Robin Hood (filme de 2010)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Robin Hood (2010))
Ir para: navegação, pesquisa
Robin Hood
Pôster promocional
 Estados Unidos
 Reino Unido

2010 •  cor •  140 min 
Direção Ridley Scott
Produção Ridley Scott
Brian Grazer
Russell Crowe
Roteiro Brian Helgeland (história)
Ethan Reiff (história)
Cyrus Voris (história)
Elenco Russell Crowe
Cate Blanchett
Gênero Aventura
Épico
Música Marc Streitenfeld
Cinematografia John Mathieson
Edição Pietro Scalia
Companhia(s) produtora(s) Imagine Entertainment
Relativity Media
Scott Free Productions
Distribuição Universal Pictures
Lançamento Reino Unido 12 de Maio de 2010
República da Irlanda 12 de Maio de 2010
Austrália 13 de Maio de 2010
Portugal 13 de Maio de 2010
Estados Unidos 14 de Maio de 2010
Canadá 14 de Maio de 2010
Brasil 14 de Maio de 2010
Idioma Inglês
Francês
Orçamento US$155 milhões[1]
Receita US$ 321 669 730[2]
Site oficial
Página no IMDb (em inglês)

Robin Hood é um filme de aventura épico britânico-estadunidense de 2010 baseado na lenda de Robin Hood, dirigido por Ridley Scott e estrelado por Russell Crowe e Cate Blanchett. Foi lançado em 12 países em 12 de maio de 2012, incluindo o Reino Unido, República da Irlanda e Brasil, também foi o filme de abertura no Festival de Cannes 2010 no mesmo dia. Foi lançado em mais 23 países no dia seguinte, entre eles Austrália e Portugal, e um adicional de 17 países, em 14 de maio de 2010, entre eles os Estados Unidos e Canadá

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Em 1199, Robin Longstride (Russel Crowe), um arqueiro que participou das Cruzadas a serviço do Rei Richard, Coração de Leão (Danny Huston), é condenado por repreender as decisões do rei quanto à guerra e foge ao lado de João Pequeno (Kevin Durand), Will Scarlett (Scott Grimes) e Allan A'Dayle (Alan Doyle) de volta para a Inglaterra. No caminho, eles confrontam Sir Godfrey (Mark Strong), um soldado inglês leal à França, que recebeu do rei Phillip II (Jonathan Zaccai) a missão de matar Richard, sem saber que ele já está morto.

Após escaparem de Sir Godfrey, Robin e seus homens decidem roubar as armaduras de nobres ingleses mortos pelo soldado. Um deles, Robert Loxley (Douglas Hodge), pede a Robin que entregue sua espada para seu pai, Sir Walter (Max von Sydow). Robin concorda e, usando a identidade de Loxley, chega ao vilarejo de Nottingham, onde descobre que, com a morte de Richard, seu irmão mais novo, o Príncipe John (Oscar Isaac), tornou-se Rei e ordenou que Sir Godfrey e o Xerife de Nottingham (Matthew Macfayden) coletem impostos injustos ao povo. O que ele não sabe é que Godfrey pretende manipular a indignação dos cidadãos de Nottingham e iniciar uma Guerra Civil na Inglaterra com o objetivo de permitir que o exército Francês invada e domine o país.

Em Nottingham, Robin conhece Sir Walter e a viúva de Robert Loxley, Lady Mary (Cate Blanchett). Os dois eventualmente se apaixonam. Robin continua se passando por Loxley a pedido de Sir Walter para impedir que as terras da família sejam tomadas pelo Rei. Robin e seus homens também começam a roubar de volta os impostos coletados por Sir Godfrey, roubando dos ricos para dar aos pobres.

Os planos de Sir Godfrey são descobertos pelos Barões do Norte da Inglaterra, que informam o Rei John. Enfurecido, John reúne seus exércitos, sob o comando de Robin, cuja verdadeira identidade é revelada, para confrontar Godfrey e os exércitos Franceses invasores na Praia de Dover. Após uma violenta batalha, os Franceses são derrotados e Robin mata Godfrey alvejando-o no pescoço com uma flecha, após este matar Sir Walter e tentar matar Malu.

Quando os Franceses rendem-se a Robin e não a ele, o Rei John percebe que Robin representa uma ameaça e trai Robin, recusando-se a assinar o Tratado da Floresta que iria dar fim aos injustos impostos e declarando Robin um fora-da-lei. Em retaliação, Robin, Marion e seus amigos escondem-se na Floresta de Sherwood, onde Robin adota a identidade de "Robin Hood" e jura continuar roubando dos ricos para dar aos pobres.

A Lenda Começa.

