Robin Cook (escritor)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Esta biografia de uma pessoa viva cita fontes confiáveis e independentes, mas elas não cobrem todo o texto. (desde julho de 2017) Ajude a melhorar esta biografia providenciando mais fontes confiáveis e independentes. Material controverso sobre pessoas vivas sem apoio de fontes confiáveis e verificáveis deve ser imediatamente removido, especialmente se for de natureza difamatória.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Robin Cook
Nascimento 4 de maio de 1940
Nova Iorque
Ocupação Médico, Escritor

Robert Brian "Robin" Cook (Nova Iorque, 4 de maio de 1940) é um médico e escritor norte-americano, é considerado o introdutor do termo "médico" como gênero literário. Após 20 anos do lançamento de seu primeiro livro, Memórias de um médico interno, continuou a dominar a categoria criada por ele mesmo. Combinando fatos médicos com fantasia.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Graduou-se em Medicina na Universidade de Columbia antes de se tornar um escritor especialista em thrillers médicos. Em 1966, concluiu seu doutorado em Harvard e seis anos depois publicou o primeiro livro: Memórias de um médico interno.[1] Cook escreveu uma sucessão de best-sellers do The New York Times, incluindo: Mutação (1989), Sinais Vitais (1991), Cego (1992), Terminal (1993), Cura Fatal (1994), Contágio (1996), Cromossomo 6 (1997) e Toxina (1998). Atualmente divide seu tempo entre suas residências na Flórida e em Boston.

Obras[editar | editar código-fonte]

Em cada obra, Robin procura escrever os bastidores de um grande centro médico, tais como acontecimentos do cotidiano e outros nem tão comuns assim. Explorou, entre outras coisas, a doação e transplante de órgãos, engenharia genética, a fecundação in vitro, pesquisas sobre drogas, civilizações avançadas e o bioterrorismo.

Livros individuais[editar | editar código-fonte]

Título no Brasil Título em Portugal Título original Ano ISBN
Memórias de um médico interno Hospital Year of the Intern 1972 ISBN 0-451-16555-1
Coma 1977 ISBN 0-451-20739-4
A esfinge Esfinge Sphinx 1979 ISBN 0-451-15949-7
Cérebro Brain 1981 ISBN 0-451-15797-4
Febre Fever 1982 ISBN 0-425-17420-4
Médico ou Semideus Anjo da morte Godplayer 1983 ISBN 0-425-17638-X
Servidão Mental Médicos fantoches/Alienação Mindbend 1985 ISBN 0-451-14108-3
Vírus Epidemia Outbreak 1987 ISBN 0-425-10687-X
Medo mortal Gene mortal Mortal Fear 1988 ISBN 0-425-11388-4
Mutação Mutation 1989 ISBN 0-425-11965-3
Erro médico Intenção criminosa Harmful Intent 1990 ISBN 0-425-12546-7
Sinais vitais Vital Signs 1991 ISBN 0-425-13176-9
Terminal Terminal 1993 ISBN 0-425-15594n-3
Cura fatal Fatal Cure 1994 ISBN 0-399-13879-X
Risco calculado Acceptable Risk 1994 ISBN 0-399-13971-3
A invasão Invasão Invasion 1997 ISBN 0-425-21957-7
Toxina Toxin 1998 ISBN 0-425-16661-9
Abduzidos O Rapto Abduction 2000 ISBN 0-425-17736-X
Choque Shock 2001 ISBN 0-425-18286-X
Degeneração Convulsão Seizure 2003 ISBN 0-425-19794-8
Benefício na morte Transplante Death Benefit 2011 ISBN 978-972-1-06192-7
Nano 2013 ISBN 978-1-101-60666-7
Cell 2014
Host 2015

Série de Jack Stapleton e Laurie Montgomery[editar | editar código-fonte]

Título no Brasil Título em Portugal Título original Ano ISBN
Cego Cocaína Blindsight 1992 ISBN 0-425-13619-1
Contágio Contagion 1995 ISBN 0-425-15594-3
Cromossomo 6 Cromossoma 6 Chromosome 6 1997 ISBN 0-425-16124-2
Vetor Vector 1999 ISBN 0-425-17299-6
Marcador Marker 2005 ISBN 0-425-20734-X
Crise Crisis 2006 ISBN 0-425-21657-8
Estado crítico Critical 2007 ISBN 978-0-399-15423-2
Corpo estranho O corpo estranho Foreign Body 2008 ISBN 0-399-15502-3
Intervenção Intervention 2009 ISBN 0-399-15570-8
Cura Cure 2010 ISBN

Referências

  1. «Grupo Editorial Record». www.record.com.br. Consultado em 31 de julho de 2017 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Robin Cook (escritor)