Roca (geologia)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde novembro de 2014). Por favor, adicione mais referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Rocas em Torre Sant'Andrea, Sul Italia.
Rocas em Algarve, Sul Portugal.

Uma roca ou leixão[1] é uma formação geológica e consiste de várias falésia íngremes e verticais em coluna ou como conjuntos de colunas de rocha no litoral, isolado pela erosão.[2] Rocas são formados pelos processos Geomorfologico costeiro, que são eventos naturais. O tempo, vento e agua são os unicos fatores envolvidos na formação de rocas.[3] São formados quando parte de um cabo ou promontório é formado pela erosão e força hidraúlica, que é a força da água do mar a bater na pedra. A força e o ar preso nas ondas fazem enfraquecer e fazer cair ficando depois as pedras gigantes ou ilhas. Sem a presença da água os rocas também formam quando se forma um arco natural e cai sobre o peso da gravidade, dependendo de processos como o vento e chuva. Os stacks são utilizados para fazer ninhos das aves e são populares para escalar paredes.

Raukar (stacks) na ilha de Fårö

Formação[editar | editar código-fonte]

Rocas ou penhascos marinhos tipicamente formam em camadas de rocha metamórfica, que sofreu metamorfismo sob a ação de temperatura e ou pressão em rocha piroclástica que é rocha proveniente da solidificação de cinzas vulcânicas e finalmente de rocha sedimentar constituída pela acumulação de sedimentos clásticos, químicos e ou biogênicos.

As rochas nas camadas mais duras podem formar uma tampa. Falésias com rocha mais fraca podem cair e o declive forma-se rápido para formar penhascos, enquanto que rocha mais dura como granito sofre erosão de outras maneiras.

O processo de formação começa quando o mar ataca pequenas rachas nos promontórios e os abre. As rachas então gradualmente aumentam de tamanho de uma pequena gruta. Quanto a gruta abre através do promontório, forma-se um arco natural. Mais erosão causa a queda do arco, deixando o pilar de rocha dura íngreme escarpado fora da costa- o penhasco. Eventualmente a erosão causa a queda da falésia deixando uma base. Esta base e geralmente uma pequena ilha de pedra, pequena suficiente para ficar debaixo de água na maré cheia.

Outras idiomas[editar | editar código-fonte]

O termo kekur (em russo: кекур) é utilizado no Árctico e Pacíficos, no Extremo Oriente Russo, e para colunas de pedra nas enseadas do Lena, Yana e Indigirkas.[4]

O termo sueco rauk refere uma coluna de pedra formada naturalmente pela erosão. Existem locais assim nas ilhas de Gotland, Fårö e Öland.

O termo espanhol Farallón que sucede do termo italiano faraglione, que por sua vez sucede do termo gregro pharos que significa faro, devido à necessidade da época Talassocracia destes locais para fazer fogueiras de sinalização para avisar os navios,[5]. uma prática que antigamente se denominava almenara que era um fogueira num ponto estratégico como na torre dos castelos ou num local alto da paisagem.

en:Ball's Pyramid, o roca volcanico mais alto e situado na Australia.[6]
Old Man of Hoy, Escócia

<>

Rocha Percé, Parque Natural Forillon, Canadá
Durdledoor, Dorset Reino Unido
O Arco de Cabo San Lucas, México

Exemplos[editar | editar código-fonte]

Ásia[editar | editar código-fonte]

Australia[editar | editar código-fonte]

Europa[editar | editar código-fonte]

França[editar | editar código-fonte]

Alemanha[editar | editar código-fonte]

Itália[editar | editar código-fonte]

Espanha[editar | editar código-fonte]

Portugal[editar | editar código-fonte]

Reino Unido[editar | editar código-fonte]

America do Norte[editar | editar código-fonte]

Canada[editar | editar código-fonte]

EUA[editar | editar código-fonte]

México[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Significado / definição de leixão no Dicionário Priberam da Língua Portuguesa». www.priberam.pt. Consultado em 2016-03-10. 
  2. Easterbrook, D.J. "Surface Processes and Landforms", p. 442, Prentice Hall, Upper Saddle River, New Jersey, 1999.
  3. "Sea stacks" britannica.com
  4. Cловарь по естественным наукам. Кекур
  5. Veja artigo « Farallón » na Wikipédia espanhola (consulta em 2 Fevereiro 2012).
  6. Geography and Geology, Lord Howe Island Tourism Association. Retrieved on 2009-04-20.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Wikcionário
O Wikcionário possui o verbete roca.

Petrologia falésia litoral