Já existe varias versões sendo esta uma das ultimas a ser feita. O filme não conta a lenda, mas sim o que acontece antes dela.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Fachada de castelo construída para o filme.

Dublagem Brasileira[editar | editar código-fonte]

Personagem Ator / Atriz Dublagem
Robin Hood Russell Crowe Dário de Castro
Marion Loxley Cate Blanchett Miriam Ficher
Sir Walter Loxley Max Von Sydow Orlando Drummond
William Marshal William Hurt Júlio Chaves
Godfrey Mark Strong Eduardo Borgerth
Xerife de Nottingham Matthew Macfadyen Marco Antônio Costa
Príncipe João Oscar Isaac Philippe Maia
João Pequeno Kevin Durand Reginaldo Primo
Will Scarlet Scott Grimes McKeidy Lisita
Padre Tancredo Simon McBurney Samir Murad
Rei Ricardo Coração de Leão Danny Huston Ricardo Schnetzer
Frei Tuck Mark Addy Mauro Ramos
Allan A'Dayle Alan Doyle Jorge Lucas
Jimoen Bronson Webb Clécio Souto
Sir Robert Loxley Douglas Hodge Marco Ribeiro
Leonor da Aquitânia Eileen Atkins Geisa Vidal
Fitzrobert Gerard McSorley Carlos Seidl
Princesa Isabel de Gloucester Jessica Raine Iara Riça
Tom dos Porcos John O'Toole André Belizar
Rei Philipe de França Jonathan Zaccaï Duda Espinoza
Isabella de Angoulême Léa Seydoux Sylvia Salustti
Longstride, Pedreiro Mark Lewis Jones Ronaldo Júlio
Baldwin Robert Pugh Alfredo Martins
Tom, Capataz Roy Holder André Belizar

Produção[editar | editar código-fonte]

O filme começou a ser desenvolvido em 2007 com o interesse de Crowe em viver o papel, do qual era fã desde criança.[11] Entretanto, como se encontrava acima do peso, a Universal Pictures enviou um preparador físico da NBA até a Austrália para colocá-lo em forma.[12]Ele passou quatro meses treinando com arco e flecha até ser capaz de acertar um alvo a 45m de distância.[13]

A atriz Vanessa Redgrave estava contratada para fazer o papel de Eleonora de Aquitânea, mas deixou o filme por causa da morte de sua filha, a atriz Natasha Richardson.[14]

Recepção[editar | editar código-fonte]

O filme foi muito criticado internamente na Universal, já que este não alcançou o retorno esperado para seus custos de $200 milhões de dólares. Robin Hood teve $105,269,730 de bilheteria doméstica[15]nos EUA e $311,639,748 [16] no mundo, o que indica um desempenho fraco no que diz a respeito da arrecadação doméstica e mais fraca ainda na mundial. Robin Hood 2010 rendeu $36,063,385 no seu fim de semana de estreia[17]nos EUA.

Críticas[editar | editar código-fonte]

  • Russell Crowe recebeu críticas da mídia britânica por seu sotaque variável durante o filme. A revista Empire escreveu que seu sotaque era ocasionalmente escocês, enquanto em alguns momentos soava como irlandês.[18]
  • Joe Neumaier do New York Daily News deu ao filme três de cinco estrelas, escrevendo que "o resultado era apenas mediano".[20]

ATENÇÃO PARA SPOILER

  • Essa versão de Robin é repleta de anacronismos e a menos fiel à lenda: começando por Robin Hood que não é o verdadeiro Robin de Loxley e sim um amigo dele que assumiu sua identidade depois que o verdadeiro morreu em batalha no início do filme; ao contrário da lenda, nesta versão o rei Ricardo morre em batalha e João Sem Terra assume o trono; também contrário à lenda, Lady Marian já estava casada com Robin desde o início da história e várias outras incorreções que inclui até a Magna Carta.

Prêmios[editar | editar código-fonte]

Ano Prêmio Categoria Resultado
2011 People's Choice Award Favourite Action Film Indicado
Screen Actors Guild Awards Melhor Elenco de Dublês Indicado
Teen Choice Awards Teen Choice Awards Indicado

Trilha sonora[editar | editar código-fonte]

A trilha sonora de Robin Hood, com a música escrita e interpretada por Marc Streitenfeld, foi lançado em 11 de maio de 2010.

