Robin Finck

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Robin Finck
Robin Finck 2008 09 05.jpg
Robin Finck durante performance em 2008.
Informação geral
Nome completo Robin Finck
Nascimento 7 de novembro de 1971 (42 anos)
Origem Park Ridge, Nova Jersey
País  Estados Unidos
Gênero(s) Hard rock, heavy metal, rock industrial
Ocupação(ões) guitarrista
Instrumento(s) Guitarra, teclado, vocal
Modelos de instrumentos Gibson Les Paul, Schecter Custom Ultra III, Schecter PT Fastback, Schecter Tempest
Período em atividade 1994 - hoje
Gravadora(s) Geffen Records
Interscope Records (1994-2001)
Nothing Records
The Null Corporation
Afiliação(ões) Nine Inch Nails
Guns N' Roses
Página oficial http://www.robinfinck.com/

Robin Finck (Park Ridge, 7 de novembro de 1971) é um guitarrista estadunidense, mais conhecido por suas contribuições para as bandas Nine Inch Nails e Guns N' Roses.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Finck cresceu em Marietta, Georgia e tocou com várias bandas independentes por Atlanta durante e após o colegial. Seu primeiro grande trabalho foi quando entrou no Nine Inch Nails, como parte da banda para turnê em 1994-95, com alguns shows sendo parte do vídeo Closure. Assim que a turnê foi completada, juntou-se e tocou com a trupe do Cirque du Soleil. No circo, ele conheceu Bianca Sapetto, uma acrobata com quem ele se casou em 2001.

Em 1997, foi recrutado, por sugestão do então baterista Matt Sorum, a se juntar ao Guns N' Roses para substituir Slash e trabalhar no novo álbum, assinando um contrato de dois anos para trabalhar no disco Chinese Democracy. Ao fim do contrato, voltou para a banda de Trent Reznor, e embarcou na turnê do álbum do Nine Inch Nails The Fragile, que mais tarde inspirou o DVD ao vivo And All That Could Have Been, em 2002.

Finck retornou ao Guns no final de 2000, dividindo a guitarra-solo com Buckethead, que saiu do grupo em 2004. Os dois participaram de uma música na trilha sonora de Fantasmas de Marte (2000), com o Anthrax, Buckethead e Steve Vai. Finck permaneceu oito anos no Guns, participando de 118 shows, e rejeitando uma proposta de voltar para o Nine Inch Nails na turnê de With Teeth. Em 2007, contribuiu com arte para o álbum Frames, do Oceansize.

Em 2008, Finck voltou ao Nine Inch Nails, e participou das gravações do álbum The Slip. Em novembro do mesmo ano, Chinese Democracy foi lançado, com Finck tocando em todas as faixas, tendo sete solos, crédito como co-autor de "Better" (lançada como single), e créditos adicionais por teclados e arranjos. Em março de 2009, o Guns N' Roses anunciou DJ Ashba como substituto de Finck, mas declarou que o guitarrista continua a ser parte da banda por seu envolvimento em Chinese Democracy.

Em 2009, Finck tocou na que Trent Reznor declarou ser a última turnê ao vivo do Nine Inch Nails.

Estilo[editar | editar código-fonte]

Robin é conhecido pelo jeito extravagante, fazendo uso de maquiagem e roupas góticas para criar uma presença de palco, cabelos diferentes entre uma turnê e outra (no Guns N' Roses, iniciou com cabelo raspado pela metade e em 2006 trajava um estilo mais hippie, com longos cabelos e barba) e danças excêntricas durante músicas.

Finck é notado no Brasil por ter tocado e cantado (em português) no Rock In Rio 3 a música "Sossego", clássico da soul music brasileira nos anos 70 composta por Tim Maia.

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Robin Finck