Roberto Setubal

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Roberto Setúbal)
Ir para: navegação, pesquisa
Roberto Setubal
Nome completo Roberto Egydio Setubal
Nascimento 13 de outubro de 1954 (62 anos)
São Paulo, SP
Nacionalidade  Brasileiro
Fortuna Aumento R$ 5,20 bilhões (2012)[1]
Parentesco Olavo Egydio Setubal (pai)
Tide Setubal (mãe)
Alfredo Vilela Filho (primo)
Milu Villela (tia)
Maria Luzia de Sousa Aranha,Viscondessa de Campinas
Ocupação Engenheiro
Economista
CEO Itaú Unibanco
Prêmios Banqueiro do ano - Euromoney
Página oficial
http://www.itau.com.br

Roberto Egydio Setúbal (São Paulo, 13 de outubro de 1954)[2] é um banqueiro brasileiro, atual presidente do Banco Itaú.

Filho de Olavo Egydio Setubal, neto de Paulo Setúbal, tetraneto da viscondessa de Campinas, do visconde de Indaiatuba e do barão de Sousa Queirós, sobrinho-trineto do marquês de Três Rios, da baronesa de Itapura e da baronesa de Anhumas, sobrinho-tetraneto do visconde de Vergueiro, do barão de Limeira e da marquesa de Valença, e pentaneto do senador Vergueiro, um dos mais influentes políticos do Império do Brasil. É irmão de Neca Setúbal.

É formado pela Escola Politécnica da Universidade de São Paulo e mestre em Engenharia pela Universidade Stanford. Roberto se tornou o presidente da instituição que se originou a partir da fusão do banco Itaú com o banco Unibanco, o Itaú Unibanco. Foi considerado pela Revista Época um dos 100 brasileiros mais influentes do ano de 2012 e 2011.

Premiado pela Euromoney[editar | editar código-fonte]

Roberto Setúbal foi escolhido banqueiro do ano de 2011 pela revista europeia Euromoney. De acordo com a Euromoney, Setubal foi premiado porque ele e sua equipe fizeram o capital do banco brasileiro saltar de R$ 2 bilhões em 1994, quando assumiu o cargo, para R$ 100 bilhões em 2011.[3]

Com o resultado, o Itaú Unibanco se tornou um dos dez maiores bancos do mundo em valor de mercado. "Dos bancos que se destacaram das economias emergentes, o Itaú Unibanco é o mais bem sucedido, e o mais bem posicionado para prosseguir com sua impressionante expansão", afirmou a revista.[3]

O banco também foi reconhecido como o principal da América Latina, pela quarta vez, e como o melhor do mercado brasileiro, pela 13ª vez, de acordo com o Itaú.[3]

Ao receber o prêmio, Roberto disse ter se sentido honrado com o prêmio e mencionou ter aprendido com seu pai, Olavo Setubal, fundador do banco, a ir "além da simples análise de números. Buscamos desenvolver, desafiar e reconhecer nossos 109 mil talentos, no Brasil e no exterior", afirmou.[3]

Referências

  1. «The Worlds's Billionaires» (em inglês). Forbes. 2012. Consultado em 25 de março de 2016. 
  2. «O MELHOR EXECUTIVO DO BRASIL». Época Negócios. Julho de 2014. Consultado em 25 de março de 2016. 
  3. a b c d «Euromoney Awards for Excellence 2011» (em inglês). Euromoney. 6 de julho de 2011. Consultado em 25 de março de 2016. 
Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.