguir levar o pequeno Swansea a apresentar bom desempenho, a diretoria do Wigan Athletic, ganhou a autorização para negociar sua transferência, apesar de muitas vezes, Martínez declarar que só sairia do clube forçado. E, após vários dias de negociações, Martínez foi confirmado como novo treinador do Wigan, firmando um contrato de três anos, com um valor de um milhão e meio de libras. O presidente do clube, afirmou que mesmo se o Wigan fosse rebaixado, ele permaneceria no comando.

Em sua primeira partida oficial no comando do clube, Martínez conquistou uma vitória, fora de casa, por 2 a 0 sobre o Aston Villa.

Em 11/05/2013 levantou seu primeiro título como treinador de futebol , e consequentemente o primeiro título da história do Wigan Athletic, em uma final da F.A Cup, vencendo por 1x0 o milionário Manchester City no lendário Wembley.

Depois do rebaixamento do clube no Campeonato Inglês, deixou o clube.[1]

Assinou com o Everton, substituindo o lendário treinador dos Toffees, David Moyes, contratado pelo Manchester United.

Foi anunciado em 3 de agosto de 2016 como novo treinador da Seleção Belga de Futebol.[2]

Títulos[editar | editar código-fonte]

Como jogador[editar | editar código-fonte]

Zaragoza
Wigan
Swansea
  • Football League Trophy: 2006

Como treinador[editar | editar código-fonte]

Swansea
Wigan

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]