N.º Título Duração
1. "Destiny"   3:36
2. "Creatures"   2:09
3. "Fate Has Smiled Upon Us"   2:02
4. "Godfrey"   3:32
5. "Ambush"   1:16
6. "Pact Sworn in blood"   2:52
7. "Returning the Crown"   1:13
8. "Planting the Fields"   1:18
9. "Sherwood Forest"   2:19
10. "John Is King"   4:02
11. "Robin Speaks"   2:33
12. "Killing Walter"   2:02
13. "Nottingham Burns"   2:12
14. "Siege"   2:11
15. "Landing of the French"   2:49
16. "Walter's Burial"   3:05
17. "Preparing for Battle"   2:41
18. "Charge"   1:20
19. "Clash"   2:41
20. "The Final Arrow"   2:30
21. "The Legend Begins"   1:28
22. "Merry Men"   1:48
Duração total:
51:39[21]

Sequências[editar | editar código-fonte]

Ridley Scott indicava que ele estava considerando mais filmes de Robin Hood, em uma entrevista ao The Times, em 4 de abril de 2010, afirmando: "Honestamente, eu pensei por que não têm o potencial para uma sequência?"[22] e, "Digamos que pode presumir que há uma sequência". Na estreia mundial em Cannes, Russell Crowe declarou que estava disposto, "se eu tivesse a oportunidade de abordar o que acontece com Ridley e Cate, então ótimo, vamos fazê-lo".[23]

Notas[editar | editar código-fonte]

  1. após Gladiator, A Good Year, American Gangster, e Body of Lies.

Referências

  1. Fritz, Ben (16 de maio de 2010). «First Look: 'Robin Hood' wobbly in U.S. but hits target overseas». Los Angeles Times. Consultado em 12 de setembro de 2010 
  2. «Robin Hood (2010)». Box Office Mojo. Consultado em 21 de junho de 2010 
  3. Lee-Potter, Adam (16 de maio de 2010). «Russell Crowe: Kevin Costner's Prince of Thieves was like a long Bon Jovi video». Daily Mirror. Consultado em 7 de novembro de 2010. Sienna Miller was lined up to play Maid Marion but was replaced at the last minute by Cate Blanchett.“Look, Sienna would have been great,” he says. “Every actor brings their own stuff. But I think Sienna is too young...Not that it was my fault. It wasn't my call. It's more that I’m too old and fat.” 
  4. a b c «Ridley Scott's Robin Hood film begins production» (Press release). In Contention. 24 de março de 2009. Consultado em 24 de março de 2009 
  5. Reynolds, Simon (10 de novembro de 2008). «Strong joins Ridley Scott's 'Nottingham'». Digital Spy. Consultado em 11 de novembro de 2008 
  6. Borys Kit (12 de abril de 2009). «William Hurt jousting for Robin Hood role». The Hollywood Reporter. Consultado em 13 de abril de 2009 [ligação inativa] 
  7. «Redgrave withdraws from Robin Hood». Contact Music. 19 de maio de 2009. Consultado em 21 de maio de 2009 
  8. Peter Sciretta (24 de abril de 2009). «Ridley Scott Casts Matthew Macfadyen as The Sheriff of Nottingham in Robin Hood». SlashFilm. Consultado em 24 de abril de 2009 
  9. a b Kit, Borys (9 de março de 2009). «Trio join Ridley Scott's Robin Hood film». The Hollywood Reporter. Consultado em 10 de março de 2009 [ligação inativa] 
  10. McDowell, Adam (5 de março de 2009). «Great Big Sea's Alan Doyle to play one of Russell Crowe's merry men». National Post. Consultado em 8 de março de 2008 
  11. Pringle, Gill (7 de novembro de 2008). «Russell Crowe: "Angry? Me? Never"». The Independent. Consultado em 7 de novembro de 2008 
  12. Variety: Robin Hood woos Cate Blanchett
  13. MTV:EXCLUSIVE: Ridley Scott Reveals New Name For 'Nottingham' And It's Back To Basics
  14. «Redgrave withdraws from Robin Hood». Contact Music. 19 de maio de 2009. Consultado em 21 de maio de 2009 
  15. http://www.boxofficemojo.com/movies/?id=nottingham.htm
  16. http://www.boxofficemojo.com/movies/?id=nottingham.htm
  17. http://www.boxofficemojo.com/movies/?id=nottingham.htm
  18. Jolin, Dan. «Reviews: Robin Hood». Empire Magazine. Consultado em 14 de maio de 2010  - em inglês
  19. «Robin Hood Movie Reviews, Pictures». Rotten Tomatoes. Flixster. Consultado em 19 de maio de 2010  - em inglês
  20. Neumaier, Joe (11 de maio de 2010). «Robin Hood». New York Daily News  - em inglês
  21. Robin Hood Soundtrack TheOST. Retrieved March 10, 2014
  22. Lawrence, Will (4 de abril de 2010). «Behind the scenes of a brand new Robin Hood». The Times. London 
  23. «"Robin Hood" opens Cannes, Crowe hints at sequel». Reuters. 13 de maio de 2010 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]